Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Rejaine Monteiro      
Ola pessoal. Tivemos alguns terremotos fortes na cordilheira meso-atlântica hoje (o mais forte de 6.9 até o momento). Isso requer alguma atenção especial? Pergunto pois, não custa nada lembrar, já temos uma erupção vulcânica na Islândia ativa a menos 5 meses e que também já conta com grande atividade sísmica.
Lab comentou
Rejaine eu também gostaria de mais esclarecimento sobre isso..
João DS comentou
Sem risco de tsunami, pelo que já li estas placas da cordilheira meso-atlântica se afastam e isso não propicia a formação de tsunamis [Ver site]
Janeoliveira comentou
por que o terremoto da Rússia desapareceu em outros sites Tb deu mas logo desapareceu???????
Rejaine Monteiro comentou
Ola Joao, tudo bem? Meu questionamento não era sobre a formação de tsunamis, mas sim sobre os sismos em si, pelo fato de estarem ocorrendo na cordilheira meso-atlantica (minha preocupação é a região do vulcão Bardarbunga, que ha 5 meses tem erupção persistente e atividade sísmica intensa) Não entendo muitos sobre essas questões, mas fico imagino se tudo poderia estar "interligado" de alguma forma e descandear uma erupção de grandes proporções na região (ou melhor, ainda maior do que já está ocorrendo) Por exemplo, não sei se a origem do magma que está correndo em Holuhraun poderia ter origem nas profundezas do meso-atlantica (posso estar falando besteira, eu sei... mas tive essa curiosidade)
Lab comentou
E também temos o vulcão das ilhas Canarias e gostaria de saber como ele está, este terremoto também faz parte da placa em que ele se encontra.
João DS comentou
Olá Rejane!!! pela distancia consideravel, vista pelo mapa eu acredito que nada deve afetar aquela região dos vulcões da islândia o mesmo com as ilhas canárias pois a distancia é bem grande, creio que seja o mesmo que acontecer um terremoto no Chile e aqui no Brasil nem ser "sentido/notado"
Rejaine Monteiro comentou
Oi Joao, concordo. Pela distância não daria mesmo para 'sentir' o tremor. Mas não era disso que estou falando, talvez tenha me expressado mal. Pelo que entendi, a dorsal meso-atlantica se estende desde o Atlântico e a Islandia está bem no meio do caminho. Claro que o local do tremor está bem distante e não daria para ser notado por lá. Mas essa 'rachadura' é gigantesca e como passa bem por ali, fiquei imaginando até que ponto sua movimentação poderia influenciar (talvez a longo prazo) na atual erupção da fissura em Holuhraun (que parece estar bem no caminho da dorsal meso-atLantica)
Rejaine Monteiro comentou
Foto: dorsal meso-atlântica
Rejaine Monteiro comentou
Foto: erupção de fissura vulcânica em Holuhraun na Islândia (essa erupção está ativa desde o final de agosto de 2014 e se mantém com alta atividade sísmica desde então)



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade