Anônimo    Uberaba - MG em 06/07 - 08h37   
Deve ser muito chato o q aconteceu... Seguir uma coisa inusitada como esse cometa indo de frente para o sol e de repente some tudo...

Anônimo Itabuna-BA comentou em 06/07 - 10h59
Obrigado administrador.
Administrador São Paulo-SP comentou em 06/07 - 10h18
Olá Tião, essa informação eu não tenho comigo mas estima-se que os grande cometas da família kreutz sublimem a 200 mil km da estrela, mas são pedaços muito grandes. Normalmente não chegam a 1 milhão de km. Tamanho da cauda, núcleo, etc, são parâmetros relativamente fáceis de encontrar.
Administrador São Paulo-SP comentou em 06/07 - 10h10
Olá Tião, um cometa é formado de gelo, que sublima milhões de km antes de um possível choque com o Sol. Para se ter uma idéia, a imagem C3 (azul) engloba 45 milhões de km. Como o cometa não não atravessa essa distaância em algumas horas e mesmo assim parece cruzar meio campo do coronógrafo, é possível inferir que quando ele sublimou ainda restavam milhões de km até o astro. Se o Sol derrete o gelo aqui na Terra, a 150 milhões de km, imagine o que não faria em uma bolinha de gelo a 20 ou 30 milhões de km de distância.
Anônimo Itabuna-BA comentou em 06/07 - 10h03
Sim... com relação ao tamanho do cometa que atingiu o sol, tem o tamanho dele, tanto no diâmetro, como da cauda?
Anônimo Itabuna-BA comentou em 06/07 - 10h01
Administrador me desculpe, mas não tive a oportunidade de ver este assunto amplamente explicado aqui. Fiquei na dúvida pela coincidência da ejeção ter acontecido após o impacto (ver imagem). Tem como (caso não esteja cansado) explicar mais uma vez?
Administrador São Paulo-SP comentou em 06/07 - 09h52
Olá Norbex, isso não é possível, como foi largamente explicado.
Anônimo Brasilia-DF comentou em 06/07 - 09h51
pela sequencia da animação a atividade do sol ficou maior logo depois que o cometa desapareceu com o impacto e a geração do EMC.
Administrador São Paulo-SP comentou em 06/07 - 09h49
Olá Tião, isso não é possível, como foi largamente explicado aqui no Radar. Abraço!
Anônimo Itabuna-BA comentou em 06/07 - 09h37
Desculpem, esqueci de colocar esta imagem no comentário.
Anônimo Itabuna-BA comentou em 06/07 - 09h34
Pessoal, é possível que o impacto de um cometa na superfície solar, gere uma EMC? Neste caso depende do tamanho do cometa? Também alguém já teve acesso ao cálculo do tamanho deste cometa que atingiu o sol?
Anônimo Itabuna-BA comentou em 06/07 - 09h13
Boa dia a todos, bom dia Buzatti. Fiquei tão decepcionado como você. Uma oportunidade única e na hora "H", ficamos a ver navios. Mas sempre fica a dúvida... será que foi falha mesmo? A verdade é que anda acontecendo muitas coincidências ultimamente.













Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade