Administrador    São Paulo - SP em 25/01 - 16h59   

Barragem se rompe e atinge casas e moradores em Brumadinho, MG

Uma barragem da empresa Vale do Rio Doce situada na zona rural de Brumadinho, na Região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, se rompeu na tarde desta sexta-feira, 25 de janeiro de 2019, despejando no entorno mais de 1 milhão de metros cúbicos de rejeitos.

Como comparação, na tragédia de Mariana a quantidade de rejeitos era de 50 milhões de metros cúbicos,

O roompimento ocorreu nas proximidades do Córrego do Feijão, um dos afulentes do Paraopeba, que abastece a cidade de Brumadinho.

Ainda não há confirmação de vítimas.

Administrador São Paulo-SP comentou em 27/01 - 14h59
Atualização: Domingo, 27 jan 2019, 04h59.

Alerta de Evacuaçao em Brumadinho está suspenso. Defesa Civil reinicia a busca por desaparecidos.

Administrador São Paulo-SP comentou em 27/01 - 08h24
Atualização: Domingo, 27 jan 2019, 08h16.

Sirenes de alerta foram acionadas às 05h30 na cidade de Brumadinho, conclamando os moradores a procurarem áreas mais elevadas. A alegação inicial era de que havia risco iminente de rompimento de uma das barragens próximas à cidade.

A empresa Vale confirmou o alerta, mas até às 08h20 não informou se o mesmo ainda estava em vigor ou havia sido suspenso e também não explicou o que levou ao disparo do alerta.

Como se sabe, existem duas barragens próximas à Brumadinho que estão sendo monitoradas constantemente por apresentaresm riscos de ruptura.

No dia do acidente, não houve qualquer sinal de alerta.

Administrador São Paulo-SP comentou em 26/01 - 18h44
Atualização em 26 de janeiro de 2019 - Número de vítimas: 34. Desaparecidos: 296. Fonte: Corpo de Bombeiro de Minas Gerais.
Vania C. rio de janeiro-RJ comentou em 26/01 - 09h11
Bom dia a todos. No desastre criminoso em Mariana, em alguns locais, a empresa envolvida plantou uma vegetacao na lama. Aqui no norte da orla do Rio de Janeiro, em 40 metros de profundidade temos os rejeitos de Mariana. Eternamente, parece a resposta adequada. Ate onde desastres como esses, custam menos do que medidas corretas, preventivas? Desculpa minha observacao, mas o Brasil necessita com urgencia levantar o tapete
Administrador São Paulo-SP comentou em 26/01 - 08h04
Concordo, Vania.

Parece que não aprendemos nada com Mariana. Pelo que a Vale diz, a barragem estava desativada há três anos. Na minha ignorância sobre esse tipo de construção, pergunto: o que se faz com os rejeitos, ficam lá eternamente?

Vania C. rio de janeiro-RJ comentou em 25/01 - 17h45
Boa noite. É lamentável, terrível o que aconteceu hoje. Acho que medidas mais severas devem ser aplicadas. Nao é possível repetirem os mesmos erros! Outra tragédia ambiental, vidas perdidas.... porque até hoje vítimas de Mariana continuam sem o suporte prometido. O tempo para a recuperacao da natureza , dos rios. :-(
Administrador São Paulo-SP comentou em 25/01 - 17h26
De acordo com boletim da Defesa Civil, divulgado às 17h00, há pelo menos 200 desaparecidos.
Administrador São Paulo-SP comentou em 25/01 - 17h00
Esta imagem mostra a localização da barragem em relação à cidade de Brumadinho.













Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade