Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Sousa      
A ai uma teoria de conspiração que diz que o Mundo vai acabar em agosto de 2013 com um mega terramoto escala 12 é possivel haver este tipo de terramotos?
StarchildAninha comentou
Não acredite em tudo que lê! procure sempre verificar a veracidade da história. Teoria ada Conspiração? existem muitas.
Administrador comentou
Teoricamente, não existe possibilidade de uma região de falha acumular energia suficiente para provocar um megaterremoto de 10. Ao que tudo indica, 9.6 seria o limite geofísico, limitado por uma série de fatores, mas que também não foi atingido.
Anônimo comentou
Lembrando que escala Richter é uma "escala logaritmica", Isto é, um terremoto em torno de magnitude 6 é 10 vezes maior do que um terremoto de magnitude 5, ou seja, a cada aumento em magnitude representa um aumento de dez vezes na amplitude, obviamente log na base 10. Um terremoto de magnitude 7 dependendo da região faz um baita estrago e se eu não me engano o maior terremoto ja registrado foi em 1960 no Chile com magnitude de 9.5. Magnitude 12 como disse o Administrador, estaria acima dos limites geofisicos.
Administrador comentou
Também é importante lembrar que existe diferença entre energia e amplitude. Por exemplo: Um sismo de magnitude 7 produz uma amplitude nos sismógrafos 10 vezes maior que um de magnitude 6, mas a força (energia) é 33 vezes maior. Aqui dá pra entender melhor: [Ver no Apolo11]
Anônimo comentou
Bem lembrado Rogério, isso explica por que alguns terremotos são muito mais poderos do que outros. as diferenças de amplitude podem ser grandes mas as diferenças de "quantidade"energia liberadas são imensas.Existe uma formula para determinar a energia sismica liberada (em joules), tem alguma coisa a ver com area de ruptura e desloamento medio, não estou bem certo !
Sel comentou
Bom dia queridos do RG. O maior terremoto foi mesmo o do Chile em 60, de 9.5?
Anônimo comentou
Oi Sel...Fui procurar agora no USGS, o maior terremoto ja registrado foi no Chile em 22/05/1960 de magnitude 9,5 e o segundo foi no Alaska em 1964 de magnitude 9.2.
Sel comentou
obrigada Klaus!
Administrador comentou
Excelente "escadinha", Klaus! Para quem quiser calcular, 1 grama "TNT equivalente" = 4184 Joules.
Sandro Morelli comentou
Bom Dia a todos, Não Podemos esquecer também da profundidade em que ocorre o terremoto, por exemplo, um terremoto de 5.0 graus pode causar mais estragos que um de 6.0 se ocorrer em uma profundidade menor.
Administrador comentou
Bem lembrado, Sandro!
Raphael Cozzi comentou
Sousa, aonde voce leu sobre isso? Poderia informar a fonte?
olindino comentou
só se for no tibet
Administrador comentou
Raphael, não existe fonte disso. É mais uma, entre tantas estultices publicadas em blogs que querem "causar". :-)
Sousa comentou
Ok muito Obrigado, a "fonte" foi um blog que encontrei por acaso ! :) abraços a todos pela a explicação.


    2
     
Ouvi dizer que o máximo solar alcança seu ápice em 2015, e que o envio deste artefato que foi lançado pela Nasa já sobe com a intenção de nos aparelhar para prever estas tempestades que virão.
Administrador comentou
Acredito que estamos no máximo solar. Fraco, mas estamos. Pode ser que tenhamos alguns espirros mais fortes ainda este ano. Quanto ao IRIS, já está em construção há mais de 6 anos e o objetivo dele é o estudo da baixa atmosfera e com os dados coletados, não há dúvida de que será possível entender melhor as tempestades solares. São diversas pesquisas que foram apresentadas e aprovadas para serem feitas, caso contrário o projeto nem sairia do papel. :-)


    3
Sandra N      
Boa noite, acompanho o site todos os dias, e tenho observado que o Sismômetro em São Paulo, não funciona direito ou não efetua a medição com confiança. Pq? não existe outro que possamos confiar?
Administrador comentou
Trabalhando 24 horas por dia há quase 3 anos, algumas vezes o computador trava. Inclusive já está programado a sua substiuição. No entanto, o que a faz crer que ele não efetua a medição com confiança? :-)
Administrador comentou
Aqui tem alguns sismografos brasileiros. Experimente: [Ver no Apolo11]
Lab comentou
Quando começar a ter terremotos em São Paulo o sismógrafo vai mostrar que funciona legal, por sorte não temos terremotos..
Anônimo comentou
E por falar em sismografo, o sismograma da estação Apolo ll acusou uma pequena oscilação às 10:30UTC.


    4
Lab      
(obsis) Observatório Sismológico da Unb, Universidade de Brasilia instituto Geociências.
Lab comentou
Desculpe administrador era para comentar e não abrir novo post, pode deletar.


    5
M. Ianner      
Boa Noite a todos os amigos do RG Por motivo profissional não tenho postado aqui, embora sempre tenha encontrado um tempinho para checar o PG pelo menos duas vezes ao dia. Espero que a partir da próxima semana a coisa normalize. Vou deixar um post aqui sobre a questão da radioatividade nos oceanos e a mutação que está acontecendo em espécies marinhas denunciada por Jean Michel Cousteau, filho do famoso oceanógrafo. Quem quiser conferir, a matéria é pequena mas muito preocupante: [Ver site]
Anônimo comentou
M. Ianner...Tem mais um problema e dos grandes...Os microorganosmos (fitoplanctos e zooplanctos) e alguns animais peuenos que podem chegar a aproximadamente de 20 30cm, são "capturados" pela chamada "água de lastro" dos navios e esses navios como todos sabem navegam por milhares de quilometros e essas aguas de lastro podem introduzir uma população inteira de organismos contaminados em outros habitats marinhos do planeta, devido ao esvaziamento dos tanques para manter a estabilidade do navio. O problema da contaminação radiotiva pode trazer mutações indesejaveis e ai fica dificil prever as consequencias, não só para a especie humana como tambem para toda biosfera e os ciclos biogeoquimicos. Quando é que vamos aprender que radições ionizantes, como essas, por mais disipadas que possa estar tem um periodo de meia vida, dependendo do elemento radioativo, de 1 mimuto a milhoes de anos. Eu ja venho falando nisso a algum tempo e não é novidade alguma, mas o Homem insiste em persistir no erro. Lembrando que meia vida de um radioisótopo é o tempo necessário para desintegrar a metade da massa deste isótopo e isso pode levar milhões de anos como ja disse anteriormente.
Amilton Rodrigues comentou
Boa tarde a todos. Klaus, uma coisa que me preocupa é com relação ao pescado da região do Japão e áreas subjacentes atingidas direta ou indiretamente pela radiação das usinas afetadas pelo terremoto. Sabe se há algum trabalho sendo feito no sentido de monitorar o índice radioativo do pescado desta área? Estes pescados estão sendo comercializados? Tenho encontrado nos mercados peixes de água salgada com seus habitats no Atlantico/pacífico onde suas embalagens indicam serem oriundas do Alaska e realmente fico com "o pé atrás" em comprar por não ter uma garantia de uma possível contaminação. Se a origem for o Pacifico Norte, penso ser isso um problema. Abraços
Anônimo comentou
Ola Amilton...A ingestão de animais contaminados é um problema a curto prazo, mas em se tratando de equilibrio entre ecossitemas, reprodução, ciclos, cadaia trofica e etc, são problemas a medio e longo prazo e são os piores. Na minha opinião em se tratando de ingestão (não sou nenhum especialista) é o tipo de coisa bem dificil se ser controlada, mas veja bem, isso não siginifica que se eventualmente alguem ingerir algum peixe contaminado vai começar a "brilhar no escuro" (me perdoe a brincadeira). Existem níveis de contaminação por radiações ionizantes, mas pra te falar com franqueza, o que realamente me preocupa são os efeitos a medio e longo prazo. Lembrando que atmosfera, litosfera, hidrosfera e biosfera são fatores diretamente relacionados à vida e totalmente relacionados entre si. Voce escreveu sobre o Alaska, lembra do tsunami de 11 de Março de 2011 que aconteceu no Japão ? pois bem, uma pessoa passeava pela praia na ilha Middleton, no golfo do Alasca, quando se deparou com uma bola com caracteres japoneses e na bola havia uma incrições com nome de uma escola situada na zona do tsunami no Japão. A NOAA tem feito o registro dos destroços do tsunami, portanto se voce quiser mais informações sebre esse tema, eu sugiro o site do NOAA. Obs: esse fato da bola é só pra ilustrar de modo bem simples como funciona as correntes oceanicas (não estou incluindo os ventos)...Ok


    6
Paschoal      
É impressão ou todos os vulcões que aparecem no painel estão em atividade?
StarchildAninha comentou
Sim Paschoal, faz parte.... "normal". vai se acostumando.
Paschoal comentou
Como assim normal? Desculpe não entendi essa expressão. Se puderes explica melhor. Porto Alegre, com muita chuva na madrugada e tempo fechado nessa manhã.Bom sábado a todos.
Administrador comentou
Olá Paschoal, tudo bem? Vulcão em atividade não significa vulcão em erupção. Se eles estão plotados é porque alguma atividade foi observada nos últimos dias. Se você clicar sobre cada um deles terá um resumo do que está acontecendo. Existem muitos vulcões no planeta, por isso sempre haverá alguns sobre observação e é isso que o Painel mostra. :-)
Paschoal comentou
Obrigado.
StarchildAninha comentou
Desculpe Paschoal se me expressei de modo muito simplificado!



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade