Quinta-feira, 12 mar 2020 - 14h33
Por Maria Clara Machado

Bombeiros combatem focos de incêndios que se alastram no Pantanal

O Corpo de Bombeiros está lutando contra focos de incêndios que se espalharam às margens do rio Paraguai, na região do Pantanal, desde o começo da semana. Os municípios de Corumbá e Ladário, em Mato Grosso do Sul, amanheceram com o céu branco, encoberto por fumaça e com fuligem pelas ruas. Corumbá registrou sozinho mais de 120 focos de calor nas últimas 48 horas.

Bombeiros combatem focos de fogo em Corumbá, MS. Município na região do Pantanal teve 126 focos nas últimas 48 horas pelo monitoramento do INPE. Crédito: Divulgação Corpo de Bombeiros.
Bombeiros combatem focos de fogo em Corumbá, MS. Município na região do Pantanal teve 126 focos nas últimas 48 horas pelo monitoramento do INPE. Crédito: Divulgação Corpo de Bombeiros.

Incêndios são captados por satélites da NASA
A fumaça que voltou a se espalhar pela região do Pantanal foi detectada com facilidade pelos satélites da NASA na semana passada.

Um incêndio localizado ao leste do Parque Nacional de Mato Grosso ocorre bem próximo ao local em que outro incêndio se alastrou no final de janeiro de 2020. As chuvas esparsas deixaram algumas áreas secas e os satélites vêm detectando alguns incêndios grandes com a presença de fumaça.

Rastro de fumaça de um incêndio observado próxima ao rio São Lourenço em Mato Grosso no último dia 4 de março. Crédito: NASA.
Rastro de fumaça de um incêndio observado próxima ao rio São Lourenço em Mato Grosso no último dia 4 de março. Crédito: NASA.

Fumaça branca se espalha pela região do Pantanal em 8 de março. Crédito: NASA.
Fumaça branca se espalha pela região do Pantanal em 8 de março. Crédito: NASA.

O Landsat-8 da NASA adquiriu uma imagem em cores naturais com detalhes de incêndio florestal do último dia 4 de março. O fogo queimava áreas próximas ao rio São Lourenço, em Mato Grosso. No dia 8 de março ainda havia presença de fumaça.

Corumbá lidera ranking de queimadas no Brasil
Mato Grosso, Roraima e Mato Grosso do Sul concentraram o maior número de focos de queimadas do Brasil neste mês de março até o momento. Entre os dias primeiro e onze de março foram detectados 402 focos em Mato Grosso, 329 em Roraima e 239 em Mato Grosso do Sul, de acordo com o monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

Do total, foram registrados 126 focos de calor só no município de Corumbá (MS) nas últimas 48 horas (dias 10 e 11 de março).

Chama a atenção porque o verão costuma ser uma época mais tranquila em relação às queimadas no Pantanal. Normalmente, os incêndios se multiplicam no outono e no inverno, os meses mais secos do ano quando o risco de fogo é alto na região.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021