Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Administrador      
Olá pessoal, vejam que interessante. Há alguns dias, após os terremotos no México, o Painel estava entupido de gente. Muito cairam de paraquedas, acreditando que o fim do mundo estava próximo. Agora, passados alguns dias, todo mundo sumiu, os questionamentos pararam e a vida seguiu. Nem o terremoto de hoje, de 6 magnitudes no Japão, foi capaz de atrair a atenção. Talvez precise ser um de 9.5! Por outro lado, quando acontece um "pum" de 2.5 em algum canto do Brasil, vem novamente um monte de gente querendo saber porque ele não está no mapa. Surgem trocentos links para a RBS e ainda vem alguém dizer que outros "apps" são melhores, pois mostram até sismos que não existem. Acreditem: Isso é assim desde que o Painel Global existe, há mais de 10 anos. Em 2012 foi muito pior, quando o mundo supostamente ia acabar. Por esse motivo, agradecemos muito às pessoas que participam ativamente do site, que não estão aqui somente quando algo MUITO grave acontece. Estão aqui sempre informando e isso é fantástico. As pessoas passam e o Painel segue!
Rejaine Monteiro comentou
Entendo o seu desabafo, Admin! Concordo que muitas pessoas podem chegar até aqui por causa dos "alarmes" de fim de mundo, mas ao conhecerem o Painel e começarem a segui-lo, o conhecimento vai sendo ampliado e a gente vai ficando quase 'viciada' em fazer uma visita quase que diariamente. Eu mesma aprendi e continuo aprendendo muito por aqui. Temos que continuar incentivando a todos a participarem cada vez mais!! Confesso que também estou um pouco sumida, pois estou num projeto no trabalho que está me demandando muito tempo. Mas todos os dias dou uma passada para conferir as notícias sobre o nosso querido planetinha e sobre o universo.
Francisco Medeiros comentou
Eu estou por aqui também ha muito tempo e todos os dias , o PG é o meu guia sempre que ligo o pc é o primeiro site que abro pra ver como estão as coisas. Estou me reservando dos comentários porque fiquei com a sensação que estava incomodando.
Henrique Kempner comentou
Como leigo no assunto mas muito interessado, não saio publicando posts dos assuntos (acho isso chato), prefiro comentar e/ou discutir os apontamentos daqueles que realmente sabem sobre o assunto, ou seja, como não domino o assunto espero alguém publicar para que ae sim eu possa tirar minhas dúvidas. Inclusive eu estava esperando alguma matéria sobre o terremoto no Japão, não posso sair dramatizando se esse terremoto foi o chinês que provocou, ou se causou alguma morte, ou foi no mar e nem teve consequências, eu espero algum especialista se comunicar... Mas por motivos de registro, estou ligado aqui no PG 5 dias por semana, quase o horário comercial todo...
Henrique Kempner comentou
Com relação aos punzinhos no Brasil, no momento eu fiz alguns questionamentos, acredito o que está mais perto é o que mais preocupa, porém o próprio adm me explicou como são detectados esses punzinhos e quais instituições tomam conta disso, sendo assim, contribuiu para meu melhor entendimento e conhecimento, então foi algo positivo. Em momento algum julguei o PG e sim busquei novos conhecimentos e explicações, e obrigado por esses esclarecimentos. E já aviso que assim que eu tiver mais dúvidas eu questionarei...
Rejaine Monteiro comentou
Eu acho normal que, quando alguém começa a acompanhar o painel, se assuste um pouco com a quantidade de vulcões, terremotos, explosões solares, furacões, tempestades, etc... e passe a questionar se isso seria normal ou se há "algo muito incomum" acontecendo no planeta. No início, eu também me assustava quando olhava o mapa e via tanta coisa acontecendo!! Com o passar do tempo, a gente vai aprendendo que o planeta está "vivo" e que todos esses eventos (apesar de extraordinários, intrigantes e fascinantes) sempre ocorreram e vão continuar ocorrendo, nos restando apenas aprender com eles (seja para admira-los ou para aprendermos a nos proteger deles!!)
Thiago Alvez comentou
Me desculpem mais eu ri na hora do pum de 2.5 kkkkkkkkk, eu sempre estou seguindo o painel global mais não sou muito de comentar!!
Marcos Passetti comentou
boa noite amigos...nao se estresse Rogerio hj é sexta feira.. Se nao fosse a distancia iria te chamar pra toma uma abç amigo
Anônimo comentou
Mas, convenhamos: isto é ótimo. Estamos ganhando almas! Imaginem uma internet sem lugares como este, num mar de sites fake news? Parabéns aos idealizadores, ano que vem faz 10 anos!


    2
Dulci      
Bom dia!!! Eu sigo o Painel a muito tempo, quando faço algumas perguntas é porque estou querendo entender melhor os fenômenos da terra por ser leiga no assunto, se ultimamente não venho comentando nada é porque não tenho dúvidas, portanto, Rogério, não é porque estou acreditando no fim do mundo que estou aqui, pelo contrário, acompanho a anos e só me manifesto para tirar dúvidas e sempre que as tiver vou questionar, agora desculpe, se o painel é um site para somente os entendidos do assunto comentarem, por favor me avisa que eu me retiro.
Dulci comentou
Outra coisa, antes que alguém me critique, eu tentei abrir a caixa de comentar mas não abriu.
Prisca comentou
Bom dia! Contribuindo com o assunto: Eu também comento só quando tenho alguma dúvida relevante. Entretanto, acesso o painel praticamente todos os dias, desde que descobri sua existência. Acho normal que quando há mais eventos no globo, também haja mais comentários... Sendo assim os tópicos discutidos são de fato pertinentes.
Rejaine Monteiro comentou
Ola Dulci, tenho certeza que o Admin não quis direcionar o post a vc, especificamente. Vejo apenas como um desabafo, pois algumas pessoas realmente só chegam aqui quando algo extraordinário acontece (o que não é de tudo ruim, mas muitos chegam só para criticar ou tumultuar o espaço). Claro que não é o seu caso. Muitos chegam aqui (inclusive me incluo) com muitas dúvidas e a gente aprende todo dia um pouquinho. Ninguém aqui é especialista (ok, talvez alguns sejam... rsrs... mas não é o meu caso, por exemplo - estou aqui mais para aprender e compartilhar o que já aprendi com todos) E é isso que faz o espaço ser tão legal, por que temos a oportunidade de adquirir e compartilhar conhecimento! Abraços!
Dulci comentou
Tudo bem Rejaine, só achei desnecessário. Acho até legal as duvidas e euforia das pessoas e quem entende pode muito bem acalmar os menos esclarecidos, tendo em vista tanta informação que levam as pessoas ao pânico, grata pelo comentário.
Administrador comentou
Olá Dulci, talvez você tenha entendido mal! Não tem a ver com você ou a qualquer pessoa em particular. Nem pensei nisso. :-)


    3
Vania C.      
Bom dia! Tempestade Xavier causa danos no norte e centro da Alemanha. Sete pessoas morreram e mais de 30.000 ficaram sem eletricidade ontem (05/10) Na América Central a tempestade Nate causa também sérios danos e mortes na Costa Rica e Nicarágua. Ela segue em direcao aos EUA e pode se transformar em um furacao
Khemet comentou
Tempestade Xavier? No momento a unica tormenta que vejo em atividade é NATE com cerca de 80km/h. Então o painel não está informando essa segunda tempestade. E pode sim se transformar em furacão.
Vania C. comentou
Fonte:www.morgenpost.de/
Rejaine Monteiro comentou
Ola, Khemet. Tudo bem? Então, o PG é um espaço aberto e colaborativo. As vezes pode ocorrer de dar algum problema ou alguma informação não ser plotada no mapa automaticamente ou até mesmo ocorrer de alguma informação não estar desatualizada, enfim. Mas justamente por ser um espaço aberto, os próprios participantes podem ajudar a atualizar e compartilhar informações e por isso o PG é tão dinâmico - todo mundo pode participar (desde que obedecendo as regras de postagem, claro). E por isso o PG é tão bacana! Seja sempre bem vinda para ajudar e colaborar! E obrigada Vania por nos informar sobre essa tempestade. Vamos acompanhar e ficar de olho.
Rejaine Monteiro comentou
Um piloto teve extremas dificuldades ontem para pousar uma aeronave A380 no aeroporto de Düsseldorf, na Alemanha, devido aos fortes ventos provocados pela tempestade Xavier. Vejam o vídeo:
Link

Dione Moraes comentou
Ilustrando o comentário de Rejaine Monteiro, vídeo da aterrissagem dramática do AIRBUS A380, em meio a tempestade em Dusseldorf. [Ver site]
Vania C. comentou
Rejaine e Dione, bom dia e obrigada pelos vídeos :-)
Karen comentou
Dione sempre fantastica!


    4
claudio aquino      
ola aqui em ji parana ro teve um tremor de terram a cidade quase toda sentiu , no painel não mostra .
Rejaine Monteiro comentou
Ola Claudio, pesquisei por aí e não encontrei relados. Se houve algum sismo, talvez não foi plotado no mapa por ter sido abaixo de 3.5mag. Também pesquisei no site da Rede Sismológica Brasileira mas não encontrei nenhuma informação de novos sismos para essa região.
Rejaine Monteiro comentou
*relatos


    5
Dione Moraes      
De acordo com o Boletim dàs 13 horas de 06/10/2017, a Tempestade Tropical Nate, está localizada no noroeste do Mar do Caribe, produzindo uma ampla área de chuvas e tempestades. Com ventos de 50 MPH, ou 80 Km/h, e segue para a Península de Yucatán, no México pelo Golfo do México e, em direção aos EUA, a 34 Km/h. conforme imagem experimental de chegada dos ventos. A intensidade continua aumentado, e atualmente sua pressão é de 996 mb. Nate deve se transformar em furacão antes de atingir os EUA em algum ponto entre os estados da Luisiana e Flórida
Dione Moraes comentou
Na ordem, imagens de áreas de previsão de inundações, de avisos de tempestade e do potencia de precipitação nos EUA.
Dione Moraes comentou
Imagens dos danos causados nos três países, Nicarágua, Costa Rica e Honduras, pela Tempestade Tropical Nate.
Dione Moraes comentou
Mais imagens
Dione Moraes comentou
Um sistema sobre o Nordeste do Oceano Atlântico, pode se tornar um ciclone tropical, ou subtropical, no início da próxima semana.
Dione Moraes comentou
[Ver site] Análise pluviométrica da Tempestade Tropical Nate.
Dione Moraes comentou
Imagem de satélite mostra evolução da Tempestade Tropical Nate [Ver site]
Dione Moraes comentou
ATUALIZAÇÃO. De acordo com o Boletim do NHC, das 22:30h, Nate, ao entrar no Golfo do México, é, agora, um furacão Categoria 1, com ventos máximos sustentados de 75 MPH, ou 121 Km/h, e pressão mínima de 988 Mb, e se move a uma velocidade de 35 Km/h. Um aviso de furacão, foI emitido para a área metropolitana de Nova Orleans.
Dione Moraes comentou
Imagem de satélite do furacão Nate, que segue o mesmo caminho do Katrina, em direção a Nova Orléans, quando causou aproximadamente 1800 mortes, em 2005.
Dione Moraes comentou
NOAA, e os aviões caça furacões, da Força Aérea dos EUA, constatam que Nate esta mais forte na área central do Golfo do México, com ventos máximos sustentados de 85 MPH, ou 137 Km/h, e pressão mínima de 986 Mb, de acordo com Boletim das 7:00h.
Dione Moraes comentou
ATUALIZAÇÃO. Nate faz Landfall na foz do Rio Mississippi, (21:26) e parede norte do furacão, move-se em terra na costa de Mississippi. Ventos de força de furacão se estendem à partir do centro, por 35 milhas (55 km), principalmente ao leste do centro, e ventos de tempestade tropical se estende à partir do centro, até 125 milhas (205 km). A pressão central mínima estimada pelos Caçadores de furacões é de 982 mb. Os níveis da maré de tempestade estão perigosamente altos. Vejam imagem, traço em vermelho. Emitido aviso para ficaren longe da costa. O segundo landfall no Mississipi - costa do Golfo do México à meia-noite.
Dione Moraes comentou
Desenvolvimento e movimentação pára as próximas horas.
Dione Moraes comentou
Ainda de acordo com o boletim das 22:00h, após fazer o 1° Landfall, na Foz do Rio Mississippi, perdeu forças, com ventos máximos sustentados de 85 MPH, ou 136 Km/h, e pressão mínima de 984 Mb, e passou a movimentar-se a 32 Km/h.
Dione Moraes comentou
ATUALIZANDO. Nate fez 2° Landfall perto de Biloxi, às 00:30h ainda categoria 1, com ventos de e 136 Km/h. De acordo com dados oficiais, a maré de tempestade está inundando casas, comércios, cassinos, estradas . .
Dione Moraes comentou
O furacão Nate, agora apenas uma Depressão tropical, com ventos máximos sustentados de 35 MPH, ou 56 Km/h e 996 Mb, localizada no interior sobre o norte do Alabama, de acordo com Boletim dàs 10:00h. O maior risco, não é a chuva, nem os ventos, mas a maré de tempestade, que causa grandes inundações rapidamente. Alguns vídeos do Landfall de Nate, em Bilox, Mississippi, i e inundações pela maré de tempestade. [Ver site] Landfall se Nate, em Biloxi - Mississippi. [Ver site] Landfall em Biloxi. [Ver site] Maior risco, inundações pela maré de tempestade.
Dione Moraes comentou
Risco das enchurradas provocadas pela passagem do furacão Nate. [Ver site] Enxurradas provocadas pelo furacão Nate.



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021
Política de Privacidade