Segunda-feira, 21 dez 2020 - 13h05
Por Maria Clara Machado

Ajuda humanitária alcança as áreas afetas pelo super ciclone Yasa

Povoados das ilhas Fiji no Pacífico sul ficaram totalmente destruídos com a passagem do imenso ciclone tropical Yasa que atingiu a categoria 5, a mais alta na escala de ventos Saffir-Simpson na sexta-feira. As equipes de ajuda humanitária ligadas à Cruz Vermelha alcançaram as áreas mais devastadas durante o fim de semana.

Povoados das ilhas Fiji tiveram suas casas completamente destruídas pela passagem do monstruoso ciclone tropical Yasa, que atingiu a categoria 5. Crédito: Imagem divulgada por @IFRCAsiaPacific
Povoados das ilhas Fiji tiveram suas casas completamente destruídas pela passagem do monstruoso ciclone tropical Yasa, que atingiu a categoria 5. Crédito: Imagem divulgada por @IFRCAsiaPacific

Mesmo com toda a preparação do governo de Fiji determinando toque de recolher e ordens de evacuação das áreas costeiras, a força de Yasa foi devastadora. Os ventos sustentados do ciclone tropical chegaram aos 230 km/h na quinta-feira e atingiram os 260 km/h na madrugada da sexta-feira, segundo o Joint Typhoon Warning Center (JTWC). Fontes locais e informações divulgadas também pela Cruz Vermelha falam em ventos de até 345 km/h, sendo o Yasa considerado o ciclone tropical mais forte a atingir qualquer país do Pacífico.

O número oficial de mortos subiu para quatro pessoas e grande parte da população do norte de Fiji está em abrigos, sem água potável, comunicação e energia elétrica. A preocupação é grande já que comunidades enfrentam dificuldades por conta do avanço da COVID-19.

Aldeias começaram a receber os itens de socorro, enquanto voluntários da Cruz Vermelha de Fiji trabalham para reerguer as casas e prestar ajuda às famílias afetadas pelo super ciclone Yasa.

Voluntários da Cruz Vermelha estão ajudando na reconstrução de moradias e na entrega de kits para as famílias mais afetadas pelo Yasa. Crédito: Red Cross Fiji Society.
Voluntários da Cruz Vermelha estão ajudando na reconstrução de moradias e na entrega de kits para as famílias mais afetadas pelo Yasa. Crédito: Red Cross Fiji Society.

Segundo a Cruz Vermelha, que sobrevoou o local, a província de Bua, na ilha de Vanua Levu, sofreu danos em 70% do território, enquanto a ilha de Kia foi completamente arrasada.

A Austrália também reforça a ajuda enviando aeronaves para as áreas mais afetadas em Fiji.

A temperatura da superfície do mar na região beira os 28°C e serve de impulso para a formação dos ciclones tropicais. Yasa teve uma surpreendente intensificação enquanto seguia rumo às ilhas Fiji durante a semana passada.

O ciclone tropical Harold impactou o arquipélago Vanuatu, também no Pacífico sul com categoria 5 em abril deste ano.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021