Sábado, 15 ago 2020 - 09h58
Por Maria Clara Machado

Tornados atingem cidades do meio-oeste de Santa Catarina

Novas tempestades destruidoras atingiram cidades do meio-oeste catarinense na tarde da sexta-feira. Levando em conta o nível dos estragos, há indícios de que tornados possam ter passado pela região, avaliam a Defesa Civil de Santa Catarina e a empresa de meteorologia METSUL.

Destruição em Água Doce após tempestades na tarde do dia 14 de agosto. O levantamento preliminar da Defesa Civil de SC fala em 700 casas destelhadas na cidade. Crédito: Divulgação Prefeitura Água Doce
Destruição em Água Doce após tempestades na tarde do dia 14 de agosto. O levantamento preliminar da Defesa Civil de SC fala em 700 casas destelhadas na cidade. Crédito: Divulgação Prefeitura Água Doce

As cidades que sofreram os maiores danos entre destelhamentos, destruições em edificações e queda de árvores foram Tangará, Água Doce, Vargem Bonita, Catanaduvas e Ibicaré, de acordo com a Defesa Civil do estado.

A força dos ventos chegou a virar caminhões na região de Tangará, uma das mais atingidas. Além dos caminhões tombados, o cenário de árvores cortadas remete a eventos severos como passagem de tornados ou microexplosões, são as hipóteses mais prováveis apontadas pelos meteorologistas da METSUL. Ventos com força para derrubar um caminhão são de pelo menos 100 km/h.

Caminhões tombados em Tangará com a força dos ventos. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @teretotal
Caminhões tombados em Tangará com a força dos ventos. Crédito: Imagem divulgada pelo twitter @teretotal

Veja imagens de Tangará divulgadas por moradores da região:

Já a Defesa Civil de Santa Catarina confirmou o registro de dois tornados nos municípios de Água Doce e Irineópolis. A distância entre as duas cidades é de 100 quilômetros.

O radar meteorológico da aeronáutica mostrava intensas células de tempestades no meio-oeste de Santa Catarina na tarde de ontem.

90% das casas em Tangará sofreram danos
O levantamento preliminar feito pela Defesa Civil fala em 700 casas destelhadas e 25 totalmente destruídas em Água Doce. Onze pessoas ficaram feridas e cerca de 700 estão desabrigadas. Em Catanduvas, 235 residências tiveram os telhados danificados.

Já em Tangará estima-se que 90% das casas e edificações foram atingidas e sofreram algum dano. Cerca de 100 pessoas estão desabrigadas e cinco ficaram feridas.

Em Vargem Bonita, são 1300 casas com telhados danificados segundo a Defesa Civil. Em Ibicaré os danos foram menores, mas também houve destelhamentos e destruições.



Procure no Painel


Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021