Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
jvcastro      
Observei um bólido muito grande nesta noite. O maior da minha vida. Estou no bairro do Grajaú, Rio de Janeiro - latidude: - 22,93 graus - longitude: - 43,26 graus. Hora: 00:27 do dia 08/02/2016. Direção: da direita acima para a esquerda abaixo. Verde muito intenso com possíveis fragmentos, estes se aproximando da cor vermelha. Explosão pouco acima da constelação do Caçador, sem ruídos. Obeservação em direção oeste aproximadamente. Fiz o relato no site fireballs.imo.net
jvcastro comentou
Corrigindo: Observação em direção oeste aproximadamente.
Administrador comentou
Excelente testemunho, Jvcastro. Muito obrigado!
Administrador comentou
Possível trajeto do bólido observado sobre o Rio de Janeiro, em 08 de fevereiro de 2016.
Administrador comentou
Olá pessoal! A BRAMON (Rede Brasileira de Observadores de Meteoros) conseguiu registrar com suas câmeras a passagem do objeto a partir de suas estações de observação em Belo Horizonte (MG, administradora Alcione Anunciação Caetano) e Araruama ( RJ - administrador Erick Couto).Agradecemos ao pesquisador Carlos Apodman Bella, da BRAMON, que enviou ao Apolo11/Painel Global a análise da passagem do meteoro. Na análise, Bella fala sobre a massa, velocidade e características do evento.Segue abaixo o release enviado pela BRAMON. Muito obrigado."Na noite do dia 08/02/2015 um brilhante meteoro foi visto cruzando os céus do RJ.A BRAMON recebeu relatos de avistamentos de testemunhas no Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo.Segundo os relatos o fireball possuia cor verde e brilhou tanto quanto o planeta Vênus terminando sua trajetória no céu com uma explosão.A partir dos cálculos executados sobre os registros foi possível determinar que o meteoro não possuiu associação com nenhuma chuva de meteoros conhecida, sendo assim denominado um meteoro esporádico. Sua trajetória o levou a cruzar o céu entre São Cristovão (MG) e Quatis (RJ), ou seja, cruzou cerca de 56km na atmosfera em 1,5 segundos o que nos dá uma velocidade de 115200 km/h !A massa calculada para o meteoro foi de aproximadamente 2kg, porém não houve chance da ocorrência de queda de fragmentos em solo (meteoritos) pois a fragmentação completa do objeto ocorreu a uma altitude muito elevada, 54km, o meteoro literalmente virou pó. Fevereiro é um mês conhecido como a "Temporada de Fireballs", ou seja a ocorrência, em todo mundo, de meteoros muito luminosos e portanto de massa elevada. Poucos desses objetos no entanto possuem massa e resistência suficientes ao vôo atmosférico abrasador para que fragmentos possam atingir o solo, porém isso pode ocorrer." Caso tenha observado um meteoro luminoso entre em contato com a BRAMON e nos envie sua observação, ela é valiosa para o auxílio da pesquisa desses objetos na atmosfera e até mesmo para localização de meteoritos que possam eventualmente ter atingido o solo: Contatos: - bramon@bramonmeteor.org - bramonmeteor.org/bramon/ Crédito da imagem: Alcione Caetano, Belo Horizonte.
Administrador comentou
Nova imagem, registrada pela estação de Erick Couto, em Araruama, RJ.
Administrador comentou
Eis o vídeo do meteoro, registrado pelas câmeras da Bramon no Rio de Janeiro e Belo Horizonte, nos primeiros minutos do dia 08 de fevereiro de 2016. Excelentes registros!
Link

Rejaine Monteiro comentou
Fantástico!!
Léo Galvão comentou
Hoje avistei um, mas era menor do que esse bólido avistado em MG,RJ e SP, avistei aqui em Maceió-AL, às 22:40, horário de Brasília.



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020
Política de Privacidade