Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Francisco Medeiros      
Rogério eu acredito que estou no caminho de desvendar o fenômeno de 1965 veja na imagem eu tracei a rota segundo a descrição me deram e foi dar no incidente de Kecksburg-EUA , deve ser por isso que quase ninguem sabe desse incidente quase todo percurso dele foi em alto mar, vou deixar o link em baixo também que fala sobre o incidente de Kecksburg.
Francisco Medeiros comentou
Francisco Medeiros comentou
Essa ficou melhor de ver
Francisco Medeiros comentou
Incidente de Kecksburg: [Ver site]
Francisco Medeiros comentou
O mes confere com os relatos daqui, dezembro, havia controvérsias quanto ao ano e pelo que eu to vendo foi em 65 , o objeto deve ter passado sobre os estados de alagoas e sergipe também mas até agora, no Brasil, eu não encontrei mais testemunhas oculares. O fenômeno faz 52 anos em dezembro.Pessoas de 62 anos pra frente, se presenciaram, com certeza se lembram.
Francisco Medeiros comentou
O assunto foi tratado ha alguns dias atrás aqui no painel global visando localizar mais testemunhas pelo Brasil e que a comunidade cientifica registre o ocorrido visto que um fato de tamanha magnitude não tem nenhum registro em nenhum site do Brasil. O fenomeno está relatado em posts antigos dia 23 , veja: [Ver no Painel Global]
Administrador comentou
Bastante interessante. Aguardamos suas pesquisas!


    2
Matheus Henrique      
Olá,faz um tempo que não acompanho,mas,a tempestade Lee e Maria tem alguma chance de chegar na Europa ou ela está enfraquecendo?
Dione Moraes comentou
Olá Matheus Henrique. Para saber informações sobre Maria é Lee, acessa o link abaixo: [Ver no Painel Global]
Francisco Medeiros comentou
O Lee ja foi , agora só resta Maria.


    3
Dione Moraes      
UM RESUMO DOS TRÊS PRINCIPAIS FURACÕES DA TEMPORADA DE 2017 Nos últimos 32 dias, os furacões Harvey, Irma e Maria, escreveram uma triste e dolorosa história na temporada de furacões de 2017. Harvey se destacou pelo dilúvio que causou no Texas. Como mostram a imagem e o vídeo só NHC, Hsrvry ficou por muito tempO estacionado, e concentrou toda a sua força naquela região, o que contribuiu para um acúmulo de chuvas, que causaram inundações de grandes proporções. Outro fato importante é que, à  medida que se aproximava da terra, a velocidade dos seus ventos aumentaram, de modo que, quando fez landfall, os ventos máximos sustentados estavam em 130 MPH, ou 209 Km/h.  Vídeo, gráfico do NHC. [Ver site] Vídeo. Imagem de satélite em infravermelho do furacão Harvey. [Ver site]
Dione Moraes comentou
Um fato marcante sobre o furacão Irma, é que foi o primeiro a  subir para categoria 5, antes de chegar ao mar do Caribe. Isto significa um aumento na temperatura das águas do mar e do nível de umidade do ar, efeitos das mudanças climáticas. As mudanças climáticas mão criam furacões, mas aumentam seus impactos. Irmã não foi apenas o maior furacão, nas  também, o maus forte por mais tempo. Seus ventos máximos sustentados de 295 Km/h, duraram mais de 33 horas, e  seus ventos, com força de furacão, se estenderam até 130 quilômetros de seu centro, e os de força de tempestade tropical  foram sentidos a até 350 quilômetros, razão pela qual, as comunidades atingidas passaram por momentos de terror. Irma foi o furacão que causou naus devastAção e os maiores danos materiais na região do Caribe. Irma, também não se destacou apenas por ter sido um furacão colossal, nas porque chegou pouco depois de Harvey e acompanhado por José e Katia. Vídeo da trajetória de Irma. [Ver site] Vídeo da Análise pluviométrica do furacão irma. [Ver site]
Dione Moraes comentou
Quando o furacão Maria foI elevado à categoria 5, o NHC o considerou um furação extremamente perigoso, porém, já no próximo boletim foi considerado como potencialmente catastrófico. Com ventos sustentados de 260 Km/h, arrazou a ilha de Dominica. Porém, foi muito pior, quando atingiu Porto Rico, já castigado pelo furacão Irma. Maria causou devastação total, e até hoje, estão sofrendo as consequências, dada a extensão dos danos. Seus ventos de tempestade causaram impactos até o Cabo Hatteras, quando finalmente se afastou para o mar. Imagem de Porto Rico, antes e depois do furacão Maria. Vídeo da área abrangida pelo furacão Maria. [Ver site] Análise pluviométrica do furacÃo Maria. [Ver site]
Dione Moraes comentou
Encerrando um ciclo. Maria é agora um ciclone pós tropical.
Dione Moraes comentou
Conforme previsto no Boletim de NHC, das 17:00h, de 29/09/2017, Lee dissipou-se.



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020
Política de Privacidade