Terça-feira, 19 abr 2022 - 11h06
Por Maria Clara Machado

Intensidade dos sismos tem redução na ilha portuguesa de São Jorge

Os sismos vêm sofrendo uma redução progressiva na intensidade na ilha de São Jorge, nos Açores, nos últimos dias, sugerindo que a crise sismovulcânica caminha para a estabilidade. Apesar da diminuição dos abalos, as autoridades chamam a atenção para o nível de alerta vulcânico que permanece elevado.

Imagem ilustrativa Ilha de São Jorge, arquipélago dos Açores, Portugal. Crédito: Divulgação CIVISA
Imagem ilustrativa Ilha de São Jorge, arquipélago dos Açores, Portugal. Crédito: Divulgação CIVISA

O Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Souza, visitou a ilha no feriado de Páscoa para transmitir confiança à população de que a situação está voltando ao normal, depois de um mês de atividade sísmica preocupante.

Entretanto, a autoridade nacional declarou achar precipitado reduzir imediatamente o nível de alerta vulcânico, que continua em V4, numa escala que vai até V7, o que daria a falsa impressão do fim da ameaça de uma erupção.

Mais de 29 mil sismos
O monitoramento constante feito pelo Centro de Informação e Vigilância Sismovulcânica dos Açores (CIVISA) demonstrou que a frequência dos sismos não se parece mais com o início da crise em 19 de março, quando mais 12 mil registros ocorreram no período de uma semana.
O CIVISA contabilizou 29.200 sismos até esta segunda-feira, dia 18.

Existe uma redução na intensidade dos sismos, mas a atividade continua acima do normal, afirma o CIVISA. Ainda foram registrados mais de 200 sismos separadamente no sábado e no domingo. Porém, a intensidade parece estar diminuindo e a população não sentiu nenhum abalo nas últimas 24 horas, além do baixo número no fim de semana.

Desde o aumento da atividade sísmica nos Açores, foram identificados 252 sismos sentidos pela população. O mais forte deles atingiu magnitude 3.8 às 21h56, hora local, do dia 29 de março.

Evacuações
Os inúmeros sismos e o temor de uma erupção vulcânica levou mais de duas mil pessoas a evacuarem a ilha de São Jorge entre março e abril. A ilha tem cerca de 8 mil habitantes.

O plano de evacuação da ilha de São Jorge, pelo mar e pelo ar, continua em vigor pelo menos até o início da próxima semana caso seja necessário.

Os relatórios do CIVISA à imprensa deixarão de ser diário e serão divulgados três vezes por semana. Já o alerta vulcânico só deverá efetivamente ser alterado quando a situação for considerada estável pelo órgão de monitoramento da região.

Acesse também:

Mais de 12 mil sismos são registrados em ilha dos Açores e milhares evacuam áreas de risco



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022