Quarta-feira, 21 abr 2021 - 10h50
Por Maria Clara Machado

Super tufão Surigae é o mais forte da história já visto em abril

O período normal para a formação dos tufões no Pacífico asiático costuma ser entre maio e outubro, mas o super tufão Surigae contrariou os padrões e atingiu a categoria máxima sobre o mar das Filipinas nesta semana de abril. Surigae continua próximo ao arquipélago provocando ventos intensos acima de 200 km/h durante esta quarta-feira, dia 21.

Super tufão Surigae atingiu a categoria 5, na escala se ventos Saffir-Simpson, no dia 17, de acordo com o US JTWC. A imagem mostra as estruturas de nuvens mais frias e as áreas mais quentes da tormenta. Crédito: NASA.
Super tufão Surigae atingiu a categoria 5, na escala se ventos Saffir-Simpson, no dia 17, de acordo com o US JTWC. A imagem mostra as estruturas de nuvens mais frias e as áreas mais quentes da tormenta. Crédito: NASA.

Surpreendentes recordes
Logo que Surigae começou a ganhar força sobre o mar das Filipinas na semana passada, os centros de previsões e alertas projetaram que a tormenta chegaria a classificação de um super tufão.

Surigae foi mais forte do que o previsto pelo PAGASA e de acordo com os dados coletados pelo US Joint Typhoon Warning Center (JTWC) o fenômeno atingiu categoria 5, na escala de ventos Saffir-Simpson, em 17 de abril.

O super tufão Surigae registrou ventos máximos sustentados de 305 quilômetros por hora. Ainda no início da semana, o super tufão se manteve muito forte com rajadas de vento chegando a 240 km/h.

Desde que existem os registros modernos com a ajuda de satélites, nunca uma tempestade formada no hemisfério norte tinha atingido a categoria 5 no mês de abril. Na imagem de satélite capturada pela NASA no dia 19 de abril, Surigae aparece monstruoso ao lado das Filipinas.

A Agência Meteorológica do Japão (AMJ) também informou que a pressão central no Surigae caiu para 895 milibares, uma das mais baixas registradas e que fez dele extremamente poderoso.

Surigae é o primeiro super tufão de 2021, surgindo após o também super tufão Goni em outubro de 2020 que devastou as Filipinas.

Milhares de filipinos impactados
As informações divulgadas Conselho Nacional de Gestão e Redução de Risco de Desastres de Manila (MDRRMO) são de três mortes em decorrência da queda de árvores pelos ventos fortes, um desaparecido e dez feridos, além de mais de 200 mil evacuados das zonas de risco. As vítimas foram confirmadas na região central de Bicol, Visayas e Davao.

Cerca de 230 mil pessoas precisaram ser evacuadas nas Filipinas.Crédito: Imagem divulgada por MDRRMO.
Cerca de 230 mil pessoas precisaram ser evacuadas nas Filipinas.Crédito: Imagem divulgada por MDRRMO.

Das 59 mil famílias afetadas pelos impactos de Surigae, quase 4 mil estão em centros de evacuação. Dezenas de vilas permanecem sem energia elétrica e a situação deve começar a normalizar só a partir de amanhã.

Levantamentos preliminares também já falam no prejuízo de quase 1 milhão de dólares no setor agrícola de Bicol e Visayas oriental.

O tufão Surigae está sobre o mar, ao nordeste das Filipinas e encontra-se na categoria 3 nesta quarta-feira. A partir do dia 22 começa a se afastar de vez da costa das Filipinas.

Ouça o podcast Saiba tudo sobre a tempestade subtropical Potira



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021