Quarta-feira, 29 set 2021 - 14h26
Por Maria Clara Machado

Lava chega ao mar em La Palma após 10 dias de erupção do Cumbre Vieja

A natureza dá mais um espetáculo com o fluxo de lava da erupção do Cumbre Vieja, alcançando o mar em La Palma, nas Canárias, depois de dez dias de atividade vulcânica. A lava atingiu a água do oceano Atlântico pela primeira vez ontem à noite provocando explosões de gases nocivos para a saúde como já era esperado.

Imagem aérea da lava encontrando o oceano Atlântico, em La Palma, nas ilhas Canárias. O momento estava sendo aguardado pelas autoridades e gera explosões desde ontem a noite. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter oficial do INVOLCAN.
Imagem aérea da lava encontrando o oceano Atlântico, em La Palma, nas ilhas Canárias. O momento estava sendo aguardado pelas autoridades e gera explosões desde ontem a noite. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter oficial do INVOLCAN.

Ouça o podcast Que efeitos prolongados terá a lava vulcânica em La Palma?

O choque da lava, que chega a ter mais de 1000°C, com a água do mar é capaz de provocar explosões, emissões de gases tóxicos e ondas escaldantes, por isso existia o temor deste momento por parte das autoridades e dos especialistas. No entanto, a área de risco está mais próxima ao mar por onde a lava está escorrendo e um alerta de segurança foi emitido para o raio de 3,5 quilômetros por terra e pelo mar.

Segundo o Instituto Espanhol de Oceanografia o material magmático depositado sobre o mar está formando uma espécie de pirâmide já calculada em 50 metros de altura.

A lava chegou ao mar pela primeira vez na noite da terça-feira provocando grande depósito de material magmático. Crédito: Instituto Espanhol de Oceanografia
A lava chegou ao mar pela primeira vez na noite da terça-feira provocando grande depósito de material magmático. Crédito: Instituto Espanhol de Oceanografia

O vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção no dia 19 de setembro e desde então continua tendo fases explosivas e derramando fluxos de lava.

A previsão inicial era de que a lava atingisse o mar nos primeiros dias após a erupção, mas os fluxos se tornaram viscosos e passaram avançar lentamente pela ilha de La Palma. Em algumas partes da região, a altura da lava chegou a 12 metros levando tudo pela frente.

Já a fase eruptiva nos últimos dias produziu uma lava menos densa que se moveu mais rapidamente.

A Direção Geral da Marinha Mercante monitora os fluxos de lava avançando sobre o mar nesta quarta-feira, dia 29. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @mitmagob
A Direção Geral da Marinha Mercante monitora os fluxos de lava avançando sobre o mar nesta quarta-feira, dia 29. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @mitmagob

Formação de depósitos vulcânicos e nuvens de vapor na costa de La Palma nesta quarta-feira, dia 29. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @JuanTVaz
Formação de depósitos vulcânicos e nuvens de vapor na costa de La Palma nesta quarta-feira, dia 29. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @JuanTVaz

O governo da Espanha declarou zona de desastre em La Palma a fim de conseguir ajuda financeira para a reconstrução de moradias e recuperação das áreas destruídas pela erupção do Cumbre Vieja.

O novo balanço divulgado pelas autoridades fala em 680 casas e estabelecimentos atingidos pelos fluxos de lava, além de 22 quilômetros de estradas e plantações arrasadas num total de 258 hectares, o equivalente a 258 campos de futebol, até o momento.

Os milhares de desabrigados pela erupção do Cumbre Vieja estão em abrigos e felizmente nenhuma morte foi registrada.

Acesse também:

Explosões do Cumbre Vieja e área coberta por lava aumentam em La Palma

Divulgada imagem térmica dos fluxos de lava escorrendo do vulcão Cumbre Vieja



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022