Anônimo    - em 21/03 - 14h25   


Anônimo - comentou em 21/03 - 15h34
Assim que o terremoto aconteceu no Japão eu postei aqui esta preocupação (Usinas). Depois postei sobre as nuvens que poderiam espalhar a radioatividade, mesmo que em baixo nível (alguns consideraram alarmismo). A Sonia postou informações dos documentos vazados sobre a precariedade avisada das usinas japonesas... Aqui no Brasil a gente só vai discutir sobre o Aquífero Guarani, seu potencial positivo e seus riscos, depois que algo pior acontecer (do que já vem ocorrendo e postado pelo participante do PGTalk Pormenor). Como está sendo lá no Japão, chorar sobre a 'radiação derramada' no terremoto, não adianta. Ou, pelo menos, o 'leite derramado' despertou um pouco mais a atenção aos problemas daqui, do Brasil - Ver matéria do dia 18 de março "Abalo Sísmico": [Ver site] - Na foto em anexo no post: no mapa a dimensão do Aquífero Guarani. Agora falta convencer aos cidadãos não informados que isso não é alarmismo. Isso é precaução com pesquisas e estudos sérios. Mas o brasileiro não gosta de ler. Visitei as usinas de Angra em 1997, como repórter de uma publicação (jornal) de Furnas Centrais Elétricas, o tema principal era a evasão da população em caso de acidente, e acredito que nem vale a pena escrever aqui o que publiquei depois da visita...
Anônimo - comentou em 21/03 - 15h32
eu ousaria ir mais longe, vão buscar ou até mesmo criar bodes expiatórios....e salvaguardar certas imagens,.... e se tem um CUSTO ele está evidente agora: as vidas humanas! No caso do golfo do mexico não apresentaram logo essa questão de quem é o culpado, no japao vai ser muito mais facil apontar os 'culpados'!!! vão arriscar? estão pelas tabelas.... o desastre lá é tão grande, a coisa tende a piorar, e quem vai segurar a furia dos japoneses? o ser 'contido' deles vai durar até a fome nao se espalhar e mais mortes vierem, mais rapidamente tem que sugir o bode expiatório para aplacar a ira surda deles.... e podem esperar que vão surgir mais e mais heróis... os salvadores da patria.... por assim dizer... como disse alguem aqui, é tudo um jogo.... nem ligaram para o fato de que japonses já estão fazendo passeatas na rua... mas o ambiente reflete a pessoa e no caso ta refletindo a coletividade daquele ambiente... porem o ambiente tb afeta a coletividade, pais e maes se virem seus filhos passando fome, com a comida ali, mas nao pode ser comida, então, vao apenas sorrir e rezar? ninguem substime o amor de pai e mae, muito menos dos filhos que forem vendo seus pais morrerem por falta disso ou daquilo... isso precisa ser monitorado com muito cuidado ou o barril de polvora podeŕ,a explodir muito pior que muitos pensam... resta saber se vão deixar os japonese entregue a sua propria sorte, ou se vão enviar pra lá alimentos e muito mais que eles vão precisar, inclusive para manter a calma e o bom senso.... vamos aguardar e ver no que vai dar tudo isso....
Anônimo - comentou em 21/03 - 15h09
Coitado, além de demitido, amputaram-lhe o braço direto.
Anônimo - comentou em 21/03 - 14h58
"...O caso custou o cargo do diretor geral e de seu braço direito." Só? É, as coisas estão mudando no Japão... um tempo atrás o presidente da companhia teria pedido demissão e feito um harakiri... :-/
Anônimo - comentou em 21/03 - 14h40
é, os delitos só aumentam...













Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade