Quinta-feira, 10 fev 2022 - 10h34
Por Maria Clara Machado

Pilares de luz são registrados sob clima gélido no sul da Rússia

Um fenômeno óptico, conhecido como pilares de luz, pode ser admirado na cidade de Baikalsk, em Irkutsk Oblast, no sul da Rússia, no último dia 4 de fevereiro. O inverno rigoroso com temperaturas que chegam a -20°C e a umidade alta foram condições meteorológicas essenciais para o fenômeno surgir.

Pilares de luz, fenômeno óptico natural presente em regiões muito frias, são observados em Baikalsk, Irkutsk Oblast, no sul da Rússia, em 4 de fevereiro de 2022. Crédito: Divulgação @schrodi/Instragam
Pilares de luz, fenômeno óptico natural presente em regiões muito frias, são observados em Baikalsk, Irkutsk Oblast, no sul da Rússia, em 4 de fevereiro de 2022. Crédito: Divulgação @schrodi/Instragam

Uma moradora de Baikalsk clicou diversas paisagens e relatou que os pilares de luz já foram observados várias vezes em Irkutsk este ano. Este é um fenômeno de regiões muito frias e também já surgiu em outros países. Lembra uma aurora boreal, mas são formações diferentes.

Pilares de luz em Baikalsk surgem no dia 4 de fevereiro. Crédito: Divulgação @schrodi/Instragam<BR>
Pilares de luz em Baikalsk surgem no dia 4 de fevereiro. Crédito: Divulgação @schrodi/Instragam

Condições especiais
A presença de inúmeros cristais de gelo suspensos na atmosfera refletiram a luz emitida de fontes artificiais criando o efeito óptico como sem fossem postes ou colunas iluminadas em direção ao céu.

Numa situação de umidade muito alta e temperaturas negativas, o vapor suspenso na atmosfera condensa sem passar pelo estado líquido dando origem aos cristais de gelo. Numa etapa posterior, dependendo da condição meteorológica os cristais de gelo podem cair em forma de neve.

Uma boa explicação é pensar que na formação dos pilares de luz, cada cristal de gelo funciona como um pequeno espelho, que reflete as fontes de luz, fazendo com que a luz retorne na direção da superfície. Esse efeito de reflexão da luz cria o visual das colunas verticais. Quanto maior o número de cristais de gelo aglomerados e suspensos na atmosfera, maior será o efeito visual do observador embaixo deles.

Pilares de luz surgem em Baikalsk no dia 4 de fevereiro. Crédito: Divulgação @schrodi/Instragam
Pilares de luz surgem em Baikalsk no dia 4 de fevereiro. Crédito: Divulgação @schrodi/Instragam


Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2022