Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Joai      
Bom dia Globais! Paluweh vulcão, Indonésia, em erupção nivél alto neste domingo, cinzas sendo lançadas a 45.000 pés (13.500 metos).
Administrador comentou
Joai, obrigado pela informação enviada. Já está plotado no Direto no Mapa. Ao lado, dados do satélite GOME 2 mostram alta concentração de SO2 na região. Obrigado!
Astroman comentou
Pôxa! Como tem magma procurando saídas pelo planeta.
everton dos santos comentou
A atividade atual no Paluweh(ou Rokatenda) se iniciou na metade de 2012, com a erupção se intensificando em dezembro e se mantendo até hoje. Em 1928, uma forte erupção do vulcão causou o desabamento de parte de sua cupula, causando um tsunami que matou cerca de 160 pessoas na região. Seguem videos feitos em dezembro no vulcão. [Ver site]


    2
     
É interessante observar a temperatura dos pólos, a temperatura no continente austral está em queda, pois até meados do mês passado apresentava uma constante entre 24 e 28º, agora está em 38º em Amudsen-Scott no centro do continente, já que a b, já o inverno boreal que está apenas pela metade, pois o equinócio de primavera, que acontece perto de 20 de março, ainda dista, neste ano o clima está a me surpreender.
everton dos santos comentou
Essa queda é muito simples: É o verão perdendo força e o outono chegando em Amudsen-Scott. Como exemplo, em 15/01/2012 a temperatura estava entre 24°/27° e em 03/02/12 também fez 38°. Quase igual as temperaturas deste ano, sem surpresas. E as temperaturas vão continuar em queda. Pelo histórico dos últimos anos, na metade de fevereiro as temperaturas já devem estar perto de -45/-50°. Vale lembrar que lá é verão e não inverno.
comentou
Entendo a sistemática do continente austral, mas convenhamos que o inverno boreal está atípico este ano com média bem inferiores as do ano passado. Você tem os dados, sabe do que estou falando, este ano teremos uma média global mais baixa.


    3
Candy Pelph      
Olá painel, eu tenho uma duvida, é possível dois terremotos acima de 6 graus atingirem um local ao mesmo tempo? quais seriam os efeitos?
Colombo comentou
Como assim? na mesma falha? ao mesmo tempo ? Acho que não aconteceria nada demais
everton dos santos comentou
Para a pergunta exata, a resposta seria que é muito dficil! Mas dois tremores acima de 6 em uma mesma região e tempo aproximados podem ocorrer. O melhor exemplo(mas também excepcional) foi no Japão em 2011. Foram tantos tremores secundarios que a diferença entre alguns deles era de menos de 1 minuto e bem próximos. Há outros casos mas com diferença no tempo, e podem ser pesquisados no USGS. De efeitos, se são sentidos com mais força ou por mais tempo, não sei responder. Mas se não me engano, já vi algum documentario em que dois tremores em torno de 7° acabaram formando grandes tsunamis por terem sido bem próximos, de local e tempo. Se alguém souber desse fato, poste ou corrija a informação.
Administrador comentou
A zona de fratura de um terremoto não é uma área pequena de 1 metro, por exemplo, mas se estende ao longo de dezenas ou até centenas de quilômetros de forma bastante irregular e em profundidades também irregulares. Se o terremoto ocorre em um dado hipocentro, naturalmente diversos pontos ao longo da falha também virão a romper quase que ao mesmo tempo, então é possível afimar que um terremoto é composto de diversas zonas de rupturas que liberam energia quase que imediatamente. O problema é que essa liberação de energia é tão rápida que se torna quase impossível saber quantos pontos de ruptura formaram o terremoto. Caso as rupturas ocorram com intervalos de tempo suficientes para serem detectadas, é possível identifica-las como aftershocks.



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2018
Política de Privacidade