Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
everton dos santos      
Bom dia! Sobre o tremor de 6.6° desta madrugada, por enquanto não houve nenhum relato de danos.


    2
Amilton Rodrigues      
Bom dia a todos. - Espuma no Mar - Efeito curioso ocorrido no Mar da Inglaterra no último dia 30/12/2011 e não tem nada a ver com poluição humana [Ver site] (Créditos à BBC Brasil).
aurora comentou
Olá, Amilton, Olá a Todos, Bom Dia! Muito curiosa esta matéria que vc indicou, logo que vi lembrei-me do vídeo que fiz na praia do Itaguaré filmando a espuma nas ondas, mas nem postei no youtube porque havia escolhido outras (muitas!). Então fui lá nos arquivos dar uma espiada e notei que aconteceu tb no dia 30/12/2011, mas no litoral norte de SP. Bem longe do lugar que vc mostrou! E não foi poluição, isso notamos na ocasião - sem cheiros e a praia é inabitada, numa região em que a qualidade da água do mar é boa. Certamente tb são algas. Abraços!
Matheus Pamplona comentou
Já vi isto várias vezes em Capão da Canoa, mas aqui a poluição pode(e deve) ser um fator a se levar em consideração. Entretanto não é uma coisa comum, acontece somente de tempos em tempos. Algas ou poluição humana? Eis a questão.
aurora comentou
É, Matheus, só uma análise química pode confirmar. Como as correntes marinhas conseguem levar resíduos de esgoto humano por longas distâncias, fica sempre a dúvida em se apenas observar o fenômeno nas ondas do mar chegando na areia. Assim pensando, nenhuma praia, por mais selvagem que seja, fica livre deste tipo de poluição. E tem algas que se alimentam de resíduos de esgoto... E das sujeiras dos navios de passageiros em viagens de turismo, muito comuns nesta época do ano.
Bonafim comentou
É preciso cautela ao se afirmar que este evento é ou não ligado à poluição humana. Pois pode no local não haver resíduos }à primeira vista, mas as correntes marinhas transporta grandes quantidades de água de mesmas características, como temperatura densidade, salinidade, Ph, etc à distâncias continentais... à semelhança das massas de ar quentes, frias, úmidas e secas... Note-se o fenômeno da ressurgência que por motivos vários, tais como ventos fortes que sopram sobre o mar ou densidade entre camadas de água, levam águas mais profundas e mais frias até a superfície. Nas costas do Peru, o afloramento ou ressurgência é responsável pela subida de nutrientes que vão vão fazer afluir para o local, muitas espécies de peixes, por isso o Peru é um dos países que mais se pesca no mundo! E também a razão do litoral do Pacífico ter águas superficiais frias em qualquer época do ano. no Brasil, este fenômeno surge em menor escala em Santa Catarina e em Cabo Frio no estado do Rio, daí o nome desta cidade. Nesta região do litoral, o clima é mais seco e portanto a menor oferta de umidade propicia bem menos pluviosidade se comparado aos superúmidos litorais paulista e sul fluminense!! Portanto, pode não haver poluição no local da mancha de espuma, porém, o aumento na proliferação de algas pode ser um indicador que em algum local, há descompensação na forma de poluição. É preciso averiguar, pois! O mundo hoje não é só globalizado pela economi, mas também pela degradação ambiental!
aurora comentou
Bom Dia, Bonafim! Ótimos esclarecimentos, concordo que só olhar as ondas que chegam na areia sem uma análise do que está diluido na água pode levar a conclusões errôneas... são muitos os fatores que influenciam, como vc bem citou. Gostaria de lhe perguntar sobre os navios de turismo, sou cismada com eles. O que fazem com tantos excrementos das festanças de comes&bebes acumulados em tanques? Abraços!!
Amilton Rodrigues comentou
Aurora, interessante também o seu vídeo. Como não sou "praieiro" rs, nunca havia notado estes efeitos a não ser aqui em nossos rios metropolitanos. Matheus se este for um caso de poluição causada pelo homem, há de se fazer uma denúncia séria e alertas para se reverter o quadro mas segundo o site [Ver site] em ocorrências passadas a maior parte doque se detectava em análises eram referentes a algas mesmo.
aurora comentou
Amilton, não costumo ver essa "espuma" com frequência, mesmo em praias mais perto de centros urbanos. Ressalto que não tinha cheiro e não ficou "pegajosa" em nossos pés enquanto caminhávamos por ela. Ah, o link que vc indicou em seu post abaixo não abriu,
Amilton Rodrigues comentou
Ahh, me desculpe pessoal. Percebi que postei o endereço do site com uma virgula "intrusa" a mais no final. O brigado Aurora, segue novamente aqui [Ver site] mas está em inglês.


    3
Bonafim      
Após o terrível acidente com um raio ferindo pessoas e matando uma criança no Guarujá, a combinação - fator de grande e maior incidência de raios no verão na região da Baixada Santista, mais o fato da ocupação da cidade de Guarujá por centenas de milhares de turistas nesta época lotar praticamente praias, calçadões, edifícios, hotéis, bares, estacionamentos públicos e privados, e finalmente o fator imprudência/falta de esclarecimentos, aumentam consideravelmente a probabilidade de acidentes com descargas elétricas atmosféricas... Ainda assim, as cidades da Baixada Santista, por estarem às margens do oceano, podem por vezes, em tardes de verão ficarem livres de tempestades elétricas, pelo simples fato de que a convecção pode apenas se formar na região do topo das serras (fator orográfico) e planalto (capital paulista e arredores, pela distância ao mar) e não formar-se no litoral. Até podem se formar células de tempestades elétricas no litoral, porém, por uma pequena variação, fazendo a diferenciação maior de pressão entre o mar e o continente, nuvens baixas (estratos), são advectadas do mar, disipando assim as células convectivas que poderiam causar muitos raios e chuvas torrenciais, por exemplo. Em parte, é por essa razão e porque há muitas ilhas de calor na capital e arredores, que assistimos tempestades se concretizarem nessa região e praticamente nada ou chuva irrisória no litoral... Mesmo assim, temos que no precaver, afinal pelos radares meteorológicos, pode-se saber onde há maior adensamento de células convectivas através do rastreamento das nuvens cumuliformes pesadas, mas saber exatamente onde cairão os raios, jamais. È imprevisível!!! Por isso, mesmo não se detectando visual e/ou auditivamente raios e/ou trovões, se nuvens se formam, especialmente aquelas mais escuras, saiamos da praia e do calçadão o quanto antes!!!! Não se abrigar sob árvores, em casa ficar o mais distante possível de lâmpadas e tomadas da rede elétrica, desligar o plugue de aparelhos elétricos e eletrônicos, não falar ao telefone fixo ou móvel, etc, são aqueles cuidados básicos que se deve ter em mente, no entanto, se tivermos muita necessidade de sairmos de casa, evitemos aqueles guardas-chuvas com ponta metálica... Já me perguntaram sobre carros... Quem está se locomovendo em veículos, não deve temer os raios, pois apesar de que os pneus não ofereçam nenhuma preoteção (como muitos pensavam), a carcaça metálica funciona como uma blindagem, conhecida pelos físicos e engenheiros eletricistas como "Gaiola de Faraday". O mesmo se aplica ao caso de aviões... Inclusive, só em situações quando a atmosfera é extremamente turbulenta (como na região entre Fernando de Noronha até a linha do Equador e mais ao norte e a Africa, onde cinturões de nuvens de tempestades severas são quase constantes), que descargas muito poderosas podem desestabilizar uma aeronave, como aquele avião que desapareceu sobre o Atlântico em 2009, embora o "tubo de Pitot" possa estar por trás disso também... Em anexo, uma imagem com os possíveis caminhos que um raio pode fazer ao incidir sobre o corpo humano. De acordo com a região do corpo ponde penetra o raio, pode o mesmo ser letal ou não... Mas, se atingir a cabeça, o problema drama é que sempre passa pelo coração! A tensão acumulada em um raio é de milhares de volts, mas uma corrente elétrica de apenas 1 A (um ampére), é mais que suficiente para causa a morte do atingido por uma descarga elétrica atmosférica!!
aurora comentou
Bonafim, sobre os carros... pode-se ficar dentro deles em caso de relâmpagos, mas é seguro encostar na lataria após a queda de um raio? O raio só "cai", ou pode acontecer sentido inverso?
Matheus Pamplona comentou
É seguro ficar dentro dos carros durante tempestades, entretanto não devemos tocar na lataria, porque não são os pneus que nos protegem como diz a crença popular, é na verdade a lataria. A energia é redirecionada e espalhada por toda a lataria e depois descarregada no solo. O mesmo acontece com os aviões, por isso não há problema se o mesmo for atingido por um raio. Quanto a "queda" de raios. Eles podem "cair", "subir", encontrarem-se no meio ou ser de nuvem para nuvem.
Matheus Pamplona comentou
Faltou um detalhe, o que eu disse foi basicamente a repetição do que foi dito pelo bonafim, créditos a ele. Após a queda do raio é seguro tocar na lataria, a energia é descarregada rapidamente.
Bonafim comentou
Boa tarde! Aurora, como disse o colega, os raios podem ter "rumos" diversos: "nuvem-nuvem' (na Baixada, acontece muito o atrito entre as nuvens cumuliformes de trovoadas e os estratos da circulação marinha, conforme postei há pouco, que podem dissipar ou minimizar a atividade elétrica atmosférica. Também podem subir (solo-nuvens)e aí também é importante não ficar perto ou debaixo de torres de linhas de transmissão de eletricidade ou de telefones móveis. Mas, o mais comum é a descida (nuvens-solo). Bem, não importa tanto se vão subir ou descer, o que precisa mesmo é ficar alerta! Abs...
Matheus Pamplona comentou
Aproveitando o post sobre tormentas, colocarei aqui um link que já foi colocado ontem, entretanto não deve ter sido visto por muitos pois ficou muito para baixo. Segue link. [Ver site] Sobre a noite dos tornados no RS. Fico por aqui, vou trabalhar, tenham todos uma boa noite.
aurora comentou
Matheus e Bonafim, grata pela atenção e explicações! Como diziam antigamente, "quando a cabeça não pensa, o corpo é que paga!", quando mais conhecermos sobre os fenômenos, menos riscos oferecerão, daí fica melhor apreciá-los... Obrigada, amigos,
Paulo R. Hames comentou
Bonafim, excelente artigo. Porém discordo que raios possam desestabilizar aeronaves, pois estas hoje em dia estão muito mais protegidas contra descargas atmosféricas. No passado sim isso era bem comum, como em 8 de dezembro de 1962, quando um raio atingiu um Boeing 707 da Pan Am sobre Elkton, estado de Maryland. Inclusive isso já foi dito por um especialista em meteorologia aeronáutica. O caso de 2009 é muito provável que tenha sido as "tesouras de vento" dentro da nuvem Cumulunimbos.
Bonafim comentou
Explorando um pouco mais o tema, choques elétricos em alta frequência, produzem campos magnéticos de alta intensidade que por sua vez, induzem correntes elétricas que aquecem em demasia corpos de metal. Pessoas que trabalham com microondas (ondas eletromagnéticas de alta frequência), não devem usar materiais metálicos, pois seu aquecimento produz queimaduras, por vezes, graves! Mas, em altas frequências, as correntes elétricas tendem a percorrer trajetos mais superficiais nos condutores elétricos. Este é o efeito "Skin" (pele, em inglês). Como o trajeto é superficial, os órgãos internos e músculos como o coração, estão livres desse efeito. Portanto, os efeitos dos choques elétricos podem variar de acordo com a frequência...
Sel comentou
Boa tarde RG´s! Bonafim, grata pelo post, Fabio, deixo um link de um vôo acidentado por raio, abçs :) [Ver site]
Bonafim comentou
Grato Paulo, Aurora e Sel. Paulo, concordo que no quesito segurança e proteção contra raios, houve avanços para as atuais aeronaves, mas lembro que a região que o boeing de 2009 atravessou (ou tentou)é nada mais, nada menos do que a ZCIT (Zona de Convergência Intertropical), cinturão de nuvens cumuliformes ao redor do globo na altura do equador), porção da atmosfera extremamente turbulenta. Também, alie-se a isto, o fato de que o tema raios ainda guarda muitos mistérios aos físicos atmosféricos!
Amilton Rodrigues comentou
Apenas enriquecendo mais este post, segue um video de um avião sendo atingido por um raio [Ver site]
+marcos+ comentou
Amilton Rodrigues no video qui você deixou o raio aparece quando o video chega em 38 segundos de duração!!!


    4
FAbiano      
BOA TARDE A TODOS, OS NOSSOS IRMÃOS HAITIANOS, NÃO SE RECUPERARAM QUASE NADA DO TERREMOTO QUE SE ABATEU SOBRE AQUELA REGIÃO, A MAIORIA VIVENDO DENTRO DE BARRACAS E VIVENDO RESTOS, TRISTE A SITUAÇÃO DELES, O QUE PODE SER FEITO PELAS NAÇÕES PARA PODER ALIVIAR ESSE SOFRIMENTO?. PODEREMOS SEGUIR EM FRENTE SE PREOCUPANDO COM ASSUNTOS QUE NÃO SÃO INTERESSANTES, QUANTO DINHEIRO SENDO INVESTIDO EM DIVERSÃO, EM ASSUNTOS QUE PODERIAM FICAR PARA 5 PLANO, FICO COM AS MÃOS ATADAS DIANTE DE TANTA INDIFERENTE. [Ver site] , O LINK TEM UM VÍDEO BEM EXPLICATIVO DESSA SITUAÇÃO.
FAbiano comentou
OPS, FICO DE MÃOS ATADAS COM TANTA INDIFERENÇA.
Administrador comentou
Olá Fabiano. Você tem razão. No entanto, esperar sempre que o governo ou os outros façam alguma coisa é uma posição bastante cômoda. Você não precisa deles para ajudar. E nem precisa ser os haitianos, que estão longe. Os desabrigados pela chuva de Minas estão precisando de muitas coisas. Que tal pegar uma roupa ou um sapato que não lhe serve mais e entregar na Defesa Civil da sua cidade? Aí sim, o velho discurso sai do papel e se torna uma ação concreta e eficaz. Sem culpar "os outros" ou "o governo"!
Joai comentou
concordo com vc Fabiano e tb com o ADM, soma-se ao Haiti (Eritréia, Somália etc etc), bem pertinho temos a questão catastrófica na região de Nova Friburgo, pergunto? mudou muito? foi corrigido os problemas? ... Acredite! os recursos não chegam ao destino como deverião, no caso do Haiti foi enviado muito dinheiro e o gato comeu...
FAbiano comentou
já doei alimentos sim. :)


    5
Fabrício Oliveira Carvalho      
Boa tarde a todos.Uma foto da lua ontem:
Fabrício Oliveira Carvalho comentou
Uma de Júpiter:
Matheus Pamplona comentou
Essa de Júpiter é como fica a lua no meu celular. :)
+marcos+ comentou
bonita lua fabrício!
Fabrício Oliveira Carvalho comentou
Obrigado Marcos.


    6
Administrador      
Não percam! Passagem visível do telescópio espacial Hubble hoje próximo às 20h30. Em São Paulo, a passagem vai das 20h25 até 20h39, com a máxima altitude às 20h32. Consultem o Satview: [Ver site] Máquinas a postos!
Arlindo comentou
Olá amigos. Alem do Hubble, como indicou o Rogério, tambem a ISS estará passando pela Região Centro Oeste (MS)em direção ao Rio Grande do Sul. Será visvel em boa parte da região Sudeste tambem. A partir das 21,14 hs


    7
Marcos Passetti      
ola amigos...Minas Gerais continuara com chuvas por mais dois dias, depois deve ter uma breve trégua,é o que indicam os medelos numéricos [Ver site] ...porem no momento chove em grande parte do estado como mostra imagem de satelite...
Marcos Passetti comentou
estou saindo de viagem, por isso vou ficar uma semana sem acionar o radar...abçs a todos
Sel comentou
Marcos boa viagem!
Sandra Silva comentou
Olá Marcos. Uma ótima viagem, fará falta por aqui. Estava atualizando as notícias e vi que as chuvas no sudeste. Em resumo: Aumentou para oito o número de vítimas fatais devido as chuvas depois de deslizamento que soterrou pelo menos oito casas no distrito de Jamaparé, em Sapucaia Estado do Rio de Janeiro. São mais de nove cidades no Norte e Nordeste do Estado do Rio que estão em alerta máximo, mais de 13 mil pessoas tiveram que deixar suas casa até a noite de domingo, 10.759 estavam desalojadas e 3.980 desabrigadas. No Espírito Santo, 25 municípios foram afetados sendo que sete deles estão em estado de emergência. São 707 pessoas desabrigadas e 5.996 desalojadas e 101 feridas. Em Minas sãao 104 municípios em Estado de emergência e o número de pessoas afetadas ultrapassa os 2 milhões, estando 14.115 desabrigadas e desalojadas.
mary comentou
Boa viagem Marcos! Tbm estou viajando...rs


    8
Júnior Gonçalves      
Depois de uma tarde toda de sol forte e calor..Agora às 18:50 uma grande formação de Cumulus nimbos na regiao sudoeste de Campo Grande MS..veja a foto--->
Júnior Gonçalves comentou
Agora chuva moderada em Campo Grande MS...Depois que a instabilidade atingiu toda a cidade com ventos moderados..Boa Noite!!


    9
Sandra Silva      
Boa noite!!! Ontem o céu chamou de novo a atenção por aqui na Baixada Santista. Dessa vez não foram os raios, mas a formação de uma tromba d'água no início da noite de domingo, aqui em Santos. A formação assustou muita gente, porém, do mesmo jeito rápido que se formou também sumiu. Não encontrei imagens no youtube, só em um jornal de TV local, então é o que vou inserir por serem imagens muito interessantes. [Ver site] Quanto ao tempo, hoje foi do tipo indeciso, horas um pouco de sol, depois chuva e foi variando até agora a noite quando temos apenas um céu nublado e temperatura agradável de 24ºC, munida de uma umidade de 83%.
Thiago comentou
Olá Sandra! Parece que estamos tendo tornados pelo Brasil com essas alterações climáticas, mas as condições climáticas brasileiras, clima predominantemente Tropical, parecem evitar não só uma formação completa, mas também impedir um aumento na força dos ventos. Estava em Dezembro de 2011 na cidade de Ibimirim, sertão Pernambucano, e testemunhei a quase formação de um tornado, estava num sítio e de repente vi as folhas que estavam no chão subirem em forma circular com a passagem de um vento que talvez fosse um "mini tornado"!
Paulo R. Hames comentou
Thiago, tornados sempre existiram no Brasil. Inclusive há relatos de um tornado destrutivo em Canoinhas-SC no ano de 1928. A diferença é que hoje a mídia é mais ampla, a população cresceu e a tecnologia fez com que várias pessoas tivessem suas próprias câmeras digitais e celulares para registrar os tornados,trombas d'água e nuvens funis. O Sul do Brasil está no segundo maior corredor de tornados do mundo, perdendo apenas para o meio-oeste dos EUA. Isso não é especulação, mas sim um trabalho liderado pelo cientista Harold Brooks
Sandra Silva comentou
Exatamente, Paulo. Aqui em Santos o povo sempre conta histórias sobre trombas d'Água, o problema é que acaba ficando como folclore por não ter imagens. Essa foi uma das poucas resgistradas.


    10
Meg      
Olá Aqui em Salto, aparecimento de nuvens mammatus. O céu ficou vermelho, assustador, mas maravilhoso. Encontrei um vídeo legal no You tube sobre essas nuvens. [Ver site] E vai a foto de Salto
Marcelo - Japao comentou
Legal essa foto.
Matheus Pamplona comentou
Sobre núvens de tempestade, aqui ficam dois links. Este sobre a neve em uma cidade do Alaska, esta bem ao lado. É até engraçado, pois as pessoas parecem levar tudo isso numa boa, até brincam com a "desgraça" [Ver site] mas muitos não olham. Além do link um video. Este outro [Ver site] é um link que eu ja postei, mas ficou muito para baixo e provavelmente poucos viram. é sobre a noite dos tornados no RS. Este não tem nenhuma graça.
Matheus Pamplona comentou
Saiu meio confuso, as coisas ficaram fora de ordem. (ESTA BEM AO LADO MAS MUITOS NÃO OLHAM)-lado esquerdo, no twitters em ação.
mary comentou
Oi Matheus....sobre o Alasca, eu acho que as pessoas na verdade náo acham desgrac,a tanta neve.... tem seus transtornos, mas convivem com isso... assim como aqui na Grécia nas regióes mais frias que tivemos esse ano. Muita neve, muito carro * soterrado* de manhá pela neve e alguns deslizando ( usamos corrente nos pneus)... Porém, exatamente por causa disso o turismo nas montanhas aumenta e muita gente vai para ver neve...idem eu...rs! abraços a todos do RG!
Matheus Pamplona comentou
Realmente eles são obrigados a viver com isso. A neve é algo comum. Entretanto no Alasca o inverno afasta os turistas, la a temporada de turismo é no verão quando as temperaturas são mais suportáveis para quem não está acostumado com temperaturas tão baixas. Ontem por exemplo em Anchorage chegou a -29°C segundo meus amigos que lá moram, é realmente muito frio, não concorda?
mary comentou
é sim Matheus...rs! Só com hotel de gelo mesmo para atrair os mais excêntricos...rs A Patagônia Argentina e Chilena tbm... alta temporada só no *veráo* rodeados de neve...:)
Amilton Rodrigues comentou
Queria saber oq é sentir -29. Não consigo nem imaginar como o corpo do ser humano se comportaria. Imagina você sair na varanda com um copo de água a esta temperatura e ela se congelar em minutos. Deve ser coisa de louco :)



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade