Quinta-feira, 8 abr 2021 - 15h34
Por Maria Clara Machado

Ciclones poderão criar o efeito Fujiwhara ao largo da costa australiana

Um fenômeno natural raro conhecido como efeito Fujiwhara poderá acontecer ao largo da costa oeste australiana nos próximos dias. O ciclone tropical Seroja, que avança em direção a Austrália, está acompanhado de outra área de tormenta, o ciclone tropical Odette, muito próxima e ambos poderão interagir formando um único grande sistema.

Imagem de satélite mostra três áreas de tempestade que ganham força sobre as águas quentes do Índico, ao noroeste da Austrália. Crédito: EUMETSAT/WINDY
Imagem de satélite mostra três áreas de tempestade que ganham força sobre as águas quentes do Índico, ao noroeste da Austrália. Crédito: EUMETSAT/WINDY

O ciclone tropical Seroja ganhou força sobre o mar de Savu, entre a Indonésia e o Timor Leste e provocou chuvas arrasadoras no começo da semana, que resultaram em pelo menos uma centena de mortos.

Ciclone tropical Seroja chega arrasador na Indonésia e em Timor Leste

Um raro fenômeno pode acontecer
Seroja se manteve ativo ao longo da semana e está a cerca de 600 quilômetros ao noroeste da cidade de Karratha, no oeste da Austrália, nesta quinta-feira, dia 8. As rajadas de vento chegam a 100 km/h e o ciclone tropical se movimenta rumo ao sul-sudoeste do país.

O JTWC (Joint Typhoon Warning Center) prevê que Seroja se fortaleça mais sobre a superfície das águas quentes do oceano, que estão com temperaturas entre 30°C e 31°C, atingindo a categoria 2 ou 3, na escala de ventos Saffir-Simpson, antes de tocar a costa da Austrália.

Duas tempestades ciclônicas estão muito próximas e poderão se fundir criando o efeito Fujiwhara ao largo da costa australiana. A temperatura da superfície do mar na região está em 31°C. Crédito: Painel Global.
Duas tempestades ciclônicas estão muito próximas e poderão se fundir criando o efeito Fujiwhara ao largo da costa australiana. A temperatura da superfície do mar na região está em 31°C. Crédito: Painel Global.

Ainda de acordo com o JTWC, o ciclone Seroja começa a avançar por território australiano, perto de Carnarvon, a partir do domingo. O ciclone tropical deve atravessar parte do sudoeste e sul do país. Como consequência espera-se ventos destrutivos, chuvas fortes, maré alta e inundações costeiras nos próximos dias.

Um fato raro pode acontecer no meio do caminho se Seroja interagir com o outro ciclone em formação, nomeado Odette, muito próximo a ele. Se os dois sistemas ciclônicos se fundirem como numa dança formando um único grande e potente ciclone estará configurado o efeito Fujiwhara.

Meteorologistas do Bureau de Meteorologista da Austrália (BOM) afirmam que o efeito é raro e bastante incomum para o final da temporada.

Mais raro ainda
Uma terceira área de tempestade é observada por satélite também próxima aos dois sistemas, mas será improvável que esta se junte a eles. Três sistemas tão próximos de serem ciclones ao mesmo tempo é algo extremamente raro na região, reforçam os meteorologistas australianos.

Mapa mostra a posição dos três sistemas que ganham força sobre o Índico, ao largo do noroeste da Austrália. Chuvas fortes e ventos destrutivos estão a caminho. Crédito: JTWC.
Mapa mostra a posição dos três sistemas que ganham força sobre o Índico, ao largo do noroeste da Austrália. Chuvas fortes e ventos destrutivos estão a caminho. Crédito: JTWC.

Monitore aqui em tempo real os ciclones tropicais ao redor do globo



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021