Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Sousa      
Já agora deixo uma pergunta e umas informações: 1º a pergunta: Vi num "site" que o cometa ISON mudou a sua rota e vai passar a apenas uns 15000 mil kilometros da terra (sei que deve ser mentira mas prontos gostava de saber na mesma se houve algum desvio de rota) Informações: Calor em Portugal continental para os próximos dias, as temperaturas vão surpreender em pleno Outono/Inverno as mesmas irão ultrapassar em certos sítios mais de 34º . Alerta amarelo derivado a Chuva para os açores- Depois das ilhas terem sido ameaçadas por uma tempestade tropical a mesma vai descarregar para hoje e amanhã sobretudo no grupo ocidental e central.
Administrador comentou
Olá Souza. ISON não mudou de rota e segue fielmente a trajetória natural prevista pelas leis de Kepler. :-)
tavinho comentou
Nova imagem do ison [Ver site]
Anônimo comentou
Rogério vou aproveitar seu cometário sobre Kepler. Tem muita gente perguntado o que vai acontecer como o ISON depois que ele passou por Marte e se ele pode mudar sua trajetória e até colidir com a Terra, ou coisa parecida, o que eu considero nornal esse tipo de pergunta levando em conta algumas informações equivocadas que aperecem na WEB sobre esse asunto. Os cometas são um bom exemplo de objetos em nosso sistema solar que podem ter órbitas muito elípticas, e como tu disse basta comhecer os fundamentos das leis de Keplere e a complexa elegancia da mecanica celeste e entender todo esse processo. Um vídeo muito bom com uma aula do prof. David L. Goodstein da Caltech pode esclarecer em parte essa duvidas, mas sempre lembrando a enorme contribuição de um sujeito chamado Isaac Newton...!
Administrador comentou
Valeu Cláudio!
Rejaine Monteiro comentou
Olá Klaus, ótima dica... Falando como uma completamente leiga no assunto, particularmente acho que o que gera muita confusão sobre a trajetória do ISON (e de outros cometas) é que muitas vezes, ao lermos artigos sobre eles, nos deparamos com frases do tipo: "calma pessoal, o comenta ISON não vai se colidir com a terra ou vai passar muito distante para nos preocuparmos" enquanto que no parágrafo seguinte no mesmo texto se lê que "cometas possuem órbitas bastante instáveis, o que que não torna possível precisar exatamente o que vai acontecer com o ISON". Enfim, eu confio totalmente nas previsões e opiniões dos especialistas e estudiosos, mas por outro lado, entendo perfeitamente as dúvidas que a galera tem, pois é um assunto muito desconhecido para a maioria das pessoas. Ainda bem que temos muitas fontes confiáveis e excelentes (como Apolo11 e PG) para esclarecer as dúvidas...
Administrador comentou
Olá Rejaine. Os cometas têm "comportamentos" instáveis, mas não orbitas instáveis. Essa instabilidade de comportamento pode faze-lo perder massa, o que naturalmente interfere na forma como será atraído ou catapultado por um objeto maciço, mas uma vez determinada sua trajetória, não tem mais como muda-la, a não ser que se choque com algum objeto. O problema está no periélio, pois não se sabe como será a ação do calor sobre a massa cometária. Lembra do Elenin? Ele iniciou o contorno em torno do Sol, mas só soubemos que ele foi pulverizado depois que as imagens não mostraram mais ele no local esperado. Lembra do Lovejoy? Como tinha muito mais massa, não foi pulverizado pelo calor e seguiu exatamente a trajetória natural.
Administrador comentou
Digno de nota foi o Shoemaker-Levy, que se chocou contra Júpiter. Na ocasião, os cálculos mostravam claramente que ele seria aprisionado pelo campo gravitacional de Júpiter. E deu no que deu!
Rejaine Monteiro comentou
Ahh, agora sim, compreendi melhor sobre a instabilidade dos comentas (pensava que a instalabilidade se referia a órbita!!!) Valeu, Admin, por mais essa aula perfeita!
tavinho comentou
Perfeita Rojaine no seu comentário, a instabilidade é que nos causa apreensão. Temos em mente exemplos de sondas, como a voyager 1 e 2, que foram impulsionados na orbita de Saturno. No caso de ISON a proximidade com Marte, gera especulações de todo tipo. Obrigado Klaus pelo vídeo, muito bom para conhecermos os fundamentos das leis de Keplere. E parabéns Admin, os três exemplos citados ilustra muito bem nossa preocupação.
tavinho comentou
Correção: Voyager 1 pegou impulso na orbita de Júpiter e Saturno. Voyager 2 se impulsionou em Júpiter, Saturno, Urano e Netuno.


    2
Administrador      
Prêmio Nobel de Física vai para Peter Higgs e François Englert, por terem proposto o Bóson de Higgs, confirmado recentemente pelo LHC. Nada mais justo! [Ver site]
Anônimo comentou
Complementando a grande noticia sobre o Bóson de Higgs...Diferentes partículas subatômicas são responsáveis por dar a matéria propriedades diferentes. Uma das propriedades mais misteriosa e importante é a massa. Algumas partículas, como prótons e nêutrons, têm massa. Outros, como os fótons, não. Acredita-se que o bóson de Higgs, pode ser a partícula que dá massa à matéria. Os cientistas não estão inteiramente certo porque algumas partículas parecem não ter massa, como no caso dos fótons. O mecanismo de Higgs propõe que há um campo que permeia o Universo, o campo de Higgs. É um campo que deveria ser responsável pela gênese de massa inercial. O vídeo explica de modo muito claro o que é o Bóson de Higgs...
Raphael Cozzi comentou
Pelo que eu entendi, é correto afirmar que existem Bósons de Higgs por toda parte em todo o universo, então? Em toda a parte, interagindo o tempo todo com todo tipo de matéria
Anônimo comentou
O Boson de Higgs é uma das peças do quebra cabeças para entender a fisica de particulas e como a fisica de particulas tem relação direta com a mecanica quantica, essa histotria vai longe...!!! Raphael, para poder compreender um pouco melhor esse tema é necessario entender o basico sobre as quatro forças fundamentais do Univeso. O que existe por toda parte é o "campo" de Higgs um tipo de energia "invisival" que esta presente em todo Universo...OK
Raphael Cozzi comentou
O campo de Higgs que é formado pelos Bósons, não é isso?
Anônimo comentou
O Bóson de Higgs é uma partícula subatomica, provando a existencia dessa particula consequentemente seria provada a existencia desse "campo invisivel" que atravessa todo o Universo. Quando o Rogério disse "Nada mais justo! " É porque Peter Higgs previu a existencia dessa particula há 50 anos. A descoberta foi confirmada em julho de 2012, após dois detectadores identificarem a presença ou evidencias dessa particula, no grande colisor de Hádrons. Lembrando tambem do cientista François Englert, os dois faziam estudos do mesmo tema independentemente. É interessante tambem procurar como funciona o colisor de Hádrons ou LHC o mesmo que acelerador de particulas...OK Tem um video bem interessnate que mostra o funcionamento de um acalerador de particulas de um modo bem simples, uma maquete bem didatica....da uma olhada !


    3
Anônimo      
Pessoal se alguem esqueceu, olhe para o céu hoje por volta de 19:00 a Oeste. É mais ou menos essa imagem que veremos...A estrela Antares na constelação de Scorpius (Escorpião) com magnitude de aproximadamente 1, a Lua e os planetas Vênus, Mercúrio e Saturno!
Magdalini comentou
Sim, em Porto Alegre a visibilidade está excelente. Impressiona o tamanho de Vênus, Marte também visível.Obrigada Klaus
Anônimo comentou
Pessoal da uma olhada no marnetograma ! [Ver no Apolo11] O componente Bz tá oscilando -13.0nT a -19nT. Velovidade do vento solar ja passou de 570km/s. A escala de tempestades geomagnética do NOAA esta atualizada em nível G2 (23:00UTC).
Anônimo comentou
O componente Bz do campo magnético interplanetário (FMI) estava muito inclinado para o sul, mas agora esta mais estável entre 2nT e 4nT.
StarchildAninha comentou
Eu vi. muito lindo isso!


    4
Charles k      
Boa noite! Foto cometa ISON nas primeiras horas da manhã de hoje 08/10 em Tucson, Arizona. Foto feita pelo Telescópio Schulman.
tavinho comentou
Linda imagem do nosso visitante.


    5
Meire Ruiz      
Um bela oscilação no magnetômetro-GOES. [Ver no Apolo11]
Administrador comentou
Sim! E o índice KP está bem pronunciado!



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade