Segunda-feira, 27 set 2021 - 11h04
Por Maria Clara Machado

Enorme tempestade de poeira no interior de São Paulo foi como os haboobs

Várias imagens de imensas cortinas de poeira, que se formaram no interior de São Paulo e em Minas Gerais na tarde do domingo, se espalharam pelas redes sociais lembrando as grandes tempestades chamadas de HABOOBS, que ocorrem mundialmente em desertos.

Enorme tempestade de poeira avança sobre Franca, no interior de São Paulo, na tarde do domingo, lembrando os grandes haboobs de desertos. Crédito: Imagem reproduzida em redes sociais/ Divulgação @EstevaldoCarne
Enorme tempestade de poeira avança sobre Franca, no interior de São Paulo, na tarde do domingo, lembrando os grandes haboobs de desertos. Crédito: Imagem reproduzida em redes sociais/ Divulgação @EstevaldoCarne

Meteorologistas explicam que o fenômeno natural é conhecido globalmente como HABOOB, um tipo de tempestade de poeira gigantesca com quilômetros de altura e de largura formada em condições de tempo muito seco e rajadas de vento fortes, que impulsionam a massa de poeira. A parede de poeira se move rapidamente e por isso, pode se tornar perigosa.

O termo HABOOB é derivado da palavra Árabe “habb”, que significa soprar ou vento forte. As tempestades são comuns em regiões muito secas em várias partes do mundo como no deserto de Mojave, em Nevada, nos Estados Unidos.

Aqui, foram muitos municípios do norte e oeste de São Paulo e também na divisa com Minas Gerais que presenciaram a parede de poeira, como Ribeirão Preto, Araçatuba, Franca, Jales, Olímpia, Presidente Prudente entre outras cidades. As regiões foram envolvidas na grande nuvem marrom e cinza, que reduziu drasticamente a visibilidade.

O crescimento de nuvens de tempestade do tipo Cumulonimbus (CB) associadas ao calor que fez durante o domingo foi capaz de gerar os ventos fortes, que ao encontrarem o solo extremamente seco impulsionaram a formação da enorme parede de poeira.

O aeroporto de Ribeirão Preto registrou rajadas de vento de 92 km/h antes do temporal com raios. Muitas estações do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) registraram rajadas de vento entre 50 km/h e 60 km/h.

Veja imagens que impressionaram:

Tempestade de poeira avança sobre Franca no interior de São Paulo na tarde do domingo, dia 26. Crédito: Divulgação Redes Sociais.
Tempestade de poeira avança sobre Franca no interior de São Paulo na tarde do domingo, dia 26. Crédito: Divulgação Redes Sociais.

Enorme tempestade de poeira é registrada por moradores de Franca. Crédito: Divulgação Redes Sociais/@EstevaldoCarne
Enorme tempestade de poeira é registrada por moradores de Franca. Crédito: Divulgação Redes Sociais/@EstevaldoCarne

Tempestade de poeira se espalha por Barretos, no interior de São Paulo, na tarde do domingo, dia 26. Crédito: Divulgação redes sociais/@ArthurgtaX
Tempestade de poeira se espalha por Barretos, no interior de São Paulo, na tarde do domingo, dia 26. Crédito: Divulgação redes sociais/@ArthurgtaX

Relembre:

Intensa tempestade de poeira em Nevada é flagrada por satélite da NOAA



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022