Sexta-feira, 12 fev 2021 - 13h51
Por Maria Clara Machado

Semana branca no norte europeu com a tempestade Darcy

Grande parte do norte da Europa vivenciou muita neve, ventos fortes e frio intenso com o avanço da tempestade Darcy no decorrer da semana. A forte nevasca transformou a paisagem e causou transtornos na Holanda, parte do Reino Unido, Bélgica e da Alemanha, no maior evento em pelo menos uma década.

O satélite Sentinel-3 carrega quatro sensores e faz parte do programa europeu de monitoramento ambiental Copernicus. A imagem mostra a cobertura de neve sobre a Holanda, norte da França, Bélgica, Luxemburgo, Dinamarca, parte do Reino Unido e da Alemanha no dia 11 de fevereiro. Crédito: Copernicus Sentinel-3/ESA
O satélite Sentinel-3 carrega quatro sensores e faz parte do programa europeu de monitoramento ambiental Copernicus. A imagem mostra a cobertura de neve sobre a Holanda, norte da França, Bélgica, Luxemburgo, Dinamarca, parte do Reino Unido e da Alemanha no dia 11 de fevereiro. Crédito: Copernicus Sentinel-3/ESA

Uma imagem de satélite capturada ontem pelo Copernicus Sentinel-3, da Agência Espacial Europeia (ESA) revelou a praticamente toda a Holanda coberta pela neve graças a uma semana de temperaturas negativas, após a primeira grande nevasca a atingir o país em mais de 10 anos. O leste da Holanda registrou -15°C.

A tempestade Darcy chegou à Holanda no dia 6 de fevereiro e o país entrou em alerta vermelho com grande parte do transporte terrestre e aéreo paralisado pelo acúmulo de 5 a 10 centímetros de neve e até 30 centímetros em algumas áreas. O caminho foi aberto para que a nevasca e o frio intenso atingissem partes do Reino Unido e da Alemanha nos dias seguintes.

A tempestade Darcy resultou nas mais baixas temperaturas da última década no Reino Unido, que registrou -17°C nas terras altas da Escócia esta semana.

Na Alemanha a nevasca provocou grande interrupção nos serviços de trens entre cidades como Hamburgo e Hanover. O Serviço Meteorológico do país informou que a neve mais pesada acumulou 40 centímetros em partes do norte.

O frio rigoroso e a neve mais fina também traz preocupações na Bélgica, especialmente com mais vulneráveis que estão na rua sem abrigo. Muitos conseguem ao menos passar a noite nos centros de acolhimento.

Nevasca rara na Holanda
O gelo abundante tem sido raro na Holanda. A última vez que a histórica corrida Elfstedentocht de 200 quilômetros sobre o gelo natural em 11 vilas na província de Friesland foi realizada foi em 1997. Depois de 24 anos, as condições para o evento são favoráveis, porém pela expectativa de milhares de espectadores a corrida deve ser novamente cancelada em razão da pandemia.

Para a corrida acontecer a cobertura de gelo no percurso precisa ter pelo menos 15 centímetros de espessura. O Instituto Meteorológico Holandês (KNMI) afirma que essa chance vem diminuindo a cada ano em razão das alterações no clima da região.

A imagem mostra a abrangência e profundidade da neve em muitas áreas do norte europeu no dia 12 de fevereiro, quase uma semana após a chegada da tempestade Darcy. Crédito: Windy.
A imagem mostra a abrangência e profundidade da neve em muitas áreas do norte europeu no dia 12 de fevereiro, quase uma semana após a chegada da tempestade Darcy. Crédito: Windy.

A imagem acima baseada no modelo meteorológico ECMWF mostra a abrangência e a profundidade da neve em muitas áreas do norte europeu. Todas as manchas em azuis e verde indicam acúmulo de 5 cm a 50 cm de neve nesta sexta-feira, dia 12.

Acesse também:

Vários centímetros de neve sobre vulcões do Havaí

Relembre o podcast:

Semanas ou meses de inverno rigoroso na Europa



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021