Segunda-feira, 1 mar 2021 - 10h09
Por Maria Clara Machado

Novo iceberg A74 do tamanho de São Paulo se desprende na Antártida

Um novo iceberg batizado de A74 quase do tamanho da cidade de São Paulo ou de Londres acaba de se romper da plataforma de gelo Brunt, no mar de Weddell, na Antártida. A iminência do rompimento já havia sido anunciada nas últimas semanas pelos pesquisadores do Reino Unido que monitoram a região de Brunt.

Iceberg A74 se rompeu da plataforma de gelo Brunt, na Antártida, no dia 26 e tem aproximadamente 1270 quilômetros quadrados. Crédito: Imagem divulgada no twitter oficial British Antarctic Survey @BAS News
Iceberg A74 se rompeu da plataforma de gelo Brunt, na Antártida, no dia 26 e tem aproximadamente 1270 quilômetros quadrados. Crédito: Imagem divulgada no twitter oficial British Antarctic Survey @BAS_News

Foi na sexta-feira, dia 26, que os cientistas confirmaram com a ajuda de uma série de dispositivos de GPS na plataforma Brunt, o nascimento do grande iceberg A74 de 1270 quilômetros quadrados.

A estação de pesquisa britânica Halley opera na região sendo que há cinco anos foi deslocada por conta da expectativa do rompimento de uma grande massa de gelo e hoje está a pouco mais de 20 quilômetros da ruptura do novo iceberg.

Imagem de satélite da missão Copernicus da ESA mostra o novo iceberg no dia 28 de fevereiro. Crédito: ESA
Imagem de satélite da missão Copernicus da ESA mostra o novo iceberg no dia 28 de fevereiro. Crédito: ESA

O professor Adrian Luckman, que está à frente das pesquisas na região, observou que o rompimento de gelo na borda dianteira da plataforma de Brunt é algo natural como uma forma de equilíbrio e não tem relação direta com as mudanças climáticas, mas grandes eventos como este último ainda são raros e emocionantes.

"Com três longas fendas em desenvolvimento ativo no sistema de plataforma de Brunt nos últimos cinco anos, todos nós estávamos antecipando que algo espetacular iria acontecer”, declarou o especialista.

Nas próximas semanas será monitorado se esse parto irá resultar em mais pedaços de gelo. Todos os estudos devem levar às razões pelas quais algumas rachaduras são menores e outras resultam em grandes eventos de parto, explica o professor Adrian Luckman.

Rompimento iminente
Imagens de satélite da Agência Espacial Europeia (ESA) revelaram uma nova rachadura ao norte da plataforma de gelo Brunt no final de 2019. É esta rachadura que vinha aumentando com muita velocidade é estava sendo acompanhada atentamente pelos pesquisadores.

Três rachaduras eram monitoradas pela missão Copernicus Sentinel-1, da ESA. O traço vermelho indica a velocidade com que a última rachadura estava aumentando. Crédito: ESA.
Três rachaduras eram monitoradas pela missão Copernicus Sentinel-1, da ESA. O traço vermelho indica a velocidade com que a última rachadura estava aumentando. Crédito: ESA.

O tamanho do A74 está calculado em aproximadamente 1270 quilômetros quadrados, muito próximo às áreas das cidades de São Paulo e de Londres que têm cerca de 1500 quilômetros quadrados.

É algo espetacular, mas sem desbancar o título do gigante A68, considerado o maior iceberg do mundo que teve inicialmente quase 6 mil quilômetros quadrados quando se rompeu da Plataforma de gelo Larcen C, na Península da Antártida, em 2017.

Acesse também:

Iceberg do tamanho de Londres está prestes a surgir na plataforma Brunt na Antártida



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021