AGRADECIMENTOS

Agradecemos a todos os colaboradores do Painel Global que têm tornado possível a continuidade do nosso trabalho, permitindo que os conteúdos permaneçam gratuitos e acessíveis a todos.

Nosso Muito Obrigado!

A campanha continua. Colabore também. Clique aqui.

Segunda-feira, 7 set 2020 - 10h47
Por Maria Clara Machado

Califórnia bate recorde de hectares queimados pelos incêndios florestais

A nova onda de calor anunciada para o fim de semana na Califórnia agravou ainda mais a situação dos incêndios florestais na região. São grandes focos espalhados simultaneamente e que obrigaram o governo da Califórnia a declarar estado de emergência. A área total queimada pelo fogo bateu recorde neste domingo.

Foto tirada de dentro da cabine de um veículo da Guarda Nacional durante combate ao incêndio florestal de Creek no fim de semana. 18000 hectares já foram queimados. Crédito: Divulgação @ChiefNGB
Foto tirada de dentro da cabine de um veículo da Guarda Nacional durante combate ao incêndio florestal de Creek no fim de semana. 18000 hectares já foram queimados. Crédito: Divulgação @ChiefNGB

O Serviço de Emergência do estado divulgou ontem à noite, que os condados de Fresno, Madera e Mariposa estão em emergência por conta do incêndio florestal de Creek, e os condados de San Bernardino e San Diego, em razão dos incêndios de El Dorado e Valley.

Milhares de hectares foram queimados no fim de semana, causando a evacuação também de milhares de pessoas e destruindo inúmeras casas. A área queimada é recorde para o período. Além dos três grandes incêndios, existem mais dezenas de incêndios que atingem a Califórnia contabilizando 344 mil hectares queimados nos últimos dias.

Mais de duzentos campistas foram resgatados de uma reserva natural em Fresno, pela Guarda Aérea Nacional da Califórnia, na noite do sábado, quando chamas perigosas bloquearam estradas da região. Algumas pessoas ficaram feridas e precisaram ser levadas a hospitais.

Pessoas sendo resgatadas pela Guarda Aérea Nacional da Califórnia no sábado em uma reserva natural em Fresno. Crédito: Divulgação Guarda Nacional da Califórnia.
Pessoas sendo resgatadas pela Guarda Aérea Nacional da Califórnia no sábado em uma reserva natural em Fresno. Crédito: Divulgação Guarda Nacional da Califórnia.

O incêndio florestal Creek, na cadeia de montanhas de Sierra Nevada, que começou na sexta-feira a noite, já queimou cerca de 18000 hectares até a manhã de hoje e permanece fora de controle.

O incêndio de Valley, em San Diego, consumiu até agora quase 4000 hectares e só 1% estava controlado, de acordo com os bombeiros.

Incêndio em San Bernardino
Já outro grande incêndio teria sido desencadeado acidentalmente por um lançador pirotécnico durante uma festa no condado de San Bernardino no sábado.

O fogo começou no Parque El Dorado e se espalhou em direção ao norte até a Serra de Yucaipa, segundo relataram as autoridades. Desde então, pelo menos 2800 hectares já foram consumidos até a manhã desta segunda-feira, dia 7, e as evacuações ordenadas para cinco comunidades da região.

Apenas 5% do incêndio estão controlados e o risco de fogo deve permanecer alto por conta das temperaturas extremas, da umidade baixa e dos ventos.

Nova onda de calor preocupante
Os californianos e todos moradores do estado novamente enfrentam muito calor com novos recordes de temperatura estabelecidos em várias partes do estado neste domingo, segundo o Serviço Nacional de Meteorologia. O termômetro de rua em Woodland Hills, em Los Angeles, chegou a marcar 49°C.

As temperaturas estão variando entre 42°C a 44°C em grande parte do oeste dos Estados Unidos e chegando a 50°C em particular no Death Valley.

Há três semanas a região enfrentou uma onda de calor com temperaturas jamais observadas na região do Deserto de Mojave.

O Serviço de Emergência afirma que 2020 está sendo o pior ano em incêndios florestais na Califórnia levando em conta o total de hectares queimados. O estado quebrou seu recorde de terras queimadas neste domingo, chegando a 847 mil hectares devastados (ou 2.094 acres), o equivalente a 847 mil campos de futebol. A situação é muito preocupante pois os incêndios vão continuar durante outubro e novembro.

EUA afirmam ter registrado temperatura histórica: 54,4°C

Veja mais sobre o assunto no apolochannel:




Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020