Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Dione Moraes      
Com relação ao comentário de Phellipef, no post 114, o Tufão “Noru” chegou, nesta segunda-feira, (07/08) enfraquecido no município de Aki, localizado na província de Mocho, centro-sul do Japão, mas, ainda assim, com energia suficiente para causar estrago Oondas gigantes de 20 metros de altura, atingiram a região do porto. Em todo o país, mais de 400 voos foram cancelados devido ao mau tempo. No domingo (06/08), o tufão provocou estragos na ilha de Shikoku, no sul do país, onde casas foram destelhadas e rodovias ficaram completamente alagadas. Duas pessoas morreram e outras 12 ficaram feridas. A Agência Meteorológica do Japão (JMA) emitiu alerta para o lento deslocamento da tempestade, em direção ao norte do país, razão pela qual, emitiu alerta vermelho para a possibilidade de precipitação superior a 500 milímetros em apenas 24 horas, até o final da noite da terça-feira (08/08).
Dione Moraes comentou
Mais imagens dos danos causados pelo tufão Motu.
Dione Moraes comentou
Imagem em alta definição, enviada pela Estação Espacial Internacional (ISS), mostra o tufão avançando pelo território japonês nas últimas 24 horas.


    2
Henrique Kempner      
Fazia tempo que não havia terremoto forte e/ou muito forte... 08/08 13:19 6.5 MUITO FORTE China, a 36 km de Yongle Prof 10 TNT 84345.
Rejaine Monteiro comentou
O terremoto provocou pânico, feridos e danos materiais na província de Sichuan. Ainda sem relatos de vítimas fatais.
Henrique Kempner comentou
Terremoto mata mais de 100 pessoas... [Ver site]
phellipef comentou
Oficialmente 7 mortes confirmadas e 100 feridos pelo forte terremoto de M7.0 que afetou a China.
Link

phellipef comentou
O tremor ocorreu próximo de Jiuzhaigou na província de Sichuan. Há falta de energia na região, várias casas foram destruídas e houve deslizamentos de terra.
Link

Khemet comentou
Mas aquele da Rússia, 7.4 para mim foi assustador mas não provocou dano algum. Infelizmente esse da China foi desastroso!
phellipef comentou
Outro forte terremoto na China, desta vez ao norte do país. Magnitude de M6.3 e uma profundidade de 10 km. Terremoto foi sentido no Cazaquistão. Ainda sem relatos de danos ou feridos.
Khemet comentou
Alguém havia comentado ha uns meses atrás a estranha calmaria nas atividades sísmicas, mas agora... Fico assustada pelas pessoas que moram nesses países.


    3
Dione Moraes      
Forte temporal com granizo e ventos de até 106,2 km/h provoca danos em vários municípios do Rio Grande do Sul. Como consequência de uma frontogênese – processo de formação de uma frente fria – entre a Argentina e Uruguai se deu origem s uma instabilidade no tempo, na metade sul do estado do Rio Grande do Sul na madrugada desta terça-feira (08), onde tormentas severas foram registradas. Municípios contabilizaram danos ocasionados pêlo vento forte que superou os 100 km/h. Em Caçapava do Sul, no centro-sul do estado, o vento forte acompanhado de muitos raios provocou quedas de árvores e destelhamentos de prédios, de acordo com a Defesa Civil. Em Capela de Santana, diversas casas ficaram destelhadas e uma morte foi confirmads, vítima do temporal. De acordo com a Defesa Civil, um motociclista colidiu com uma árvore que caiu com o vento forte na rodovia estadual RS-240. Quaraí, no extremo sul gaúcho, que faz fronteira com o Uruguai, o vento forte arrancou telhados, derrubou árvores e postes, principalmente em comunidades rurais. Como consequência moradoras ficaram sem energia elétrica. Santa Cruz do Sul, outra cidade atingida, o vento forte destelhou prédios. No bairro Avenida, a cobertura de um estádio foi arremessada para a rua ao lado. Ninguém ficou ferido. O Corpo de Bombeiros também registrou ocorrências por destelhamentos no final da madrugada em São Gabriel. Parte do terminal rodoviário teve a cobertura danificada. Trechos de rodovias que cortam a região ficaram intransitáveis devido à queda de árvores. Árvores caíram nas áreas rurais de São Vicente do Sul, e moradores tiveram o fornecimento de energia elétrica suspenso. Em todo o estado do Rio Grande do Sul, mais de 110 mil unidades consumidoras ficaram sem energia elétrica, segundo as concessionárias. Na cidade de Sapiranga, no Vale do Sinos, a Defesa Civil informou que em torno de cinco bairros registraram residências completamente destelhadas. O vento forte ainda derrubou árvores e postes pela cidade. Estações meteorológicas automáticas mantidas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), até às 12 horas (08/08), registraram rajada máxima de vento de: 106,2 km/h em São Gabriel 98,2 km/h em Quaraí 94,6 km/h em Caçapava do Sul 94,6 km/h em São Vicente do Sul 86,0 km/h em Santana do Livramento
Dione Moraes comentou
Mais imagens dos danos causados pelo temporal em várias cidades do Rio Grande do Sul.
Dione Moraes comentou
Mais imagens . . .


    4
Dione Moraes      
Raro anticiclone passa pelo Atlântico Sul. Raro anticiclone passa pelo Atlântico Sul.  Um anticiclone de origem polar extremamente forte desloca-se pela costa da Argentina entre os dias 9 e 13 de agosto e, além de muito forte, é raro, também muito amplo vai influenciar as condições do tempo e do mar no Atlântico Sul por vários dias. Os modelos atmosféricos da Europa e dos Estados Unidos estimam que a pressão atmosférica no centro deste anticiclone pode chegar a 1048 hPa. Este é um valor de pressãoatmosférica excepcionalmente elevado e raro sobre águas do Atlântico Sul. Os ventos fortes gerados por este potente anticiclone e de um ciclone extratropical que passa pela costa da Região Sul do Brasil deixam o mar muito agitado em toda a costa leste do Brasil no período entre 10 e 14 de agosto de 2017. Fortes ressacas são esperadas nas praias do Sul e do Sudeste. A Marinha do Brasil emitiu avisos de mar muito grosso a muito alto e ventos muito fortes vão deixar a navegação perigosa nos próximos dias.  Um anticiclone de origem polar extremamente forte desloca-se pela costa da Argentina entre os dias 9 e 13 de agosto e, além de muito forte, é raro, também muito amplo vai influenciar as condições do tempo e do mar no Atlântico Sul por vários dias. Os modelos atmosféricos da Europa e dos Estados Unidos estimam que a pressão atmosférica no centro deste anticiclone pode chegar a 1048 hPa. Este é um valor de pressãoatmosférica excepcionalmente elevado e raro sobre águas do Atlântico Sul. Os ventos fortes gerados por este potente anticiclone e de um ciclone extratropical que passa pela costa da Região Sul do Brasil deixam o mar muito agitado em toda a costa leste do Brasil no período entre 10 e 14 de agosto de 2017. Fortes ressacas são esperadas nas praias do Sul e do Sudeste. A Marinha do Brasil emitiu avisos de mar muito grosso a muito alto e ventos muito fortes vão deixar a navegação perigosa nos próximos dias.
Link

Dione Moraes comentou
Video raro anticiclone. [Ver site]



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020
Política de Privacidade