Sexta-feira, 5 fev 2021 - 13h45
Por Maria Clara Machado

Fiji tenta se recuperar após os ciclones devastadores Ana e Yasa

O arquipélago de Fiji, formado por mais de 300 ilhotas paradisíacas no Pacífico Sul, enfrenta um cenário devastador após a passagem de dois ciclones arrasadores, Yasa e Ana, e a depressão tropical Bina. Os três fenômenos atingiram a região no intervalo de pouco mais de um mês.

Ilhas Fiji enfrentam graves danos estruturais e enchentes após a passagem do ciclone tropical Ana. Crédito: Divulgação Governo de Fiji.
Ilhas Fiji enfrentam graves danos estruturais e enchentes após a passagem do ciclone tropical Ana. Crédito: Divulgação Governo de Fiji.

As ilhas Fiji, principalmente da parte norte do arquipélago, sofreram com enormes inundações e severos danos no começo da semana. Há estradas cortadas e destruídas por deslizamentos de terra, plantações inteiras de cana-de-açúcar submersas, escassez de alimentos e ausência de água potável. A ilha de Vanua Levu, a segunda maior do arquipélago, está entre as mais afetadas pela força dos ciclones Yasa e Ana.

Segundo as autoridades, uma pessoa morreu e várias permanecem desaparecidas. Mais de 10 mil pessoas estão em centros de evacuação e as escolas fechadas esta semana. O governo lembra a última grande inundação que devastou Fiji em 2003 e afirmou que este evento climático de janeiro de 2021 foi ainda mais intenso.

A Cruz Vermelha de Fiji fez um alerta para as taxas de dengue e diarreia que se tornaram muito preocupantes após o ciclone tropical Yasa.

Estradas estão cortadas e destruídas em vários pontos por conta dos deslizamentos de terra. Crédito: Divulgação Governo de Fiji.
Estradas estão cortadas e destruídas em vários pontos por conta dos deslizamentos de terra. Crédito: Divulgação Governo de Fiji.

O ciclone tropical Yasa impactou as ilhas Fiji com ventos equivalentes a um furacão categoria 5, na escala Saffir-Simpson em 17 de dezembro de 2020 deixando um rastro de destruição e milhares de desabrigados. O ciclone tropical Ana chegou em 31 de janeiro de 2021, não dando chance da região se recuperar. Já Bina, perdeu força antes de atingir o arquipélago, mas provocou chuva forte e as enchentes prosseguiram nos últimos dias.

O ciclone tropical Ana impactou Fiji após cinco semanas do ciclone Yasa, provocando grande destruição nas ilhas Vanua Levu e Viti Levu. Apesar da dificuldade de acesso, voluntários da Cruz Vermelha continuam ajudando as comunidades mais afetadas. Crédito: @FijiRedCross
O ciclone tropical Ana impactou Fiji após cinco semanas do ciclone Yasa, provocando grande destruição nas ilhas Vanua Levu e Viti Levu. Apesar da dificuldade de acesso, voluntários da Cruz Vermelha continuam ajudando as comunidades mais afetadas. Crédito: @FijiRedCross

Governo quer retomar o turismo
Fiji está há quase 300 dias sem infecção por coronavírus e o governo busca, num ato desesperado firmar um acordo com a Austrália para a liberação de turistas assim que possível, numa tentativa de reeguer a região gerando emprego e receita para os fijianos.

O turismo que já estava em queda por conta da situação atual, foi agravado pela passagem dos ciclones tropicais Yasa e Ana.

Ouça aqui o podcast 4 tempestades no Pacífico e Índico: ciclone 18S, Ana, Bina e Lucas



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021