Quarta-feira, 4 mai 2022 - 16h39
Por Maria Clara Machado

Chuva acima de 200 mm no sul de Santa Catarina

Os centros de meteorologia acompanham com atenção a confirmação dos volumes de chuva excepcionais sobre Santa Catarina estimados por modelos de previsão esta semana. A formação de um ciclone extratropical próximo ao leste catarinense mantém o risco de muita chuva com o agravamento das ocorrências de inundações e deslizamentos.

Enchente em Forquilhinha, Santa Catarina, após chuva volumosa. Crédito: Divulgação Prefeitura de Forquilhinha
Enchente em Forquilhinha, Santa Catarina, após chuva volumosa. Crédito: Divulgação Prefeitura de Forquilhinha

A chuva é contínua desde o fim de semana e ganhou reforço entre a segunda-feira e esta quarta-feira, dias 2 e 4 de maio.

Segundo as estações monitoradas do EPAGRI-CIRAM os acumulados de chuva já ultrapassaram os 200 mm ou ficaram próximos deste valor em várias localidades do Meio-Oeste, da Grande Florianópolis e do sul de Santa Catarina em 48 horas.

O mapa divulgado pelo Centro de Informações de Recursos Ambientais e de Hidrometeorologia de Santa Catarina indica em tons rosa e roxo as áreas com a maior quantidade de chuva até esta quara-feira. Outras regiões que incluem o Extremo Oeste, o Oeste e o Vale do Itajaí, em azul escuro também tiveram chuva volumosa ultrapassando 100 mm.

Crédito: EPAGRI/CIRAM
Crédito: EPAGRI/CIRAM

Situação de Alerta
O ciclone extratropical perto da costa favorece a permanência da chuva e a condição para ventos fortes e mar agitado, dizem os avisos do EPAGRI-CIRAM.

Deslizamento em Orleans, Santa Catarina, após chuva volumosa. Crédito: Divulgação Prefeitura de Orleans
Deslizamento em Orleans, Santa Catarina, após chuva volumosa. Crédito: Divulgação Prefeitura de Orleans

As rajadas fortes de vento poderão variar de 60 km/h a 90 km/h, podendo superar esses valores em alguns momentos especialmente no litoral sul e na Grande Florianópolis até a noite desta quinta-feira, dia 5.

O aviso marítimo é para mar muito agitado e grosso com ondas de até 4 metros, sendo arriscada a navegação de pequenas e médias embarcações, assim como há previsão de ressaca para as áreas costeiras.

O alto volume de chuva resulta em inúmeras ocorrências pelo estado como deslizamentos de terra, graves inundações com a cheia de rios e queda de barreiras em rodovias e estradas.
Duas pessoas morreram em São Joaquim, na região serrana, quando o carro em que estavam, foi arrastado pela correnteza até um rio, de acordo com informações divulgadas pela Defesa Civil.

A situação ainda é de alto risco com a previsão de mais chuva durante a quinta-feira. Diversas atualizações dos modelos meteorológicos indicam o maior volume concentrado no sul catarinense, na ordem de 300 a 500 mm em poucos dias, o que supera a média do mês de maio todo.

Acesse também:

Avisos especiais para chuva extrema e ressaca estão em vigor em SC e RS



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022