Segunda-feira, 26 out 2020 - 15h48
Por Maria Clara Machado

Marinha do Brasil emite aviso especial sobre tempestade subtropical Mani

A Marinha do Brasil está com aviso especial sobre a tempestade subtropical Mani, que se formou na noite de domingo na altura da costa do Espírito Santo, como alertado pela meteorologia.

Imagem de satélite mostra as nuvens carregadas da tempestade subtropical Mani entre a costa do Espírito Santo e do sul da Bahia nesta segunda-feira. Crédito: NOAA/Goes-East
Imagem de satélite mostra as nuvens carregadas da tempestade subtropical Mani entre a costa do Espírito Santo e do sul da Bahia nesta segunda-feira. Crédito: NOAA/Goes-East


Mani está sobre o oceano Atlântico e move-se lentamente em direção a mar aberto rumo leste-sudeste, ou seja, se afastando da costa brasileira.

Uma área de baixa pressão próxima ao Espírito Santo evoluiu para uma depressão com características subtropicais no fim de semana. Ainda não estava nomeada, mas na noite de ontem ao atingir os ventos máximos sustentados acima de 65 km/h foi batizada como tempestade subtropical.

Mani já é a décima tempestade subtropical nomeada pela Marinha do Brasil na costa do Sudeste. Os nomes possuem origem indígena e Mani significa deusa indígena.

Se confirmado novo ciclone subtropical no Brasil, será batizado de Mani

Avisos em vigor
Há aviso de ventos fortes entre 50 km/h até 88 km/h, mar grosso e muito grosso entre Cabo Frio, no Rio de Janeiro, todo o litoral do Espírito Santo, até Caravelas e Salvador, na Bahia.

A Marinha alerta para ondas entre 3 metros a 4,5 metros em alto mar, no trecho de Cabo Frio (RJ) a Caravelas (BA), além do risco de ressaca entre Arraial do Cabo (RJ) e Regência (ES). Os avisos são válidos até esta terça-feira, dia 27.

Também há aviso especial de ventos fortes e ondas entre 3 metros a 4 metros em alto mar entre Caravelas a Salvador, na Bahia, valendo até a quarta-feira, dia 28.

Chuva forte no Espírito Santo
Segundo informações atualizadas da Defesa Civil do Espírito Santo os maiores acumulados de chuva nas últimas 24 horas, quando a tempestade tropical Mani estava em formação chegaram perto de 100 milímetros.

De acordo com as estações meteorológicas do CEMADEN, choveu entre 40 a 94 milímetros em diversos municípios. Rio Bananal e Marilândia tiveram acima de 90 milímetros de chuva.

Acesse também:

Temporada de furacões 2020 já é histórica com formação de Zeta



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021