Segunda-feira, 20 set 2021 - 10h25
Por Maria Clara Machado

Erupção do vulcão Cumbre Vieja obriga evacuação de milhares de pessoas

O vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, nas ilhas Canárias, entrou em erupção por volta das 15 horas do domingo, dia 19, elevando o nível de alerta do amarelo para o vermelho e obrigando a evacuação de pelo menos 5 mil pessoas. O fluxo de lava alcançou diversas moradias e levou tudo pela frente, segundo divulgaram as autoridades esta segunda-feira.

Erupção do Cumbre Vieja deste domingo lançou entre 6000 a 9000 toneladas de dióxio de enxofre na atmosfera, estima o Instituto Vulcanológico das Canárias. Crédito: Imagem de divulgação pelo twitter @involcan
Erupção do Cumbre Vieja deste domingo lançou entre 6000 a 9000 toneladas de dióxio de enxofre na atmosfera, estima o Instituto Vulcanológico das Canárias. Crédito: Imagem de divulgação pelo twitter @involcan

A erupção do vulcão Cumbre Vieja, que fica localizado na costa noroeste da África, expeliu uma grande coluna de fumaça, assim como fragmentos de rocha sólida e fez a lava escorrer por quilômetros alcançando diversas casas e provocando destruição, segundo informações divulgadas pelas autoridades locais e agência de notícias internacionais esta segunda-feira. Os trabalhos de evacuação se estenderam durante toda a madrugada.

As autoridades ainda não divulgaram um número preciso das moradias atingidas, mas a estimativa é de que pelo menos 100 residências tenham sido assoladas, além de estradas e áreas de colheita pelo caminho. Entretanto, não há registro de vítimas ou feridos. Espera-se que a lava siga naturalmente em direção ao mar e o risco de novas erupções diminuiu por enquanto.

O Instituto Vulcanológico das Canárias (INVOLCAN) divulgou hoje cedo pelo twitter novas informações sobre a atividade do vulcão Cumbre Vieja. A primeira estimativa da quantidade de dióxido de enxofre (SO2) emitida na atmosfera pela erupção vulcânica do domingo é da ordem de 6.000 a 9.000 toneladas diárias, levando em conta a velocidade do vento a 3 mil metros de altitude.

Técnicos do INVOLCAN trabalham para avaliar os riscos de novas erupções. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @involcan
Técnicos do INVOLCAN trabalham para avaliar os riscos de novas erupções. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @involcan

Podemos ter um tsunami no Brasil?

Grande aumento da atividade sísmica
O Cumbre Vieja vinha dando sinais de atividade com o registro de centenas de tremores de baixa magnitude observados entre 8 a 10 quilômetros de profundidade ao redor do Parque Nacional de La Palma na última semana.

No dia 13 de setembro, o nível de alerta do vulcão era amarelo para os municípios de El Paso, Los Llanos de Aridane, Mazo e La Palma.

No dia 14 de setembro, 2935 terremotos foram detectados sob a montanha pelo INVOLCAN.

Vulcão Cumbre Vieja acorda, mas risco de tsunami no Brasil é remoto

Muito se fala sobre uma possível erupção violenta do Cumbre Vieja que poderia resultar em um tsunami devastador com potencial para chegar à costa norte e nordeste do Brasil.

Em 1949, uma forte erupção fez o cume da montanha despencar vários metros dentro do oceano Atlântico, sem provocar qualquer tsunami. Estatisticamente, o vulcão apresenta fortes erupções a cada 250 anos e a última vez que isto ocorreu foi em 1971, também sem causar ondas altas.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021