Quarta-feira, 5 mai 2021 - 11h16
Por Maria Clara Machado

Meteorologia do Japão acredita que tornado provocou destruição em Makinohara

Uma forte tempestade varreu a cidade de Makinohara, na província de Shizuoka, a cerca de 200 quilômetros ao sul de Tóquio provocando destruição em mais de uma centena de imóveis. A meteorologia do Japão acredita que um tornado possa ter atingido a região e áreas vizinhas diante da extensão e dos tipos de danos.

A Agência Meteorológica do Japão avaliou que um tornado teria provocado grande destruição na região de Makinohara, na província de Shizuoka, no último sábado. Crédito: Reprodução de imagem divulgada pelo twitter @nhk news.
A Agência Meteorológica do Japão avaliou que um tornado teria provocado grande destruição na região de Makinohara, na província de Shizuoka, no último sábado. Crédito: Reprodução de imagem divulgada pelo twitter @nhk_news.

A tempestade atingiu a região no sábado, dia primeiro de maio, e após alguns dias de avaliação, a Agência Meteorológica do Japão (JMA) e o Observatório meteorológico local divulgaram que há grande possibilidade de um tornado ter se formado e provocado danos em 150 residências e prédios na região de Makinohara, Kikkawa e Numazu.

O fenômeno pode ter tido início no bairro de Nunohikihara, onde os danos observados foram maiores, embora não há registros do momento em que tudo aconteceu. As autoridades informaram que três pessoas tiveram ferimentos leves atingidas por estilhaços.

Além da grande destruição dos imóveis, foram relatados 560 cortes de energia elétrica e danos em plantações de chá em Shizuoka.

Destruição nos postes afetou a energia elétrica em inúmeros imóveis. Crédito: Reprodução de imagem divulgada pelo twitter @nhk news
Destruição nos postes afetou a energia elétrica em inúmeros imóveis. Crédito: Reprodução de imagem divulgada pelo twitter @nhk_news

Há alertas preventivos em vigor principalmente para o sul de Okinawa e várias áreas da parte continental do Japão nesta quarta-feira, dia 5.

Chuvas começam a aumentar
Os arquipélagos de Okinawa e Amami, com mais de 170 ilhas, já entraram antecipadamente na temporada de chuva, segundo a JMA.

Alertas preventivos em vigor nesta quarta-feira, dia 5, pela Agência Meteorológica do Japão. Crédito: JMA
Alertas preventivos em vigor nesta quarta-feira, dia 5, pela Agência Meteorológica do Japão. Crédito: JMA

A temporada normal para a possível formação das tempestades tropicais e tufões no Pacífico asiático se entende de maio a outubro, atingindo o pico entre os meses de agosto e setembro. A região de Okinawa é geralmente a mais afetada.

Em 2020 a temporada ficou ligeiramente abaixo da média, com a formação de 23 tempestades e 10 tufões e nenhum tufão tocou o solo do continente japonês. O destaque de 2020 foi o tufão Goni que impactou fortemente as Filipinas.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021