Anônimo    Vitória - ES em 02/02 - 11h46   
Forte terremoto na região de Vanuatu. A magnitude inicial é de 6.9° com 10 km de profundidade, que se for confirmado, o tremor foi sentido nas ilhas próximas com intensidade.

Anônimo Santos/SP-SP comentou em 02/02 - 18h00
Boa tarde para todos! :) A altura máxima das ondas devido a agitação marinha foi de 0,40cm [Ver site] (Fonte: GDACS e Earthquake Report).)
Anônimo Cuiabá-MT comentou em 02/02 - 17h54
a USGS revisou o terremoto pra 7.1

se não me engano é o mais alto desse ano, até agora.

Anônimo - comentou em 02/02 - 15h31
Ok, ok... sem alarde. Vamos por partes...

Maurício, o teu raciocínio é parecido com o meu. Mas como disse, nunca encontrei nada que me ajudasse a compreender melhor, então... sempre acabo deixando isso pra outra hora.

Sr. Admnistrador, paciência comigo por favor. Eu pergunto tudo que me vêm na cabeça... Conheço a teoria da tectonica de placas e não me resta nenhuma dúvida sobre os terremotos serem causados por esta dinâmica. Mas talvez o sr. concorde comigo que pouco se sabe (ou pelo menos pouca informação se encontra), com confirmações, sobre oque de fato acontece no núcleo externo e interno... é claro que têm um monte de gente séria estudando isso aí (e, talvez eu gostasse de ser uma destas), mas sou uma humilde estudante do 2º ano de Geografia, e minhas referências são um pouco "escassas". Como meu curso não aborda muito essa área, procuro informações sozinha, na biblioteca e no computador, e compreendo o "pânico" que deve ter deste tipo de pergunta, em função da quantidade de bobagens que existem espalhadas pela internet.

Aurora... entendo teu raciocínio, me parece bem sensato.

Bom... é isso

Abraços e boa tarde pra todo mundo!

Anônimo Guarujá-SP comentou em 02/02 - 15h27
Ei, parece que o Admin trocou meu nome pelo nome do Everton e o Mauricio trocou o nome da Marina pelo meu, KKKK
Anônimo Guarujá-SP comentou em 02/02 - 15h19
Marina, Mauricio, tb já tentei associar os eventos (explosões solares --> terremotos)apenas me baseando nos conceitos mais conhecidos da Física. Só depois que passei a acompanhar os eventos e suas oscilações pela internet notei que não há um padrão - às vezes ocorrem simultaneos, outras vezes não. Um antecede a outro numa ocasião e mais adiante a sequência inverte. São sistemas de forças distintas em suas respectivas grandezas, assim me parece. E se levarmos em conta a quantidade de pesquisadores que se dedicam a estudar os eventos solares e telúricos, se houvesse ligação com certeza haveria um empenho em utilizar este conhecimento para salvar vidas que se perdem nos terremotos. Já pensaram como seria bom um alerta para terremotos? Eles são ainda imprevisíveis!
Administrador São Paulo-SP comentou em 02/02 - 15h18
Depois de meses explicando a mesma coisa, o Painel voltou à estaca zero!
Administrador São Paulo-SP comentou em 02/02 - 15h17
Olá maurício, permita-me discordar. Os geofísicos conhecem perfeitamente o que causa os terremotos. Não é uma teoria baseada em hipóteses. Os terremotos são provocados pelo movimento das placas tectônicas que se movimentam devido ao fluxo convectivo gerado pelo calor no centro da Terra. Isso não é uma teoria. Obrigado!
Anônimo Santana do Livramento-RS comentou em 02/02 - 15h01
Concordo com voce Aurora, porque na realidade o efeito é inversamente proporcional a essa atividade. Se for verdade que o Planeta terra se comporta semelhantemente a um gigantesco capacitor, é necessario primeiro carregar para depois descarregar. Vejamos como funciona um capacitor: O capacitor é um componente usado em quase topo tipo de dispositivo eletrônico. Ele permite armazenar cargas elétricas na forma de um campo eletrostático e mantê-la durante um certo período, mesmo que a alimentação elétrica seja cortada.

Os capacitores permitem armazenar pequenas quantidades de energia, absorvendo variações na corrente e entregando um fluxo estável para os componentes ligados a ele. Você pode imaginar que eles atuam como pequenas represas, armazenando o excesso de água na época das chuvas e entregando a água armazenada durante as secas.

Acredito que a hipótese acima seja apenas uma parte do processo causador de terremotos. É preciso levar em consideração também o Baricentro(centro de gravidade) do sistema solar como um todo, ou seja, a posição dos planetas num determinado momento e de que forma as forças envolvidas influenciam a dinâmica da terra. Como os planetas estão em constante movimento o baricentro do sistema estará sempre oscilando em torno do Sol, mas raramente estará "dentro" dele, e nunca, nunca coincidirá com o seu centro.

Some a tudo isso mais todas as explicações que o Rogerio e outros já fizeram sobre o movimento das placas tectônicas.

Ou seja, ainda não há uma explicação definitiva sobre as causas dos terremotos, mas sim varios estudos que apontam possibilidades!

Anônimo - comentou em 02/02 - 14h49
Ok, aurora... mas existe alguma ligação entre os dois eventos? Sempre questionei que, pela lógica, uma coisa poderia influenciar na outra, mas nunca encontrei alguma informação que confirmasse ou negasse a relação.
Administrador São Paulo-SP comentou em 02/02 - 13h45
Exato Everton, não custa lembrar!
Anônimo Guarujá-SP comentou em 02/02 - 13h19
...aproveitando a ocasião para destacar que não é preciso ter atividade solar alta para ocorrer terremotos, um evento não é consequência do outro.
Administrador São Paulo-SP comentou em 02/02 - 11h48
Sim, muito forte, mas descartado risco de tsunami.













Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021
Política de Privacidade