Sexta-feira, 26 fev 2021 - 10h16
Por Maria Clara Machado

Cheia dos rios: Porto Velho em alerta e Rio Branco em calamidade

O nível do rio Madeira continua subindo sem interrupções e segue na cota de alerta em Porto Velho, em Rondônia, informou o Serviço Geológico do Brasil (SGB/CPRM). As águas devem continuar aumentando durante o fim de semana e a Defesa Civil monitora a situação das famílias ribeirinhas. Do contrário, a cheia do rio Acre, no estado vizinho, fez dez municípios decretarem calamidade pública.

Devido às enchentes ocorridas no estado do Acre, um total de 110.766 pessoas foram atingidas nos últimos dias. Crédito: Fotos Públicas.
Devido às enchentes ocorridas no estado do Acre, um total de 110.766 pessoas foram atingidas nos últimos dias. Crédito: Fotos Públicas.

Transbordamentos ainda não aconteceram em Porto Velho
O nível do rio Madeira está na cota de alerta em Porto Velho, em Rondônia, ultrapassando 15,62 metros nesta sexta-feira, dia 26, e deve subir mais durante o fim de semana, de acordo com os dados divulgados pelo Serviço Geológico do Brasil. A cota de inundação na capital é de 17 metros.

Há cerca de uma semana, o nível do rio Madeira estava em 14,20 metros e a Defesa Civil está em atenção para atender as famílias ribeirinhas.

Anualmente, chuvas abundantes que caem sobre a Bolívia e o sul da Amazônia causam as cheias dos rios em Rondônia e no Acre que já enfrentaram graves enchentes.

Porém Rondônia está mais estável em relação às cheias em 2021, segundo avaliação do Serviço Geológico do Brasil. O rio Madeira saiu do período seco em novembro muito baixo e só as chuvas de dezembro e janeiro acima da média trouxeram recuperação. Até o momento não há registro de alagamentos em comunidades nem do baixo e nem do alto Madeira.

Acre em calamidade pública
Já a Bacia do Rio Acre atingiu a cota de inundação e desde a semana passada a situação se agravou com enchentes em Rio Branco atingindo milhares de pessoas.

Em todo o estado do Acre são mais de 110 mil moradores atingidos pelas cheias. Crédito: Fotos Públicas.
Em todo o estado do Acre são mais de 110 mil moradores atingidos pelas cheias. Crédito: Fotos Públicas.

De acordo com o último boletim do Serviço Geológico do Brasil, o nível do rio Acre em Rio Branco era de 15,02 metros na quinta-feira, dia 25. A cota para inundações é de 14 metros na capital.

A cheia do rio Acre já atingiu quase quatro mil famílias em 24 bairros da capital. As informações divulgadas pela Defesa Civil são de mais de 700 famílias desalojadas em casas de parentes e cerca de 70 famílias distribuídas em seis abrigos da prefeitura. Por conta do risco de contaminação do coronavírus, a orientação é não lotar os abrigos.

Estão em calamidade pública desde o início da semana os municípios: Rio Branco, Sena Madureira, Santa Rosa do Purus, Feijó, Tarauacá, Jordão, Cruzeiro do Sul, Porto Walter, Mâncio Lima e Rodrigues Alves. Em todo o estado são mais de 110 mil moradores atingidos pelas cheias do rio Acre.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021