Terça-feira, 25 jan 2022 - 09h26
Por Maria Clara Machado

Nevascas atingem fortemente a Grécia e a Turquia e surpreendem

A tempestade Elpis, nomeada pelo Serviço Meteorológico Grego (EMY), está provocando condições extremas históricas com nevascas, ventos fortes e frio intenso que vêm atingindo várias áreas da Grécia e da Turquia e de outros países do leste europeu, como a Sérvia e a Romênia. No começo do mês, a Grécia já tinha sofrido com outro evento extremo durante a passagem da tempestade Diomedes.

Neve histórica atinge o Paternon, em Atenas, durante a passagem da tempestade Elpis no dia 24. Crédito: Reprodução Youtube/Upstories/Observatório Nacional de Atenas
Neve histórica atinge o Paternon, em Atenas, durante a passagem da tempestade Elpis no dia 24. Crédito: Reprodução Youtube/Upstories/Observatório Nacional de Atenas

As imagens da neve histórica se acumulando em monumentos da capital Atenas impressionam. São ruas, avenidas, calçadões, carros, frente das casas e edifícios cobertos por muita neve em várias cidades. Um fato inusitado é que a tempestade está castigando desta vez, inclusive áreas baixas do norte e do leste da Grécia e ilhas gregas.

As temperaturas estão beirando zero grau e há presença de neve até em cidades litorâneas, um fato mais raro. Ilhas gregas do mar Egeu como Santorini, Mykonos, Syros, Naxos, Tinos, Andros ficaram cobertas nos últimos dias.

Veja belíssimas imagens de Atenas feitas por drone após as nevascas divulgadas no youtube em colaboração com o Observatório Nacional de Atenas e o Serviço de Meteorologia:

Tempestade Diomedes trouxe muita neve no começo do mês
A Grécia já foi atingida por outra forte tempestade este mês. A tempestade nomeada como Diomedes pelo EMY também trouxe muita neve e chuva torrencial no dia 12 de janeiro.

Valores de 340 mm de chuva foram observados na estação de Portaria, na região de Tessália pelo Observatório Nacional de Atenas e o Serviço de Meteorologia da Grécia. A quantidade em 16 horas foi equivalente a um ano de precipitação em Atenas.

Neve de meses na Turquia!
A Turquia também vem enfrentando o tempo severo com nevascas que têm provocado um verdadeiro caos no transporte do país. As regiões norte e oeste são as mais atingidas há uma semana.

Nevascas vêm atingindo fortemente a Turquia desde a semana passada. Crédito: Imagem de Istambul/Reprodução Youtube/Meteored
Nevascas vêm atingindo fortemente a Turquia desde a semana passada. Crédito: Imagem de Istambul/Reprodução Youtube/Meteored

Desde a semana passada, milhares de pessoas foram afetadas pelas nevascas em grande parte da Turquia. Inúmeras estradas ficaram bloqueadas e as aulas foram suspensas em 52 províncias.

Na região do Mar Negro, cerca de 1800 aldeias ficaram isoladas por causa das nevascas.

Em algumas localidades, como na província de Gaziantep, no sudeste da Turquia, a neve atingiu um metro de espessura no dia 18, algo presenciado só há 54 anos. A quantidade de neve foi tão surpreendente que atingiu o equivalente a três meses de precipitação, segundo a meteorologia.

Em Mardin, um acidente envolvendo vários veículos deixou uma vítima e pelo menos onze feridos.

A imprensa internacional também reportou um acidente em uma rodovia de Istambul, tomada pela neve e o gelo, que deixou três vítimas fatais e 18 pessoas feridas no último domingo, dia 23.

O Serviço Meteorológico Estatal Turco ainda prevê queda de neve até meados desta semana.

Modelo de previsão de queda de neve para os próximos três dias. A região de Creta, no sul da Grécia e áreas do sudeste da Turquia ainda terão acúmulo de neve. Crédito: WINDY/Modelo ECMWF
Modelo de previsão de queda de neve para os próximos três dias. A região de Creta, no sul da Grécia e áreas do sudeste da Turquia ainda terão acúmulo de neve. Crédito: WINDY/Modelo ECMWF


Monitore em tempo real mais tempestades ao redor do globo!



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022