Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Nori      
É uma pena que não tenham ocupado o post 388, para todas as indagações e conclusões sobre atividades e estudos sobre o sol. Mas vamos lá, um longo caminho à percorrer.
paranamarcelo comentou
Ai Nori, sou de Cascavel-PR. Já morei aí em Toledo-PR. Quem sabe podemos trocar mais informações sobre assuntos do Painel Global.
Rejaine Monteiro comentou
Também não sei o que se trata, mas curiosa que sou pesquisei e encontrei várias imagens e vídeos com efeitos muito semelhantes ao da foto ao lado (alguns com teorias conspiracionistas, por isso nem vou citar a fonte) Em alguns casos aparecem até mais de uma fonte de luz (uma estática e outra em movimento, por exemplo) o que me leva a crer que talvez sejam mesmo luzes de aviões ou helicópteros pousando ou decolando e/ou alguma outra fonte de luz na estação, como disse o Everton.
Rejaine Monteiro comentou
Desculpe, o comentário abaixo para para o post 399


    2
Klaus      
Parece que os ventos solares provenientes do buraco coronal CH566 chegaram à Terra, mas com pouca atividade até o momento. Imagem do SDO/AIA211
Klaus comentou
A densidade do vento solar é considerda moderada em 22,0 p/cm³. O gráfico (24/abri às 08:58UTC) é da estação terrestre de Kiruna na Suécia (magnetometro).
Administrador comentou
Link para o excelente artigo do competente cientista e colega Rogério Marcon, publicado hoje no Astrophysical Journal: [Ver site]
Danica comentou
Tem que ser assinante para ver né!? :-(
Administrador comentou
Tem! :-(


    3
KarlSteg      
Bom dia. Estive agora dando uma olhada na estação Neumayer e vi esta imagem que ocorreu a 1/2 noite. Isto é o Sol??
Klaus comentou
Ola Karl, eu acho que não é o sol porque entre o equinócio de outono e o equinócio de primavera no polo sul, o que existe é somente uma longa e gelada noite de seis meses.
KarlSteg comentou
link: awi.de/NM_WebCam livemovie
KarlSteg comentou
Por isso postei, achei estranho, pois agora é 6 meses de escuridao como voce disse. quais as possibilidades ?
Klaus comentou
Vendo as imagens do link que voce mandou, fiquei na dúvida. Como estamos no primeiro mes do equinócio de outono, talvez o sol não desapareceu totalmete, como sabemos isso é bem gradual. Valeu pela a dica do link. abraço
Rejaine Monteiro comentou
Posso falar bobagem, mas pela projeção da luz (que parece sair um ponto central e vai se espalhando em direção ao solo) não pode ter origem em um helicóptero?
Klaus comentou
Karl, talvez alguem possa socorrer a gente...rs
Klaus comentou
Ola Rejaine, é provável...
everton dos santos comentou
Impossivel precisar o que é! Mas sol não é. Não sei se a estação dispõe de alguma fonte de iluminação no meio dela. Fora isso, talvez erro na imagem. A imagem mais afastada, 1 minuto depois não mostra nada!
Rejaine Monteiro comentou
Também não sei o que se trata, mas curiosa que sou pesquisei e encontrei várias imagens e vídeos com efeitos muito semelhantes ao da foto ao lado (alguns com teorias conspiracionistas, por isso nem vou citar a fonte) Em alguns casos aparecem até mais de uma fonte de luz (uma estática e outra em movimento, por exemplo) o que me leva a crer que talvez sejam mesmo luzes de aviões ou helicópteros pousando ou decolando e/ou alguma outra fonte de luz na estação, como disse o Everton.
KarlSteg comentou
É Rejaine Monteiro, também andei dando uma verificada e cheguei a mesma conclusão. Eu devia ter pesquisado mais antes de postar.. Seguido acompanho esta estação e é a primeira vez que ví isto. desculpem..:(
Fernando Oliveira comentou
Tomara que seja um helicóptero.
Julio Cesar comentou
"valeu a dica do site" realmente, pra mim este post já valeu, só por conhecer o site da Neumayer, muito legal. pensei que talvés fosse oportuno criar um topico onde as pessoas disponibilizassem sites de institutos(cientificos, claro) que costuma pesquisar, que acham? socializaríamos informações. percebo que temos pessoas muito bem informadas aqui, e muitos outros ávidos por aprender, mas que desconhecem certos caminhos ... fica a dica.
Crisdale comentou
Caro KarlSteg, quanto à dúvida sobre a foto, acredito ser o reflexo do flash sobre um balão meteorológico que costuma estar sobre uma pequena base, bem na posição em que se encontra a luz. Abraço e obrigada pelo link.


    4
KarlSteg      
olhando por outro angulo no complemento livemovieW, o sol está muito baixo para provocar esta luz.
KarlSteg comentou
desculpe, errei o comentar abaixo.


    5
Loyola      
O terremoto no Afeganistão, de 5.6, mesmo moderado, já tem 13 mortes confirmadas.


    6
Klaus      
Peço licença a todos para publicar o texto abaixo: As vezes as pessoas confundem o programa Haarp com o projeto Haarp. O programa HAARP (The High Frequency Active Auroral Research Program) não tem nada a ver como projeto HAARP que é direcionado a supostas armas geofísicas que geram especulações sensacionalistas e não científicas, diferente do programa HAARP que é financiado pela Força Aérea dos EUA , a Marinha dos EUA e a Universidade do Alasca. Sua finalidade é analisar a ionosfera e investigar o potencial para o desenvolvimento de tecnologia de melhoramento das comunicações de rádio e de vigilância. O programa HAARP opera em uma importante instalação no sub-ártico, com o nome da Estação de Pesquisa HAARP, em Gakona, Alaska. O principal objetivo do programa HAARP é a pesquisa científica básica das camadas superiores da atmosfera, isto é, o ambiente geomagnético da Terra. Não sei se estou sendo ingenuo em publicar esse texto, porque eu suponho que muitos de voces ja sabem desse fato, mas muitos internautas procuram o radar gobal para se informar e eu achei oportuno devido aos fatos, e destacar a confusão que as pessoas fazem a respeito desse tema Ok. Grato
Administrador comentou
Olá Klaus, pra mim essa info é nova. Existem dois HAARP?
everton dos santos comentou
Não existem 2 HAARP! Só existe o de estudo da ionosfera, que sempre é confundido com teste de armas!
Administrador comentou
Que eu saiba, é exatamente como o Everton disse. As pessoas confundem os testes e até falam "blue beam" para designar disparos na atmosfera e que provocariam desde terremotos e enchentes até cachumba e dor no pé!
Klaus comentou
Ola Rogerio, como disse o Everton não existem dois HAARP, mas o oprortunismo é uma coisa muito seria, eles chamam de "projeto" HAARP diferente do "programa" HAARP. A mesma coisa acontece (guardando as devidas poroporções)com a Mecanica Quantica. Oprotunistas de plantão "usam" a física quantica de modo totalmente deturpado para criar termos como "cura quantica", "terapia quantica" e coisas do genero. Recentemente aqui mesmo no RG foi postado um vídeo por um dos membros onde é mostrado uma reportagem com o psedoHAARP, se eu não me engano da TV Record. Já vi muita confusão a respeito. Abraço
Raphael Cozzi comentou
Não são duas coisas distintas. É uma coisa só. Apenas se especula as reais intenções das emissões de alta frequência dos sistemas.
Klaus comentou
De minha parte considero esse assunto encerrado, não quero alimentar polemicas desnecessarias. Grato
Dione Moraes comentou
Boa tarde pessoal. Contribuindo com este assunto. Há muito tempo circula tanto pela internet como através de revistas e jornais, matérias dando interpretação diversa, e, digamos “misteriosa” do programa HAARP. Isto se deve ao fato de que este tipo de assunto desperta a curiosidade, e por incrível que pareça, as pessoas acreditam e passam adiante. Afinal, o objetivo é justamente esse: Criar esta expectativa de que algo nefasto se esconde por trás deste e outros programas. Creio que uma boa pesquisa sobre qualquer matéria nesse sentido, trás à tona a verdade.
Gustavo Conti comentou
Taí um tema que poderia ser extremamente polêmico levando o post por divagações imensas, mas que foi discutido aqui com muito bom senso. Escrevo pouco aqui no PG, mas todos os dias dou uma passada para aprender, e ultimamente estava dificil. Parabéns ao administrador por atuar e manter este site em alto nível.
Administrador comentou
Exato Gustavo. É prazeroso ver o bom nível! :-)
Fernando Oliveira comentou
Sinceramente, a desinformação se propaga por dois motivos: pessoas de boa fé e com pouca informação, pessoas de má fé com muita informação. O programa HAARP, relativo aos estudos da ionosfera, todos conhecem. O que chamam de projeto HAARP, como arma de guerra, poucos conhecem a verdade, pois POUCOS estão dispostos a pesquisar seriamente e repassam informações não verificadas e geram o que chamam de "Conspiracionismo". A verdade é que a possibilidade de manipular o clima já existe a muito tempo, e posso citar um documento do Departamento de Defesa dos Estados Unidos de 1996 cujo nome é Weather as a Force Multiplier: Owning the Weather in 2025 (O Clima como Multiplicador de Força: Possuindo o Clima em 2025) [] que pouquíssimos conhecem e que trata da manipulação climática como arma de guerra. Poucos também tem conhecimento da tecnologia "cloud seeding" a qual se resume em semear núvens, induzindo a chuva com iodeto de prata. Isso não é conspiração, é tecnologia real que já foi testada, o "cloud seeding" inclusive durante a Operação Popeye de março de 1967 até julho de 1972, operação militar dos EUA que semeou núvens de iodeto de prata para estender a temporada de monções sobre o Vietnã do Norte, especificamente a Trilha Ho Chi Minh. A operação resultou, nas áreas específicas, em uma extensão do período de monções uma média de 30 a 45 dias. O "54th Weather Reconnaissance Squadron" (54º Esquadrão de Reconhecimento Climático) realizou a operação de "fazer lama, não a guerra". Então peço encarecidamente aos companheiros que se abstenham de publicar sobre temas dos quais não tem conhecimento. Esse tipo de atitude resulta em mais desinformação, principalmente no espaço respeitado do radar global. O estudo sério conduz os homens de gênio. O boato condiz à condição de ignorância. Abraços fraternos, seguem os links de pesquisa:
Fernando Oliveira comentou
Os links foram negados. O documento referido pode ser encontrado no site do Centro de Estratégia e Tecnologia da Força Aérea dos Estados Unidos. A informação quanto à tecnologia "cloud seding" e Operação Popeye dos E.U.A pode ser encontrada na Wikipédia. Abraços.
Rejaine Monteiro comentou
Fernando, fiquei com uma dúvida: se os EUA possuem uma arma de guerra tão avançada, capaz de dominar o clima em todo o planeta (ou seja, uma arma de destruição em massa) porque eles iriam disponibilizar um documento que comprove isso no próprio site da defesa aérea americana? Não me parece muito lógico... Esse documento que vc falou não é somente um parte de estudo acadêmico? Apenas estou perguntando, não gerando flames, por favor (sou novata e quero apenas aprender...)
Klaus comentou
Era justamente esse o meu receio...!
Fernando Oliveira comentou
Amigo Klaus, peço perdão por extender o assunto, mas acredito que não foi abordado da maneira correta e com a pesquisa necessária. Existe sim a manipulação climática como arma de guerra e recomendo que pesquise nos termos que deixei no post anterior. Rejaine, não há nada que esteja em segredo, salvo assuntos relevantes a segurança nacional, ou seja, que apresente risco à integridade da nação. Estudos científicos estão às claras justamente para serem encontrados por aqueles que pesquisam e fazem a ciência caminhar. O documento ao qual me referi mira o futuro, quanto a manipulação climática possa atuar nas guerras futuras como multiplicadora de força. Já a tecnologia "cloud seeding", que consiste em semear nuvens com iodeto de prata para provocar chuva, foi utilizada com sucesso pelos EUA na guerra do Vietnã na década de 60 e 70 contra rotas de suprimentos, mostrando-nos como é possível atuar de forma bélica com instrumentos de manipulação climática. Recomento que pesquise sobre a Operação Popeye no Vietnã para se informar quanto ao assunto. Abraços.
KarlSteg comentou
Olá Fernando. como você mencionou, imagino que o Klaus tenha pesquisado alguma coisa sobre o assunto dos contrails e HAARP e postou a sua visão profissional e técnica sobre o mesmo, isolando completamente os links que direcionavam para o assunto paralelo, então é difícil se abster de alguns assuntos, pois depende da interpretação de cada um. Um exemplo é o que ocorreu sobre os contrails, outro foi o que eu postei hoje sobre a estação Neumayer e outro foi este do Klaus. No assunto dos contrails a conversa estava se direcionando para o lado de conspiração, diferente do meu post, em que percebi aonde o post iria chegar e encerei o assunto, assim como o Klaus o fez. Muitos de nós conhecemos os dois lados, mas muitas vezes a própria conversa é tendenciosa e aí deve-se ter o bom senso de encerar.
Fernando Oliveira comentou
Sem pesquisa não há ciência. Também não há ciência nos sites dos oportunistas sensacionalistas. Pesquise em locais sérios: sites do governo, universidades.
Fernando Oliveira comentou
Olá KarlSteg, compreendo. Mas acredito que o assunto foi apresentado e tratado de forma imatura, desacreditando fatos e pesquisas reais. Não acredito ser esse o foco do radar global. Quem se aventura a pesquisar seja o que for, deve pesquisar de forma séria. Imagine um médico que não sabe diferenciar uma gripe de um resfriado?
Klaus comentou
Ola Karl, vou dar uma sugetão se é que voce já pensou nisso. É sobre a imagem que voce postou do polo sul, veja amanhã no mesmo horario e no mesmo local daquela foto, se é que possivel, ver a mesma imagem. Dai poderemos fazer uma comparação..OK Abraço
Klaus comentou
Karl, eu acho que voce entendeu. Uma comparação da foto de hoje daquela estação do polo sul com a foto que voce vai tentar achar amanhã, se for possivel. Ai poderemos descartar algumas hipoteses...Ok
KarlSteg comentou
Fernando. Não acredito que foi tratado de forma imatura, apenas não foi associado que o programa HAARP e o projeto HAARP são a mesma coisa. O sensacionalismo existe, mas também existe o lado bom e o lado ruim da ciência, cada um tem sua forma de ver e utilizar o assunto e ainda podem ser distorcidos, Santos Dumont que o diga, assim como os cientistas que conseguiram a fissão nuclear. Klaus. Como acesso seguido o site da estação Neumayer, vou fazer isso amanha. mas posso te adiantar que de acordo com a imagem, deveria estar ocorrendo uma tempestade de neve e nenhuma aeronave iria se aventurar nestas condições, nem que a estação estivesse em chamas. ps. conselho.. vamos deixar os dois assuntos quietos. :-)
Administrador comentou
Klaus, entendo seu post mas tinha certeza absoluta de que geraria polêmica. Vamos encerrar esse tópico, ok?
Klaus comentou
Rogerio, garanto que minha intenção não foi essa, muito pelo contrário, mas voce tem razão, é melhor encerrar esse tópico. Doravante irei publicar algo aqui no RG com mais cautela para evitar esse tipo de inconveniente totalmente desagradavel. Abraço
Crisdale comentou
Caro KarlSteg, quanto à dúvida sobre a foto, acredito ser o reflexo do flash sobre um balão meteorológico que costuma estar sobre uma pequena base, bem na posição em que se encontra a luz. Abraço e obrigada pelo link.
Crisdale comentou
Desculpe, o comentário abaixo é para o post 401..
Fernando Oliveira comentou
Assuntos encerrados.
Nori comentou
Parabéns Fernando!


    7
Dione Moraes      
Boa tarde globais. Flagrada mais uma queda de meteoro. Desta feita durante um show da danda Los Tekis, na cidade de Santiago Del Estero, Argentina. Um cinegrafista amador conseguiu gravar o evento.
Klaus comentou
Oi Dione, posso estar errado mas eu acho que não é um novo meteoro...!
Sel comentou
Boa tarde Dione, este vídeo foi postado dia 22/04 pelo colaborador Everton [Ver no Painel Global] (post n.4)! Uma dica é sempre fazer uma pesquisa nos posts anteriores! Eu fiz disso uma prática! Outra dia importante é que utilize a opção "comentar" sempre que o assunto referir-se ao mesmo tema, evitando a abertura de novos posts. Abraços!
Dione Moraes comentou
Obrigado Sel. Esta notícia foi divulgada hoje no Jornal NH, aqui da cidade onde moro. Infelizmente, apenas verifiquei se algo tinha sido postado hoje. Embora acompanhe postagens diariamente no RG, não vi a postagem do Everton. E nada mais procedente, afinal, o Everton, tem demonstrado estar em dia com os acontecimentos, mesmo antes de serem divulgado nos jornais. Porém, é errando que se aprende, Por outro lado, foi importante pois obtive alguma reação positiva, por parte de você.
Sel comentou
imagine Dione, estamos aqui todos aprendendo juntos todos os dias! Beijos no coração!
everton dos santos comentou
Essa já é a 3ª postagem desse video! Os posts estão descendo tão rápido que já já esse aqui não vai mais estar visivel! É bom relembrar pois foi um video impressionante!
Fernando Oliveira comentou
Eu não tinha visto este vídeo! Realmente incrível!
Sel comentou
Verdade Everton! Abçs!


    8
Dione Moraes      
Correção: "banda" Los Tekis


    9
Klaus      
É uma imagem sísmica da atividade magnética do lado do Sol não visivel da Terra (Farside). A região destacada em vermelho tem uma probabilidade de 70% ou mais de chances de aparecer do lado visível da Terra. A imagem é do NSO/GONG (06:42UTC em 24 de abril)
Klaus comentou
Duas novas regiões de manchas solares ainda não numeradas ja estão aparecendo no disco solar. Aquela regiaõ no lado não visivel do Sol (topico Farside), provavemente (não tenho certeza) é essa grande região de manchas solares a noroeste do Sol na latitude aproximada de 15°N. Imagem: SDO/HMI
KarlSteg comentou
Acho que você tem razão Klaus. Aparentemente são 2 e uma parece ser bem maior que a 1726, que prometeu e até agora não cumpriu.:-)
KarlSteg comentou
não foi a imagem, será que vai.
Klaus comentou
Pelo que eu to vendo a nova região ja foi numerada. é a 1728. Karl, observe a imagem ao lado, a região P84 que estava do lado não visivel do Sol (farside), provavelmente é essa nova região de manchas solares a noroeste do disco solar. Essa imagem de cima (farside) é de 24 de abril às 18:42UTC
Administrador comentou
teste


    10
Paschoal      
Fonte G-1 -terremoto de magnitude 5,7 sacudiu nesta quarta-feira (24) o sudeste do Afeganistão deixou ao menos 13 mortos e dezenas de feridos, anunciaram as autoridades em um novo balanço.


    11
Klaus      
A pagina NASA SCIENCE divulgou hoje (24 de abril) que o Hubble fotografou o cometa ISON no dia 10 de abril. Na época, o cometa estava a 386 milhões de quilômetros do Sol, dentro da órbita de Júpiter. Uma análise detalhada da imagem revela um forte jato de partículas de poeira. As primeiras medições sugerem que o núcleo do ISON tem aproximadamente de 5 a 6 km de diâmetro, o coma, tem aproximadamente 3.100 quilômetros. Acho que dentro de poucos meses o ISON vai poder ser observado com telescópios comuns. To aguadando. A imagem ao lado foi obtica com luz visivel. Crédito: NASA, ESA, J.-Y. Li (Planetary Science Institute), eo Hubble Comet ISON Imaging Science Equipe.
Fernando Oliveira comentou
Bela imagem Klaus! Perdão se te ofendi de alguma forma no post 404.
Klaus comentou
Ola Fernando...Sem problemas, voce é um cara inteligente e defende seus pontos de vista e isso é muito bom, continue assim. Fique tranquilo..OK Abraço


    12
Klaus      
Rogerio, não sei muito bem como são os criterios de postagem aqui no RG, eu sei que pelas logica temas relacionados deveriam ficar em uma unica postagem, mas como o assunto que quero tratar esta em um tópico la embaixo (400), é sobre uma publicação de um amigo seu, Rogério Marcon. Eu li o conteudo do site, pelo menos o contexto. Explosão solares intensa em uma frequencia de 30 THz, tem alguma relação com a radiação T ? Pelo que eu sei os modelos não previam a existência de radiação nessa faixa do espectro eletromagnético, sera que é por esse motivo que ninguém procurava atividade solar nessa faixa dos Terahertz ? Será que eu entendi bem...? Grato
Nori comentou
Poderia explicar melhor Klaus? 30 THz?
Nori comentou
Eu sei que sou um coadjuvante nesse site, que não sou o administrador e que não sou nenhum colaborador. Achei engraçado. Você falou 30 THz?
Klaus comentou
Ola Nori, a radiação T (terahertz) tem um comprimento de onda de um milímetro que vai até as ondas submilimétricas. Imagina só : um radio FM que recebe trasnmisões em frequencia modulada, por exemplo 100 MHz tem um comprimento de onda de aproximadamente 1 metro, agora tenta projetar isso para 1 decimo de milimetro ou menos. Como voce sabe temos o Hz, KHz = 1000Hz, MHz = 1 000 000 Hz, Ghz = 1 000 000 000 Hz, 1 THz = 1 000 000 000 000 Hz e por ai vai. Que tipo de radio poederia receber uma transmissão em THz, ja imaginou o tamnho da antena ?rs. Tem certs radiações que são percebidas por alguns tipo de sensores que na verdade são receptores de radio um pouco mais sofisticado. As explosões solares com emissão de raio X são percebidas por esses tipo de sensores. Esse assunto é muito extenso. Pra entender melhor voce precisa ter uma noção de comprimento de onda, frequencia, propagação de onda e espectro eletromagnético, obviamente voce ja sabe os fundamentos da ondulatória, é só se aprofundar um pouco mais, voce vai ver que é um tema fascinante Ok
Nori comentou
Desculpe! Publiquei sem querer um novo post. Klaus, pela sua colocação, o autor da publicação (amigo do administrador), diz que em explosões solares intensas isso poderia acontecer? (Por favor, apaguem o post acima)
Klaus comentou
Bom dia Nori, na verdade são explosões solares que são detectadas somente nesse comprimento de onda, não significa que são "explosões" imensas, isto é, é um tipo de atividade que existe, mas não sabiamos de sua existenca. Exemplo: tem certas atividades solares que só podemos "ver" em comprimento de onda no ultravioleta, que não podemos ver no comprimento de onda de luz visivel Ok Abraço
Administrador comentou
Olá Klaus, tem relação sim. O trabalho do Marcon (que é um dos maiores experimentadores do Brasil e talvez do mundo) é assinado em conjunto a Pierre Kaufmann, que estuda esse seguimento de radiofrequencia há anos junto à Universidade Mackenzie.
Maurício comentou
Descoberto intenso brilho infravermelho em explosão solar: inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=brilho-infravermelho-explosao-solar&id=010130130425
Klaus comentou
Ola Mauricio, é exatamente o que estavamos comentendo. Essa tua dica veio no momento certo. Valeu. Abraço
KarlSteg comentou
Olá Mauricio. Nas imagens postadas consta a hora do dia, mas saberia informar em que data estas imagens foram captadas ...
KarlSteg comentou
me antecipei, foi dia 13-03-2012.
Administrador comentou
O Obsevatório solar Bernard Lyot, descrito no texto, é o quintal da casa de Rogério Marcon!
MarceloP. comentou
Entendo dasta forma: Nas reações internas do sol temos as partículas e energia liberada por elas. As explosões solares fazem parte destas reações de um modo mais intenso. No deslocamento das partículas quando rompem seu estado de “equilíbrio atômico” tem como consequência, dados suas características eletro magnéticas específicas, a liberação de energia que pode ser detectados em vários comprimentos de onda como ondas de rádio à raios gama... Pode se ter ideia a frequência e amplitude destas ondas no gráfico em anexo. Um abraço
Klaus comentou
Rogerio, fiquei curioso sobre o Observatório Solar Bernard Lyot, não resiste e fui procurar mais informações e encontrei essa imagem:
Administrador comentou
Sem contar que a construção é dele.
Joai comentou
Boa tarde Globais! Ja que o assunto tb é o sol: EMC direcionado a Mercúrio e marte. [Ver no Apolo11]
Nori comentou
Olá Klaus! Muito agradecido pelas suas explicações.
Fernando Oliveira comentou
Klaus, quero um brinquedo desse!!


    13
Nori      
Pela sua colocação, o autor da publicação diz que em explosões solares intensas isso poderia acontecer???



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade