Quinta-feira, 23 dez 2021 - 10h29
Por Maria Clara Machado

Erupção do Cumbre Vieja pode estar chegando ao fim em La Palma

Dez dias de descanso da erupção do Cumbre Vieja trouxeram alívio aos moradores da ilha de La Palma, no arquipélago das Canárias, depois de três meses de atividade prolongada do vulcão. Equipes do INVOLCAN continuam monitorando diariamente as emissões de gases, parte importante do processo neste momento para avaliar se a erupção está chegando ao fim.

Técnicos do IGME trabalham recolhendo amostras próximo a área da erupção do Cumbre Vieja, em La Palma. Crédito: Instituto Geológico e Mineiro da Espanha/IGME
Técnicos do IGME trabalham recolhendo amostras próximo a área da erupção do Cumbre Vieja, em La Palma. Crédito: Instituto Geológico e Mineiro da Espanha/IGME

Autoridades, técnicos e moradores aproveitam o período de baixa atividade para avaliações mais minuciosas dos danos extensos, estudos de campo das amostragens de cinzas, assim como o início de alguns trabalhos de limpeza. Foram toneladas de cinzas vulcânicas e rios de lava despejados sobre a ilha desde 19 de setembro, quando o Cumbre Vieja despertou.

O balanço é de cerca de 3 mil construções arrasadas por material vulcânico e sete mil pessoas deslocadas das suas casas, assim como grande das plantações de bananas destruída, uma das principais atividades econômicas da região.

A baixa atividade do Cumbre Vieja permitiu aos técnicos recolherem novas amostras de cinzas vulcânicas esta semana. Crédito: INVOLCAN
A baixa atividade do Cumbre Vieja permitiu aos técnicos recolherem novas amostras de cinzas vulcânicas esta semana. Crédito: INVOLCAN

Cumbre Vieja entra em período de baixa atividade
Os especialistas do Instituto Vulcanológico das Canárias (INVOLCAN) preferem ser cautelosos sobre o término da erupção em La Palma, mas o fato é que a atividade geológica do vulcão foi reduzida desde o dia 15 de dezembro.

O vulcão Cumbre Vieja vem apresentando diminuição siginificativa de atividade desde 15 de dezembro. Crédito: IGME
O vulcão Cumbre Vieja vem apresentando diminuição siginificativa de atividade desde 15 de dezembro. Crédito: IGME

Técnicos trabalham recolhendo amostras e fazendo medições em áreas próximas ao Cumbre Vieja. Crédito: IGME
Técnicos trabalham recolhendo amostras e fazendo medições em áreas próximas ao Cumbre Vieja. Crédito: IGME

Segundo o Instituto Geológico e Mineiro da Espanha (IGME), o número de terremotos diários veio diminuindo na última semana e caiu de 106 tremores observados no dia 16 de dezembro para 23 na quarta-feira, dia 22 de dezembro. Neste intervalo, o vulcão chegou a apresentar uma atividade mínima de apenas 13 terremotos no dia 20 de dezembro.

As emissões de dióxido de enxofre na atmosfera também tiveram redução significativa nos últimos dias.

Ainda assim, os técnicos avaliam que é preciso mais alguns dias para ter certeza que o vulcão voltou a ficar inativo e prosseguem bastante cautelosos.

Veja imagens capturadas por drones dos deltas de lava formados nos últimos meses quando grandes fluxos encontraram o mar na costa oeste da região:




Acompanhe aqui os últimos Realtórios Vulcânicos disponíveis de atividades ao redor do globo!



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022