Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Arlindo      
Ola Rogério e amigos do Apolo11. Com pouca participação, mas "atento" diariamente ao "nosso site", usufruindo dos inúmeros conhecimentos aqui difundidos, gostaria de apenas a título de colaboração, sobre a Matéria de hoje sobre a ISS, dizer que a muito tempo sua Altitude está na Faixa de 420 Km e sua órbita em 93 segundos. Abraço a todos!
Administrador comentou
Perfeito!
Arlindo comentou
Desculpem. Órbita da ISS, em 93 minutos.


    2
Janeoliveira      
Com respeito a Ebola em um blog já são 844 contaminados e 518 mortos do dia 3 a 6 de julho 50 novos casos com 25 mortos
Janeoliveira comentou
Interessante e que este mesmo blog diz o motivo provável disto. Desmatamento possível motivo da Propagação do ebola. O ponto em comum entre vários surtos de Ébola, dizem os cientistas, é crescente a atividade humana eo desmatamento nas florestas anteriormente intocadas, trazendo os humanos em contato mais próximo com as cepas virais doenças raras suficiente para precipitar uma epidemia. "O aumento em surtos de Ebola desde 1994 é freqüentemente associada com mudanças drásticas em ecossistemas florestais na África tropical, escreveu pesquisadores em um estudo de 2012 no Journal Onderstepoort de Investigação Veterinária. "Extensive desmatamento e atividades humanas na profundidade das florestas pode ter promovido o contato direto ou indireto entre humanos e um reservatório natural do vírus." Tal conclusão é particularmente problemático para a África Ocidental, que nunca antes experimentou um surto de Ebola como este, e é relatado para ter um dos maiores índices mundiais de desmatamento regional. A Guiné Rainforest foi devastado pelo desmatamento e diminuiu para menos de um quinto do seu tamanho original. Na Libéria, mais da metade das florestas foram vendidos para empresas madeireiras, de acordo com o The Guardian. E Serra Leoa está "seriamente ameaçada" pelo desmatamento, de acordo com Portal corte ilegal da Chatham House. "Não há mais nenhum florestas de fronteira no oeste da África para as gerações futuras de exploração", o pesquisador Jim Gockowski, que co-autor de um estudo de monitoramento do desmatamento da Guiné, disse em um comunicado. O que isso significa para o Ebola? Bastante. Por um lado, aproxima as pessoas e os animais selvagens em contato mais próximo do que antes. E isso também significa muito mais morcegos, pensado para transportar Ebola, que cada vez mais permeiam algumas comunidades florestais. Expulsos de seus habitats florestais naturais, eles estão mergulhando em regiões povoadas, e alguns moradores estão agora mesmo caçá-los. "Uma vez extensas florestas em que os morcegos viviam, separadamente dos seres humanos, sofreram desmatamento progressivo sob a influência do crescimento populacional, uso da terra e mudanças climáticas", escreveu Melissa Leach, o diretor do Instituto de Estudos de Desenvolvimento. "À medida que os habitats de morcegos fragmentaram e como as pessoas se mudaram para áreas de floresta outrora imaculadas, então o contato humano-morcego tem aumentado, tornando spillover viral mais provável." Mas o desmatamento é apenas o começo. Os pesquisadores por trás do artigo no Jornal Onderstepoort de Investigação Veterinária encontrado regiões desmatadas onde os moradores caçados, explorou ouro e de criação foram mais suscetíveis a uma epidemia. Os resultados pousou sobre algumas conclusões sombrias: As atividades locais dependem da maioria é também o que os coloca em maior risco de contrair o vírus Ebola.
M. Ianner comentou
Declarações recentes da Direção da organização Médicos sem fronteiras na Suíça ALERTA que a doença está fora de controle em diversas partes da África. Por enquanto, os países do G8 não tomaram conhecimento, muito menos a ONU se pronunciou. Esta situação é gravíssima, visto que não há vacina,tratamento muito menos cura. "Há um movimento constante e intenso de pessoas cruzando fronteiras nesta região e os casos estão se espalhando rapidamente para mais províncias e países", explicou Mariano Lugli, diretor de operações do MSF na Suíça. A doença já se alastrou para mais de 60 localidades diferentes na África Ocidental e ainda não atingiu seu pico. Até agora, 759 pessoas foram infectadas pelo vírus e 468 morreram. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), este é o maior surto de Ebola já registrado na história. O vírus mata cerca de 90% das pessoas infectadas e o contágio acontece por contato direto com fluidos corporais, como sangue e secreções, de uma pessoa infectada.
Meire comentou
Jane só gostaria de acrescentar sobre uma informação que obtive, mas não sei se é verídica, é que já existe conspiração de falsa epidemia. (não estou afirmando isto, apenas vi em um site)
Janeoliveira comentou
O que e estranho e que está parte da africa nunca teve casos de ebola a uns meses atrás li em um artigo que está estirpe e mais mortal que a do Zaire e muitas pessoas contaminadas não apresentam sintoma mas contaminam outros


    3
Marcão      
E o inverno? Este ano será assim ameno ou teremos surpresas mais á frente?



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021
Política de Privacidade