Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Meg      
O Instituto de Pesquisas Meteorológicas da UNESP abriu inscrições para curso de usuários que aborda a interpretação e utilização dos dados dos radares e boletins do Instituto. Os cursos são gratuitos, com 20 horas, em dois dias. Despesas de alimentação e transporte por conta dos cursistas. verifique no site [Ver site] . Aos que participarem, um bom curso.


    2
Vinicius JPDCL      
Bom dia! Rogério, na matéria sobre o cometa constam duas datas de descoberta "Desde que foi descoberto em fevereiro de 2013" e depois "Descoberto em 3 de janeiro de 2013".
Administrador comentou
Olá Vinícius, é 3 de janeiro. Já está corrigido. Desculpe nossa falha! :-)
Vinicius JPDCL comentou
:-)
Administrador comentou
Olá pessoal. Nesta segunda-feira pela manhã o JPL da NASA reduziu ainda mais a distância nominal de aproximação do cometa C/2013 A1. Até ontem, o JPL calculava em 104 mil km. Hoje, esse valor passou a ser de 52 mil km, concordando com os cálculos feitos pelo astrônomo mador Leonid Elenin, que em 1 de março calculou em 37 mil km o valor da aproximação. A distância mínima ainda permanece em zero km. O órgão também diminuiu a incerteza com relação ao momento do aproximação. A margem de erro passou de 04 horas para 01 hora, centrada às 19h28 UTC do dia 19 de outubro de 2014. [Ver no Apolo11]
Leonardo Ferreira comentou
Além da cratera, quais outras consequências ele pode trazer? Alteração do eixo de inclinação, aumento ou diminuição da rotação? Como acontece aqui (mínimo, imperceptível) quando há um forte tremor?
Administrador comentou
Olá Leonardo, ainda não há nenhuma estimativa que confirme o choque e as chances de que isso aconteça, de acordo com alguns matemáticos, inclusive Leonid Elenin, por enquanto são bem baixas, da ordem de 1 em 1250. Quanto às consequencias, não dá pra saber pois é preciso uma modelagem muito complexa. O choque do cometa que atingiu a Terra há 65 milhões de anos, ao que parece não provocou alterações na dinâmica do planeta, o que não quer dizer que não tenha acontecido. Se o choque acontecer, teremos uma oportunidade bastante rara de estudar as consequências.
Alberto comentou
Sr. Administrador perdão se a pergunta for absurda: o termo distância "nominal" refere-se a um valor máximo ou significa que é o valor mais provável?
Administrador comentou
Olá Alberto. É uma das soluções usadas para calcular e normalmente a que apresenta menor incerteza pois os valores das variáveis são mais bem conhecidos. Existem outras soluções que resultam em valor mínimo (atualmente zero km para este cometa) e um valor máximo (atualmente 313 mil). Pode ser chamada de solução conservadora, mais próxima do que se pode esperar.
Administrador comentou
A incerteza se dá por muito motivos, entre eles as perturbações de Júpiter e outros objetos e também o desconhecimento ainda da massa e tamanho do cometa. Por isso se aplica soluções diferentes ("problema de 3 corpos" , "problema de 2 corpos", etc.) [Ver site] Pode ser considerada uma solução conservadora.
Leonardo Ferreira comentou
Será realmente o cometa do século, mesmo que não ocorra o impacto, os jipes irão registrar sua passagem como nunca vista antes.
Lab comentou
Desculpando a minha ignorância no assunto pergunto: núcleo de C/2013 A1 tenha entre 8 e 50 km diâmetro, este núcleo é referente a metais e rochas somente ou esta incluído o gelo?


    3
Leila Vieira      
Depois de tanto tempo sem uma gota de chuva, Recife amanheceu molhado. Agora a tarde, o tempo permanece nublado mas o calor ainda é grande. Temperatura registrada em 27 graus, porém a sensação térmica é de 33.


    4
Alan      
Nuvens num belo dia em Monte Alegre. Usei um smartphone.
Astroman comentou
Seriam "mammatus"?
Alan comentou
Sinceramente não conhecia esse termo, Astroman, mas, pesquisando... Nuvens desse formato se formam devido ao ar que sobe, diferente da maioria das nuvens. E realmente são denominadas mammatus, por que parecem com mamas. Taí!
Administrador comentou
Sim, são mammatus!


    5
Astroman      
Atualizando as descobertas sobre o meteoro russo e o que o achado de aproximadamente 100 fragmentos forneceu de informações: - cientistas da Universidade Federal Ural determinaram que os meteoritos são uma rocha espacial comum chamada Chondrite. Ainda tem traços de pyroxene, olivine, trolite, kamacite e taenite. - A idade estimada foi de 4.5Bi de anos antes de entrar na atmosfera terrestre. Físico da NASA calculou seu tamanho em 17m e 10.000ton, veio para a Terra a 64.374km/h, se rompeu entre 19.3 e 24.1km e a energia liberada foi de 470kilotons de TNT. O maior fragmento descoberto até agora pesava 9.8kg.
Astroman comentou
Ufa! Quando comecei a ler o texto do Apolo11 sobre o peso do meteoro achei que pudesse ter dado alguma mancada. :-)
Administrador comentou
É... esses números são chatos mesmo, ainda mais que as calculadoras científicas cismam em colocar pontos nas casas dos milhares. Sem óculos, vírgula vira ponto, aí já viu!
Administrador comentou
Outro dia, o próprio chefe para objetos menores da Nasa, Donald Yeomans, também disse brincando em uma entrevista: "... isso se os pontos decimais estiverem no lugar certo". Pior ainda quando se trata de converter joules para energia em TNT equivalente... Tem que rezar pra não errar! :-)
Kelvi comentou
é isso mesmo? Calculei como uma esfera só para ter uma idéia da densidade e deu 3,88 T/m3 ou 3,88 g/cm3... é um pouco mais denso que uma pedra... deve ter pouco metal nela (a densidade dos metais costuma ser maior que 5 kg/cm3, a do ferro é 8)
Kelvi comentou
ops... onde falei 5kg/cm3 leia 5g/cm3
Administrador comentou
É isso mesmo. Foram encontrados 10% de ferro.


    6
Administrador      
Olá pessoal. Se já não bastava o monte de coisas no céu para 2013 e 2014, agora mais uma. O cometa 209P/Linear fará um "rasante" da Terra e vai passar a apenas 8 milhões de km em 29 de maio de 2014. Estão preparados?
rone abbad comentou
no dia do meu aniversario, ja tenho um presente, valeu administrador!!!
comentou
Ele vai cruzar a órbita solar da terra em duas datas: a primeira em 8 de abril de 2014 e a outra em 25 de maio de 2014, teremos a companhia durante mais de um mês com ele passando ao largo de nosso frágil planetinha.
Reginaldo Tirotti comentou
Desculpem a curiosidade, qual as dimenções do "pedregulho"?
Astroman comentou
Júpiter entrou de férias? :-)
Fabiano Gomes comentou
Bom dia a todos! Vai ser visível em todo território brasileiro?
Administrador comentou
Olá Fabiano, só com telescópios de grande abertura.
Fabiano Gomes comentou
Que pena, não lembrei desse pequeno detalhe rsrsr Obrigado Rogério.


    7
Lailton      
Boa noite pessoal, alguém confirma a informação sobre um tornado em Linense? Tem até vídeo.
ReGeNeR comentou
Eu li que ocorreu um tornado em Limeira, está noticiado no G1.
Astroman comentou
Tem pelo menos uns 3 vídeos já.
KZ2305 comentou
Linense é o clube ou o quem nasce em Lins (esse é o nome correto da cidade, hehe) Fiquei sabendo agora sobre esse negócio do tornado :s
Lailton comentou
Rsrs, não sabia. Achei estranho já que achei a notícia um pouco escondida sendo que nunca ouvi relatos sobre tornados por aqui.


    8
Wanderson Psico      
Só agora eu entendi e resolvi compartilhar. Estou estudando astronomia, especificamente as montagens dos telescópios. Existem duas: Equatorial (EQ) e Altazimutal (AZ). Fazendo uma analogia, nossa cabeça está montada em AZ, ou seja, nosso pescoço sempre apontado para o meio do céu, porém nossos olhos ascende no sentido horizonte e meio do céu, dependendo da necessidade. No caso de uma montagem EQ, é como se estivessemos deitado sobre uma cama e olhando para o nascer do sol, por exemplo, e a medida que necessitasse, giraríamos nosso corpo para ascender para o meio do céu, ou seja, nosso pescoço estaria apontanto sempre para o Norte celeste, ao invés do meio do céu, como na AZ. Estou certo?
MarcoAG comentou
Analogia interessante, correto!
MarcoAG comentou
E com sistema goto inteligente!



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020
Política de Privacidade