Sábado, 2 out 2021 - 15h09
Por Maria Clara Machado

Mais uma grande tempestade de areia atinge o interior de São Paulo e deixa vítimas

Um novo episódio de tempestade de areia como os grandes HABOOBS assustou moradores de pelo menos 13 cidades, principalmente do oeste e do noroeste do estado de São Paulo na sexta-feira, dia primeiro de outubro. A enorme cortina de poeira se formou pela segunda vez em menos de uma semana e resultou em muitos danos e quatro vítimas fatais.

Grande tempestade de areia avança por Pereira Barreto no dia primeiro de outubro. Crédito: Imagem divulgada por morador da região Moacir da Silva.
Grande tempestade de areia avança por Pereira Barreto no dia primeiro de outubro. Crédito: Imagem divulgada por morador da região Moacir da Silva.

Moradores relataram através das redes sociais, muitos estragos por conta da ventania que veio com a poeira. A grande cortina de poeira avançou com rajadas de vento de pelo menos 80 km/h.

Em Presidente Prudente, uma das cidades atingidas do oeste paulista, as rajadas de vento foram calculadas em 103 km/h segundo a Defesa Civil que atendeu 75 ocorrências. Houve destelhamentos, queda de árvores, vidraças quebradas como no saguão do aeroporto da cidade e até o tombamento de um caminhão na SP-270. Araçatuba, Andradina, Tupã e Pereira Barreto também estão entre as cidades com maiores danos.

No total foram quatro mortes em decorrência da passagem do fenômeno, uma em Tupã vítima da queda de um muro e três em Santo Antônio do Aracanguá, que não resistiram quando o fogo se alastrou durante um incêndio nas matas da região. Oitenta animais que estavam no pasto também morreram quando a poeira e os ventos chegaram de repente alastrando a fumaça e as chamas do incêndio.

Novo Haboob!
Embora as tempestades de poeira ocorram no interior de São Paulo após os meses de tempo seco, os dois últimos fenômenos dos dias 26 de setembro e primeiro de outubro foram descritos como únicos e assustadores pelos moradores locais.

Enorme tempestade de poeira avança sobre Franca, no interior de São Paulo, na tarde dia 26 de setembro. Moradores disseram nunca terem presenciado o fenômeno neste porte. Crédito: Imagem reproduzida em redes sociais/ Divulgação @EstevaldoCarne
Enorme tempestade de poeira avança sobre Franca, no interior de São Paulo, na tarde dia 26 de setembro. Moradores disseram nunca terem presenciado o fenômeno neste porte. Crédito: Imagem reproduzida em redes sociais/ Divulgação @EstevaldoCarne

Meteorologistas explicam que o fenômeno natural é conhecido globalmente como HABOOB, um tipo de tempestade de poeira gigantesca com quilômetros de altura e de largura formada em condições de tempo muito seco e rajadas de vento fortes, que impulsionam a massa de poeira. A parede de poeira se move rapidamente e por isso, pode se tornar perigosa.

As tempestades são comuns em regiões muito secas em várias partes do mundo como no deserto de Mojave, em Nevada, nos Estados Unidos.

Durante o episódio de ontem áreas de instabilidade vindas do Paraná geraram os ventos intensos que mais uma vez levantaram a poeira do chão de forma cinematográfica.

O oeste e norte de São Paulo vivem a chamada seca excepcional com o pior déficit de chuva da escala por várias semanas e por isso, a terra está muito seca contribuindo para a formação das tempestades de areia.

Acesse também:

Enorme tempestade de poeira no interior de São Paulo foi como os haboobs



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022