Segunda-feira, 9 set 2019 - 14h35
Por Maria Clara Machado

Tufão Faxai toca região metropolitana de Tóquio com categoria 3

A passagem de dois tufões arrasadores na região do Pacífico asiático causou sérios estragos deixando mortos e feridos nos últimos dias. LingLing e Faxai se formaram na semana passada e vinham ganhando força até se transformarem em tufões, ambos com ventos acima de 200 km/h.

Tóquio na madrugada, atingida por ventos fortes do tufão Faxai. Imagem divulgada no twitter @EarthUncutTV
Tóquio na madrugada, atingida por ventos fortes do tufão Faxai. Imagem divulgada no twitter @EarthUncutTV

O poderoso tufão Faxai, entrou em Chiba, na região metropolitana de Tóquio, no amanhecer desta segunda-feira, horário local, com rajadas vento de 207 km/h (categoria 3), intensidade nunca registrada tão próxima a capital.

As informações divulgadas pela imprensa internacional são que uma mulher de 50 anos foi arrastada pelos ventos e morreu e um idoso de 87 anos atingido por uma árvore também não resistiu. Outra mulher de 20 anos ficou muito ferida, após sua casa ser atingida por um poste de metal em Ichihara. O balanço total divulgado é de 70 feridos.

Imagem de satélite mostra o olho do tufão Faxai avançando sobre a região metropolitana de Tóquio, no Japão. Crédito: @metofficestorms<BR>
Imagem de satélite mostra o olho do tufão Faxai avançando sobre a região metropolitana de Tóquio, no Japão. Crédito: @metofficestorms

Um reator de pesquisa em Orai foi danificado, mas ele está inoperante desde 2006. Segundo a Agência de Energia Atômica do Japão, não houve vazamento de radiação.

Postes elétricos foram arrancados e cerca de 760 mil casas ainda estavam sem energia elétrica no começo da noite. Além dos ventos intensos, a chuva também foi torrencial resultando em deslizamentos de terra e inundações, que obrigaram algumas fábricas pararem os serviços. Pelo menos 160 voos foram cancelados e os trens de alta velocidade paralisados em dezenas de linhas.

O tufão Faxai enfraqueceu e agora é uma tempestade tropical, que está seguindo pela província de Fukushima, com direção nordeste, mas ainda provocando ventos fortes de até 99 km/h.

Tufão LingLing
O também poderoso tufão LingLing teve seu maior impacto nas Coreias do Sul e do Norte durante o fim de semana. LingLing foi o mais forte a atingir a Coreia do Sul desde 2012, e deixou três mortos em razão dos ventos fortes, que também passaram de 200 km/h.

A falta de energia elétrica atingiu cerca de 160 mil residências e mais de 400 voos foram cancelados. Antes de chegar a Coreia do Sul, o tufão LingLing atingiu ilhas mais ao sul do Japão.

A tormenta avançou também pela Coreia do Norte, onde outras cinco pessoas morreram e centenas de casas foram destruídas ou inundadas, de acordo com informações locais divulgadas nesta segunda-feira. Quase 50 mil hectares de terra agrícola também foram danificados.



Segunda-feira, 18 nov 2019 - 15h24


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019