Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Elisabeth53      
Bom Dia a todos do PG , uma típica manhã de outono aqui em Sampa-Zona Norte!


    2
MiguelPortugal      
Bom dia a todos os internautas do painel Global


    3
Davidson      
Bom dia painel nossa que saudades


    4
Davidson      
Bom dia painel nossa que saudades


    5
paranamarcelo      
Bola de fogo no céu da Argentina era meteoro: Astrônomos argentinos confirmaram à imprensa local que a bola de fogo vista no céu do norte do país na madrugada de domingo (21) era um meteoro. Além do clarão, o fenômeno provocou um forte barulho e até pequenos tremores nas províncias de Santiago del Estero, Chaco, Salta, Córdoba, Tucumán e Catamarca.
Lucas-Oliveira comentou
Terremos grandes são sempre precedidos de terremotos pequenos, pré abalos...será que essa incidência de meteoros prediz algo maior? Afinal, estamos no espaço, ou é somente devido ao avanço tecnológico que nos permite ver o que antes não era possível?!
Administrador comentou
Olá Lucas, terremotos grandes quase nunca são precedidos de abalos menores (foreshocks). Isso pode acontecer, mas não é regra. Antes fosse.


    6
Loyola      
No PG eu acho muito interessante o quadro acima, sobre terremotos anuais. Tento enxergar alguma relação entre o número de terremotos mais fortes e aqueles mais fracos, mas não vejo muita relação entre os números. Gostaria de parabenizar o PG pelo quadro, é muito bom.
Administrador comentou
Olá Loyola, obrigado! Estamos providenciando algumas mudanças na forma de apresentação desse e de outros dados estatísticos. Demora um pouquinho, mas sai!


    7
Fernando Oliveira      
Boa tarde, globais! Não sei se esta questão já foi levantada no radar, mas andei pesquisando em alguns sites de fora e venho apresentar uma sequência de imagens que fiz da minha casa. Eu as chamo de nuvens artificiais pois com o passar do tempo elas se expandem e se tornam literalmente nuvens. Li algo a respeito e acredito que seja uma espécie de escudo para refletir a luz do sol e atenuar o efeito de aquecimento atmosférico, embora estão falando coisas sobre envenenamento do ar a nível global (o que não faz tanto sentido sendo que é feito às claras). O que acham? Também já presenciei à noite. Abraços.
Administrador comentou
Olá Fernando, me parecem contrails normais de aviões em grande altitude. Eles realmente podem se juntar e formar nuvens muito maiores.
Fernando Oliveira comentou
Olá Rogério, não são contrails. Os contrails parecem ser condensação do ar e se dissipam na mesma velocidade da aeronave. Essas núvens artificiais se mantém por horas no céu e visivelmente descem e se expandem, como se tivessem peso.
Fabrício Oliveira Carvalho comentou
Olá Fernando, realmente se parecem bastantes com contrails. Gosto bastante de observar e fotografar aeronaves em geral, e frequentemente vejo essas trilhas de condensação.Algumas se dissipam rapidamente outras demoram até horas.Creio que a duração e a largura desses fenômenos está relacionada às condições meteorológicas como temperatura, pressão atmosférica, umidade do ar, correntes de ventos e etc. Agora durante à noite, até hoje, só vi uma trilha de condensação, creio que a luz lunar ajudou bastante para a visualização.Os contrails ocorrem devido à gotículas de água resfriadas (algo em torno de -35°C) que estão em suspensão no nível de voo da aeronave em questão, e o calor de exaustão dos motores (que pode alcançar mais de 300°C) ao chocar-se com as gotículas resfriadas na atmosfera, as condensam formando vapor de água que forma nuvens chamadas stratus quando mais baixa, ou cirrus quando em altitude elevada. Te dou uma dica para saber se se trata de contrails: Observe se nas posições em que aparecem com mais frequência tema lguma aerovia.Utilize sites de rastreio(como o FlightRadar24 por exemplo) para saber se o trafego de aeronaves sobre sua região é intenso e também para, talvez, até identificar qual aeronave produziu o contrail. Em anexo uma foto que tirei alguns meses atrás de varias trilhas de condensação aqui em Anápolis, se não me engano eram seis trilhas que desapareceram após cerca de uma ou duas horas.
KarlSteg comentou
Boa tarde Globais. Já vi estes rastros várias vezes aqui na minha cidade, poucas vezes são mais de 2, e quando são seguem um padrão: tem uma altitude de 3000 a 5000 pés, se originam no oeste e vão para leste em forma de cone =/- 30graus, sendo a parte larga do cone à oeste, não se ouve o barulho das turbinas das aeronaves. aqui não é rota de aviões, a não ser monomotores e esporadicamente de sul a norte alguns caças da base aérea de Santa Maria. Já procurei no flightradar24.com e nada visualizei. Pergunto : Quais as condições de clima/ar necessárias para que estes contrails se formem .... pois eles começam a acontecer em março/abril e se prolongam até outubro/novembro. Então rota de avião não é. Para mim isto faz parte de um dos itens, tipo não permitidos nas regras do site. Fico por aqui, pois não quero criar um flame, como se dizia nos News Groups.
Rejaine Monteiro comentou
Eu não posso palpitar muito a respeito (afinal, nem mesmo sabia que o rastro dos aviões era chamado 'contrails'... rsrs)Mas achei um excelente artigo sobre isso que o Fernando questionou no Astropt.org (procurar pelo termo 'chemtrails')
Klaus comentou
Boa tarde. Ta parecendo trilhas de condensação misturado com rastro de escape, ou alguma coisa assim. Dependendo do tamanho dos cristais de gelo na alta atmosfera essa tranformação pode durar muito tempo, dai mantendo-se por varias horas no céu....é só uma hipotese Ok. Eu concordo com a explicação do Sr. Administrador
Rejaine Monteiro comentou
Ah.. E ontem a noite também percebi esses rastros no céu em BH. Mas geralmente percebo que eles parecem persistir por mais tempo quando o tempo muda e em BH o tempo mudou essa semana (está bem frio...brrr)
Administrador comentou
Isso são contrails. Não tem nada de misterioso. Quanto ao flightradar, citado pelo Fabrício, é uma boa dica, mas muitas vezes não mostra os voos que estão acontecendo.
Astroman comentou
Os contrails mudaram bastante ao longo dos meus 47 anos de vida. Talvez a temperatura nas altitudes em que esses aviões navegam tenha diminuído ao longo desse tempo. A primeira vez que reparei em contrails que demoravam a se dissipar foi em Londres em 98/99 numa viagem no inverno europeu. No Brasil, até então, não tinha reparado.
Administrador comentou
Algumas vezes levam horas pra se dissipar. Isso quando não se deslocam lentamente, sem praticamente se "quebrarem". Nesta época até julho eles são bem comuns aqui, principalmente no período da manhã. Hoje mesmo vi um lá pelas sete horas e até tirei uma foto.
R.SIMIONI comentou
Administrador, eu também vi só que as 6:40 da manha e como estava o ceu bem limpo deu pra ver o avião!! quando cheguei aqui na empresa as 7: 10 já havia dissipado!e vejo esta rastros anos e sempre tem um avião a frente.
Fernando Oliveira comentou
Boa tarde pessoal! Olha, dei uma pesquisada e encontrei um documentário na TV Record que aborda o fenômeno aos 6:45 minutos do vídeo, mas de uma forma que talvez possa atacar as regras do fórum. Fica a critério de cada um comentar.
Tiago Henry Harder comentou
Boa Tarde Pessoal!! Segue também uma foto feita em São Bento do Sul - SC. Acho bem interessante os contrails. Abraço a todos.
KarlSteg comentou
como eu disse aí embaixo, isso pode provocar um flame e fere as regras. já chega o de domingo. tem sites aos milhares sobre este/s assunto/s.
Tiago Henry Harder comentou
Karl Steg. Acredito que se tomarmos o assunto pelo lado que é cientificamente comprovado e com o bom senso do pessoal não iremos ferir as regras. Acredito que é um assunto interessante a conhecer, e saber também o real motivo do fenômeno. Mas..... sempre é bom lembrar os mais desavisados. Abraço a todos.
Tiago Henry Harder comentou
Para quem interessar tem matéria sobre o assunto no apolo11 enviada no dia 06/05/2012. Abraço a todos.
Klaus comentou
Por favor não me entendam mal, mas pelo video publicado logo abaixo, existe uma insinuação sobre teorias conspiratórias. Se for isso eu infelizmente terei que me retirar. Meu intuito aqui é ler e escrever sobre temas puramente cientifico, não levo a serio pseudos ciencias e coisas do genero. eu espero a compreensão da administração do painel global. grato
Astroman comentou
O problema Klaus é que ninguém na verdade discute nada. Essas postagens são uma excelente oportunidade para se aprender muita coisa. Nesse caso em particular a gente pode aprender sobre as condições atmosféricas que permitem a formação de contrails e quais as variáveis que determinam sua duração. Muitas hipóteses podem ser levantadas dentro do assunto contrail sem cair em conspirações e se mantendo dentro das regras. O problema é que fica todo mundo defendendo seu ponto de vista sem apresentar argumentos contra ou a favor do que foi colocado. Aí fica difícil...
Administrador comentou
O Klaus tem toda a razão. O vídeo fere diversas regras de postagem e será retirado. Nós não vamos publicar mais esse material aqui no site. Espero que todos entendam. Aliás, estamos produzindo um texto explícito para aceitação das regras em que os participantes precisarão clicar para aceitar os têrmos. Parece que mesmo claras, as regras ainda não foram lidas ou compreendidas. Obrigado!
Administrador comentou
O Astroman está coberto de razão. Nem precisaria publicar qualquer vídeo de Haarp. Bastaria evoluir na questão técnica, mesmo que as pessoas não saibam o mínimo de química ou física, que alías é um requisito básico para discutir contrails. Sem esses conhecimentos básicos que se aprende na escola, um assunto totalmente técnico acaba virando uma discussão filosófica.
Klaus comentou
Ótimo, eu fico grato pela compreesão, então vamos nos ater aos temas que realmente fazem sentido, a ciencia com argumentação e fatos. Eu quero agradecer ao Sr. Administrador e aos membros do Painel global, afinl de contas sou novo por aqui e não me senti muito bem em fazer esse tipo de critica.


    8
Dione Moraes      
Boa tarde pessoal. Em Novo Hamburgo-RS, Dia belíssimo, céu de brigadeiro, porém, o tempo seco, interfere na qualidade do ar. Semana será de noites frias e dias ensolarados. Neblina e sol devem permanecer na região, com temperatura agradável, máxima 25°, mínima 15º.


    9
Nori      
Olá: O sol está um pouco "nervoso" hoje.
KarlSteg comentou
Olá Nori. Você quer dizer "pouco nervoso". só tem 4 regiões ativas pelo solarmonitor.org e 3 visíveis pelo spaceweather.com. acho bem calminho..
Astroman comentou
Calmiiinho, calminho, não me parece. Já vi mais calmo ao longo de 1 dia. A 1726 parece ter potencial. Fiquemos de olho...
Nori comentou
Índice Kp começa subir. Sabem como é: Buracos coronais, três flares em direção à Mecúrio, É isso. Escrever pouco. Achei o sol um pouco nervoso,
Nori comentou
Agora o magnetômetro começa abrir e "dançar".


    10
Paschoal      
Porto Alegre, dia agradabilissimo.


    11
R.SIMIONI      
Olá alguém aqui do radar viu o vídeo da NASA, Sobre os dez anos das sondas? acabei de ver e é simplesmente fantastico!!como baxei o programa JHelioviewer e acompanho diaramente aqui no radar , valeu a pena ver as imagens anteriores num pequeno filme!!
Dione Moraes comentou
Olá R.Simione. O que tomei conhecimento foi sobre o seguine: NASA divulga melhores imagens dos últimos três anos de monitoramento das atividades do sol, através do seu Observatório Solar Dinâmico (SDO, na sigla em inglês, para avaliar o crescimento das atividades. Eis o vídeo:
R.SIMIONI comentou
sim Dione Moraes,você está correta, foi falha minha,mesmo assim um video espetacular!!que deveria ser visto por mais pessoas!


    12
Rejaine Monteiro      
Uhuuuu... Desculpe pessoal, não pude conter a empolgação... Conseguir ver agora a pouco meu primeiro Iridium Flare! ,o)
silvia comentou
Moro no interior de Minas, hoje o céu está limpo por aqui, tem como ver Iridium hoje
Rejaine Monteiro comentou
Oi Silvia, vc tem que pegar as coordenadas para a sua localização. No site heavens-above.com vc poderá informar sua localização e ele vai te informar os eventos do Iridium Flare (bem como para outros satélites também)
silvia comentou
Obrigada Rejaine
everton dos santos comentou
Olá Rejaine e Silvia! Aqui mesmo temos uma pagina sobre Iridium Flare. [Ver site] Amanhã e sexta tem Iridium flare em Ouro Branco.
Rejaine Monteiro comentou
Valeu Everton, informações mais que perfeitas! Silvia, também existem alguns apps para Iphone ou Android que auxiliam a alertar a passagem de satélites, como o Iridium e outros satélites, bem como para a ISS também. Eu uso o Sattrack e Iridium (ambos para Android), mas existem outras opções. O bacana é a possibilidade de programar avisos de quando os eventos vão ocorrer, bem como auxiliar na localização dos satélites no céu.


    13
KarlSteg      
Segundo o que o Sr. Klaus explicou abaixo sobre a diferença entre manchas solares e buracos coronais, que quanto mais próximo do pico solar mais as manchas se aproximam da linha do equador, e segundo as previsões da NASA, deveríamos estar no máximo agora, mas parece que não estamos. como na figura ao lado, eu tenho a impressão que será em 2013/2014, repetindo o ciclo anterior (23), mas com bem menor intensidade do previsto a uns dois anos atrás. A própria NASA já publicou esta perspectiva à pouco tempo. Será....
Klaus comentou
Ola Karl, eu não estou atualizado com os cometários anteriores aqui no radar global, sou novo por aqui mas sempre é bom lembrar que a Nasa Science divulgou uma publicação em 01 de março a respeito das atividades solares atípicas do atual ciclo solar. Pelo menos até abril de 2013 a atividade solar é relativamente baixa. O número de manchas solares estão bem abaixo de seus valores se comparados com 2011, onde fortes erupções solares foram frequentes. Os pesqusadores falam em um duplo pico solar, um em 2013 e possivelmente, o outro em 2014. A Nasa divulgou um vídeo bem interessante (em ingles).
Klaus comentou
não to conseguindo inserir o vídeo. Vamos ver se agora da certo


    14
Klaus      
Boa noite Uma nova região de machas solares esta surgindo no disco solar. A imagem é o SDO/HMI. A alguns dias atras (farside) essa região tinha um grande acúmulo de campo magnético segundo os dados do NSO/GONG, o Global Oscillation Network Group.
KarlSteg comentou
Olá Klaus, tenho acompanhado as regiões ativas pelo solarmonitor.org e também estou acompanhando o aparecimento destas manchas, no XRT 20130422 que estão começando a ficar visíveis (farside), me parecem bem fortes. A 1726 que ainda, talvez poderia nos afetar está saindo do foco principal, provavelmente irá descarregar sua fúria em Mercúrio, como as anteriores. Vamos esperar para ver o que vem destas que estão surgindo, acho que + uns 4 dias.
Klaus comentou
Karl, voce tem razão, a AR1726 até agora fez muita propaganda e pouca ação...rs


    15
KarlSteg      
pessoal, uma ajuda. como inserir link do tipo "(ver site)". Para que endereços longos não estraguem a coluna. é pelo mesmo do Youtube....ou como ....
Klaus comentou
Boa pergunta
Sel comentou
KarlSteg, liks externos somente podem ser inseridos pelo Adm ou colaboradores do RG, abçs!
Klaus comentou
Sel, como se faz pra ser promovido...rsrsrs
Danica comentou
Klaus, é só continuar assim do jeito que começou. E iniciou muito bem. Parabéns!!
Klaus comentou
Oi Danica, grato pelas palavras, vou tentar me comportar direitinho Ok Abração
KarlSteg comentou
Obrigado pela resposta Sel., vou continuar somente colocando o domínio..
KarlSteg comentou
Danica. Com base na pergunta do Klaus, onde no post mais embaixo, em que alertei sobre um provável inicio de flame e que feria as regras, agi correto ou isto não caberia a mim ....
Danica comentou
Olha Karl, eu não sei dizer. Talvez essa resposta caiba ao ADM. De qualquer forma o proprio já respondeu aos questionamentos que você fez naquela postagem a respeito dos voos, etc. Só para deixar claro quanto ao elogio que fiz ao Klaus me referi as informações que ele já trouxe para agregar ao RG. O elogio foi nesse sentido. Em pouco tempo vejo que ele já esta colaborando com o RG com informações válidas e dá para perceber que gosta. Por isso fiz o elogio! E isso, obviamente, é só uma humilde opinião minha.
M. Ianner comentou
KarlSteg, informar algo, que tenha sido noticiado por uma fonte confiável nunca seria um erro. Aliás, ao participar do RG, praticamente isto vira uma obrigação. Divergir de posições ou opiniões de forma educada e civilizada faz parte do próprio desenvolvimento pessoal e da Ciência como um todo. As regras aqui são bem básicas e aos poucos a gente vai aprendendo sua validade e utilidade. Fora isto, não precisamos temer algum prejuízo, ok? Participo do RG a cerca de dois anos e aprendi a respeitar este espaço pela sua tremenda utilidade e pelas pessoas que participam dele.


    16
rone abbad      
terremoto de 6.4º papua nova guiné !!! sem vítimas, que assim seja!!!


    17
everton dos santos      
Olá! Uma casa foi atingida por um meteorito na noite do dia 19 em Wolcott, Connecticut. O morador da residência escutou um forte barulho e no dia seguinte, encontrou a pedra dentro de casa e o telhado furado. Os vizinhos relataram um estrondo, que chegou a balançar as janelas. Um especialista confirmou hoje que é um meteorito. Segue link da matéria com vídeo mostrando o furo no teto da residência. [Ver site]
Marcelo Fernandes comentou
Que perigo! Se acertasse o morador poderia levá-lo a óbito!
Está Escrito comentou
Boa noite Globais, um abraço a todos. Estranho este meteorito... Parece um pedaço de granito impactado, sem marcas de queimaduras de entrada na atmosfera, talvez tenha vindo com pouca velocidade. Talvez tenha se partido...
Michele comentou
Bom dia a todos! Encontrei esse teste, achei interessante para os que acharem uma "pedra suspeita"
Rejaine Monteiro comentou
Imagino que um meteorito (ainda mais deste tamanho) deva valer alguma grana (poderia resolver parte dos meus problemas... rsrs) Li uma vez que, dependendo da origem, o preço pode ser bem alto! Meteoritos lunares ou marcianos valem mais, por exemplo. Mas parece que existem uma série de outros fatores que influenciam no preço... Quanto pode valer este daí (ainda que sem análise de origem etc)? Algum chute?
Michele comentou
Administrador pode excluir meu comentário? Me esqueci que não posso inserir link externo, obrigada!.
Administrador comentou
Olá Michele, eis o seu link! [Ver site]
Agnaldoapolo11 comentou
Rogério ou Emerson, qual o preço deste meteorito ? Parece-me que aquele que caiu na Rússia está valendo uma nota "preta", a grama do meteorito para quem achar é claro!! Isso é verdade mesmo ou boato ? E neste caso o que a legislação fala ?(se é que tem legislação pra isso) O morador tem direito de ficar com a pedra ou o governo toma posse ? O morador recebe alguma indenização pelo estrago feito na casa ??
Agnaldoapolo11 comentou
Rogério ou Everton, desculpe...
Rejaine Monteiro comentou
Agora fiquei com uma dúvida: o meteoro da Argentina estima-se que tinha de 40 a 45cm e provocou uma grande luminosidade (flagrada por várias câmeras) e alguns até falam de um grande estrondo também (não sei se essas informações foram confirmadas) Mesmo um meteoro do tamanho de grão de areia já pode gerar um grande rastro no céu... Esse pedaço que caiu em Connecticut parece bem grande, mas até então não parece haver registros da sua entrada na atmosfera. Talvez Wolcott seja uma cidade muito pequena, mas será que pode acontecer isso de um meteoro/meteorito não gerar rastros?



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade