Terça-feira, 11 jan 2022 - 17h17
Por Maria Clara Machado

Ar gelado do Ártico está invadindo os EUA e provocando frio extremo

O ar frio vindo do Ártico está invadindo os Estados Unidos e as principais cidades e estados que englobam o norte e o nordeste do país estão com os termômetros negativos. O Serviço Nacional de Meteorologia (NWS) vem emitindo alertas para o evento de frio rigoroso, afirmando ser a massa mais gelada em quase três anos.

Amanhecer em Boston, onde o frio aumentou muito com a chegada do ar gelado do Ártico. Crédito: Divulgação twitter @NWSBoston
Amanhecer em Boston, onde o frio aumentou muito com a chegada do ar gelado do Ártico. Crédito: Divulgação twitter @NWSBoston

Nova York e Boston já estão congeladas com temperaturas em torno ou abaixo de zero grau.
Alguns meteorologistas chamam a atenção para as temperaturas previstas para a cidade de Nova York. O Central Park poderá registrar -6°C, quando a média para janeiro é de 4°C.
Picos em New Hampshire, em Vermont, poderão chegar aos incríveis a -60°C.

As temperaturas chegaram a 31°C abaixo de zero em Minnesota na manhã da segunda-feira, reportou pelo twitter o NWS.

O satélite GOES-16 flagrou a cobertura de gelo mais espessa ao longo da costa do Lago de Michigan, em Chicago, na manhã desta terça-feira, dia 11, sendo empurrada pelos ventos.

Imagem do satélite GOES-16 mostra a cobertura de gelo sendo empurrada sobre o Lago de Michigan. Crédito: @NWSChicago/GOES-16
Imagem do satélite GOES-16 mostra a cobertura de gelo sendo empurrada sobre o Lago de Michigan. Crédito: @NWSChicago/GOES-16

Uma imagem de webcam revelou o efeito:

Amanhecer em Chicago, terça-feira, 11 de janeiro. Crédito: @NWSChicago
Amanhecer em Chicago, terça-feira, 11 de janeiro. Crédito: @NWSChicago


Frio perigoso
O ar gelado do Ártico já atingiu metade da população norte-americana, pelo menos 185 milhões de pessoas, que estão enfrentando temperaturas baixas rigorosas e ventos gelados que potencializam ainda mais o frio nas ruas.

Os alertas de muito frio e vento frio são para doze estados, de Montana a Maine e deve durar pelo menos três dias. São estados como Minnesota, Wisconsin, Illinois, Michigan, Indiana, Ohio, Pensilvânia, Nova York, Vermont, Maine, entre outros. Hoje cedo mais de 6 milhões de pessoas estavam sob alerta de vento frio apenas entre Nova York e Maine.

Há um real perigo de congelamento da pele em menos de dez minutos se exposta ao frio extremo, alertou a previsão. Também há preocupação com o congelamento de canos de água e problemas posteriores com inundações visto que a neve vai descongelar daqui uns dias.

Os Estados Unidos enfrentam o evento de frio extremo depois de várias semanas de calor recorde em mais da metade do país no mês passado. É frio que não se observava desde o início da pandemia em alguns locais e provavelmente a onda de frio intensa da temporada.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022