Dione Moraes    Novo Hamburgo - RS em 08/10 - 23h46   

Furacão Michael está prestes a entrar nos EUA

Boa noite globais.

Michael, que era uma Tempestade tropical fortaleceu e passou a categoria de furacão categoria 1, com ventos máximos sustentados de 85 Mp/h ou 136 Km/h, pressão mínima de 970 Mb e desloca-se a 19 Km/h, de acordo com Boletim das 17:00 horas.

Formado no Golfo do México irá atingir o oeste de Cuba e a previsão é de que o centro do furacão alcançará na quarta-feira o Panhandle da Flórida ocidental.

Michael deverá fortalecer e chegar à categoria 3.

O estado emitiu alerta emergência em mais de 20 condados das regiões de Panhandle e Big Bend e 500 soldados da Guarda Nacional estão em alerta.

O governador Rick Scott, alertou que "esta tempestade vai ser uma ameaça à vida e extremamente perigosa". Acrescenta que, "as famílias devem aproveitar a oportunidade hoje de armazenar comida e água para três dias, assim como os remédios que necessitam. Toda família tem de estar preparada. Nós podemos reconstruir sua casa, mas não podemos reconstruir sua vida”.

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 15/10 - 17h28
ATUALIZAÇÃO:

Na sexta-feira, 12/10, mais de um milhão de residências e prédios comerciais estavam sem energia elétrica, entre a Flórida e a Virgínia.

A previsão é quê a recuperação de toda a rede elétrica demore semanas.

Cin relação ao número de mortes,

as autoridades temem que hajam outras vítimas fatais. Sem energia elétrica e conexões telefônicas, está difícil de localizar, uma vez que as buscas estão sendo feitas com apoio de cães farejadores, drones e equipamento pesado.

As equipes de resgate estão indo de porta em porta e fazendo buscas, nos destroços em Mexico Beach e outras comunidades costeiras da Flórida, como Port Saint Joe e Panama City buscando pôr sobreviventes, inclusive por 56 pessoas que decidiram ficar o que pode aumentar o número de mortos.

Algumas imagens da destruição captadas por drone, lembram s destruição em Porto Rico, após a passagem do furacão Maria em 2017.

Uma coisa é cartas. Certos locais jamais serão com eram antes.

Aguardemos o desenrolar das buscas.

Ilustração: imagens de Porto Rico.

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 13/10 - 17h07
ATUALIZAÇÃO.

Depois de passar pelo estado da Virgínia, Michael já enfraquecido, seguiu para o mar. As últimas informações dão conta que já são 18 o número de mortos abrangendo as areas da Flórida, Geórgia, Carolina do Norte e Virgínia, e as autoridades temem aumento de mortes considerando que há 2.100 pessoas desaparecidas ou que precisam de ajuda na Flórida.

Mais de um milhão de residências estavam sem eletricidade nesta sexta-feira (12): 350 mil na Flórida, meio milhão na Carolina do Norte e mais de 500 mil na Virgínia.

As imagens captadas por drone revelam uma destruição inimaginável. Quando tocou o solo, perto de México Beach, no Panhandle da Flórida, no dia 10/10, .os ventos foran tão fortes, que1 empurraram uma parede de água do mar para o interior, causando inundações generalizadas.

O chefe da FEMA

considerou Michael, conJ o furacão mais intenso a atingir a área desde 1851.

A temporada de furacões do Atlântico termina em 30 de novembro.

Vania C. rio de janeiro-RJ comentou em 13/10 - 12h31
Olá a todos! Dione parabéns por todas as informacoes e atualizacoes dadas aqui. Obrigada. Quanta destruicao com a passagem de Michael! A costa é outra
Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 12/10 - 22h19
Antes e depois da passagem do Michael.
Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 12/10 - 22h16
Mais imagens.
Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 12/10 - 22h14
Mais imagens.
Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 12/10 - 22h12
Mais imagens.
Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 12/10 - 22h10
ATUALIZAÇÃO.

Até o momento foram contabilizadas

11 nortes, mas autoridades temem que o número possa aumentar

Algumas imagens da devastação causada pela passagem do furacão Michael.

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 12/10 - 14h51
[Ver site]

Impressionante o grau de destruição provocado pelo furacão Michael.

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 12/10 - 04h17
ATUALIZAÇÃO.

De acordo com as últimas informações veiculadas pela imprensa o número de mortos subiu para 7.

Os prejuízos abrangem também a indústria do petróleo,já que as empresas desligarEm a produção diária de 671 000 barris diários de petróleo e quase 730 milhões de pés cúbicos de gás material.

75 plataformas tiveram o pessoal evacuado, o que representa 10% das plataformas naquela região.

Correção: De acordo com o que foi divulgado pela imprensa os prejuízos são estimados em 30 bilhões de dólares.

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 11/10 - 23h02
FECHANDO UM CICLO.

Michael foi o terceiro mais forre furacão a atingir área continental dos EUA.

Com ventos de 250 Km/h atingiu o noroeste da Flórida. As casas da avenida beira-mar, local onde fez landfall, firam quase tidas destruídaS.

Em sua passagem atingiu a Geórgia e seguiu para os esmeádios da Carolina do Sul e do Norte, estado que ainda se recupera dos danos causados pelo Florença. Cerca de 60o mil pessoas estão sem energia elétrica.

Mesmo tendo perdido força, Michael continua causando problemas, pelos ventos ainda fortes, chuvas pesadas e inundações.

Até o momento foram contabilizadas 6 mortes.

A rapidez com que Michael se intensificou pegou as autoridades e os moradores da Flórida de surpresa, que não dispuseram de tampo para organizarem-se de forma mais eficiente, de modo que faltaram alimentos nos supermercados, água e gasolina.

Os prejuízos são estimados em 30 milhões de dólares

O fortalecimento do Michael se deve ao aquecimento das águas do Golfo do México surpreendeu os especialistas.

Alguns vídeos mostram os impactos do furacão Michael.

[Ver site]

[Ver site]

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 10/10 - 19h21
ATUALIZAÇÃO:

Cerca de 3,7 milhões de pessoas estão sob alerta de furacão nas regiões de Panhandle e Big Bend, assim como no sudeste do Alabama e no sul da Geórgia.

Michael é o 4° furacão a atingir a Geórgia, mas o primeiro na categoria 3, e nem sequer fez landFall messe Estado.

Receberam alerta sobre furacão Michael, os Estados de Alabama, Geórgia Carolina só Sul e Carolina do Norte.

Ainda não se tem uma avaliação dos danos e perdas de vida, porém sabe-se, pelo que foi postado nas redes sociais que os danos são grAndes.

Alguns vídeos sobre o furacão Michael.

[Ver site]

[Ver site]

[Ver site]

[Ver site]

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 10/10 - 15h58
ATUALIZAÇÃO:

FURACÃO MICHAEL CHEGANDO A PANAMÁ CITY - FLÓRIDA AGORA COM VENTOS MÁXIMOS SUSTENTADOS DE 249 KM/H.

[Ver site]

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 10/10 - 14h04
ATUALIZAÇÃO:

Boletim dás 11:00 hrs revela que Michael ficou mais forte e mais perigoso, agora com 150 MP/h ou 241 Km/h e pressão mínima de 923 Mb, próximo a Panamá city - Flórida.

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 10/10 - 10h17
ATUALIZAÇÃO:

Pelo Boletim dás 7:00 hrs, os ventos máximos sustentados de Michael estão em 145 MP/h ou 233 Km/h e a pressão cada vez menor, agora em 933 Mb.

Pela primeira vez os caçadores desrespeitadas encontraram um olno fechado com mesovortices incorporados em ambos os lados, evidenciado pelo radar.

Esta tempestade ainda está se fortalecendo.

Condições catastróficas são esperadas ao longo da costa, quando tocar a terra hoje à tarde, com rajadas de até 160 Ml/h, ou 257 Km/h. Fonte: Wearher/Metrô World.

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 10/10 - 03h54
ATUALIZAÇÃO.

De acordo com o Boletim dás 1:00 hrs do NHC, Michael é agora um furacão categoria 4, com ventos máximos sustentados de 130 MP/h ou 209 Km/h, e extremamente perigoso.

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 10/10 - 02h16
ATUALIZAÇÃO.

Confirme o último Boletim do NHC dás 22:00 hrs o furacão Michael se intensificou e sua velocidade máxima sustentada é agora de 125 MP/h, ou 201 Km/h e a pressão mínima de 947 Mb.

Os ventos se intensificando, aumentam os riscos de danos, e as chuvas pesadas, as inundações relâmpago, que, a exemplo do que ocorreu com o furacão Florença, as inundações na Carolina do Norte, que causaram 39 mortes mortes.

Para evitar situações graves e mortes, os montadores sao obrigados a sair de suas casas e rr para lugares seguros, abastecidos com água e alimentos para muitoS dias.

Michael é considerando um furacão grande e perigoso.

A temporada de furações no Atlântico, neste ano, está bastante agitada.

Além do furacão Michael, Leslie fortaleceu e vo1ltou à categoria furacão 1, e, recentemente a Tempestade Tropical Nadine, localizada a centenas de quilômetros a sudoeste das ilhas de Cabo Verde.

Leslie pela sua localização não oferece risco à tetra. Aguardemos a evolução de Nadine.

Nas imagens a projeção das áreas atingidas.

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 09/10 - 17h39
ATUALIZAÇÃO.

De acordar com o Boletim dás13:00 hrs do NHC Michael é agora furacão categoria 3 (Escala Saffir-Simpson) Com ventos máximos sustentAdos de 110 MP/h ou 177 Km/h, pressão mínima de 965 Mb.

Chuvas torrenciais e inundações relâmpago já causaram 13 mortes na América Central durante o final de semana, depois que o Michael atingiu a costa do norte de Honduras.

[Ver site]

Dione Moraes Novo Hamburgo-RS comentou em 09/10 - 01h16
Importante lembrar que esta mesma região foi atingida no mês de maio, por Alberto, o primeiro furacão da temporada de 2018, com chuvas pesadas, inundações e fortes rajadas de vento.













Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2018
Política de Privacidade