Segunda-feira, 15 fev 2021 - 09h51
Por Maria Clara Machado

Réplicas continuam no Pacífico, cinco dias após o forte tremor de 7.7 magnitudes

Quase cem réplicas já foram observadas na região da Nova Caledônia, no Pacífico sul, cinco dias após o forte tremor de magnitude 7.7 ter atingido a região. O poderoso terremoto principal ocorreu ao sudeste das Ilhas Loyalty, na Nova Caledônia, a uma profundidade de 10 quilômetros, às 13h19 UTC do último dia 10 de fevereiro e gerou pequenos tsunamis sem danos na região.

Nova Caledônia vista de cima por astronautas da ISS. A região tem a segunda maior barreira de corais do mundo. Crédito: Earth Observatory Nasa.
Nova Caledônia vista de cima por astronautas da ISS. A região tem a segunda maior barreira de corais do mundo. Crédito: Earth Observatory Nasa.

Hoje cedo mais uma réplica moderada de magnitude 5.0 foi observada às 10h07 UTC, na mesma região, ao sudeste das Ilhas Loyalty. Ainda no domingo, outro tremor moderado de 5.8 magnitudes foi validado pelo Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). O evento sísmico ocorreu às 15h01 UTC e novamente com profundidade estimada em 10 quilômetros.

Tremor moderado de magnitude 5.8 ainda aconteceu na região da Nova Caledônia neste domingo, somando a lista de 93 réplicas até agora. Crédito: Google/Apolo11
Tremor moderado de magnitude 5.8 ainda aconteceu na região da Nova Caledônia neste domingo, somando a lista de 93 réplicas até agora. Crédito: Google/Apolo11

O USGS já contabilizou 93 réplicas até a manhã desta segunda-feira, dia 15, depois do tremor principal da última quarta-feira. Deste total, 76 réplicas foram moderadas a fortes, sendo seis classificadas como fortes. Outras 17 réplicas foram consideradas leves.

Parte das réplicas moderadas a fortes observadas na região da Nova Caledônia, depois do intenso tremor de magnitude 7.7 registrado no dia 10 de fevereiro. Crédito: Painel Global
Parte das réplicas moderadas a fortes observadas na região da Nova Caledônia, depois do intenso tremor de magnitude 7.7 registrado no dia 10 de fevereiro. Crédito: Painel Global

Esta alta atividade sísmica observada nos últimos dias no Pacífico sul ainda poderá continuar por alguns dias. “Sempre que um terremoto muito intenso acontece numa determinada região são comuns as réplicas se estenderem por vários dias, às vezes por semanas”, explica Rogério Leite, diretor do Apolo11.

A Nova Caledônia faz parte do Anel do Fogo do Pacífico, uma região de intensa sismicidade no globo.


Quer saber mais sobre esse poderoso evento? Ouça o podcast Dezenas de réplicas e pequenos tsunamis confirmados no Pacífico



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021