Quinta-feira, 5 dez 2019 - 12h50
Por Maria Clara Machado

Ciclone tropical Pawan é o quinto a se formar no Mar da Arábia

A temporada de ciclones tropicais permanece bastante ativa no norte do oceano Índico. O novo ciclone tropical Pawan é o quinto a se formar sobre o Mar da Arábia este ano. A última vez que cinco ciclones se formaram na região durante uma temporada foi há 117 anos.

Imagem de satélite mostra o ciclone tropical Pawan atuando no Mar da Arábia, muito próximo à Somália. Crédito: Worldview/NASA.
Imagem de satélite mostra o ciclone tropical Pawan atuando no Mar da Arábia, muito próximo à Somália. Crédito: Worldview/NASA.

Segundo o Departamento Meteorológico da Índia (IMD), o centro do ciclone tropical Pawan está a cerca de 470 km a sudeste da ilha de Socotra e a 820 km da costa nordeste da Somália.

A tempestade se movimenta rumo oeste em direção à costa da Somália, que deve receber seu maior impacto. A previsão é que Pawan atravesse à costa da Somália em dois dias, embora mais enfraquecido. Os ventos máximos sustentados estão em 72 km/h.

OIMD ainda alerta os pescadores a não navegarem no Mar da Arábia central e oriental pelo menos durante toda esta quinta-feira, dia 5 de dezembro. As condições de navegabilidade começam a melhorar só a partir de amanhã.

A área de tempestade do ciclone tropical Pawan aparece à esquerda da imagem, enquanto uma depressão tropical perde força na região à direita da imagem. Crédito: Departamento Meteorológico da Índia.
A área de tempestade do ciclone tropical Pawan aparece à esquerda da imagem, enquanto uma depressão tropical perde força na região à direita da imagem. Crédito: Departamento Meteorológico da Índia.

Ano atípico!
Os ciclones Vayu, Hikka, Maha e Kyarr já marcaram o ano 2019. Kyarr chegou a evoluir para um super ciclone e atuou simultaneamente ao lado de Maha no mar da Arábia, situação também pouco comum observada nos últimos anos.

A freqüência da formação de ciclones este ano após a estação das monções (período de chuvas torrenciais) já igualou recordes anteriores nos anos de 1982 e 2011, quando 4 sistemas cresceram na estação pós-monção.

“A frequência dos ciclones foi anormal este ano para o Mar da Arábia. Também é um evento raro testemunhar ciclones em dezembro”, declarou o diretor-geral do IMD, Mrutyunjay Mohapatra.



Sexta-feira, 24 jan 2020 - 11h25


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020