Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Constantino      
Boa noite a todos os amigos do R.G. Às mães um PARABÉNS e um boa noite especial. Acho que pela grandeza da data, vale este post.
Constantino comentou
Valeu... Simões,faz a "máquina pra rodar"
Administrador comentou
Ô pessoal, é dia das mães!!!!


    2
Gonçalves      
Salve, Salve ,Os municípios amazonenses de Parintins e Maués estão padecendo com a cheia dos rio Amazonas e afluentes.A Prefeitura de Maués iniciou neste domingo (11), a remoção de 18 famílias atingidas pela enchente no Bairro Mirante do Éden, enquanto a Prefeitura de Parintins (a 369 quilômetros de Manaus) inicia, nesta segunda-feira (12), uma operação para ajudar 3 mil famílias atingidas pela cheia do rio Amazonas e seus afluentes com a doação de cestas básicas e madeira."De acordo com o prefeito de Parintins, Alexandre da Carbrás , que já decretou situação de emergência na semana passada, a previsão é que pelo menos 1.500 cestas básicas sejam distribuídas principalmente na zona rural, onde parte da produção agrícola foi toda perdida e a criação de animais já contabiliza perdas significativas. Ele destaca que na comunidade rural do Saracura, a cerca de uma hora da sede do município, todas as casas estão sob risco de alagação." Falta agua potável na região, uma vez que a agua nesse momento encontra se impropria para o uso devido a mortalidade de animais , lixos e, de fossas conhecidas na região como privadas.Conforme as águas avançam sobre as áreas baixas de Parintins, a dificuldade de acesso dos moradores aumenta. Até a tarde de sábado (10), a Defesa Civil já contabiliza aproximadamente 4 mil metros de pontes e passarelas construídas na área urbana. O número leva em consideração as pontes provisórias levantadas durante a cheia e as fixas construídas desde o mês de novembro. Parintins é uma ilha, por isso, a água vai invadindo a cidade por todos os lados. Enquanto isso na Capital Amazonense as fortes chuvas que caem desde da sexta feira vem fazendo estragos.Doze ocorrências foram registradas durante a chuva ocorrida em Manaus nesta sexta-feira (9), entre elas dois soterramentos parciais de casas nos bairros Vale do Sinai e Monte das Oliveiras, Zona Norte, o desabamento de um muro no Manôa e de uma ponte no Lírio do Vale, Zona Oeste, além do desmoronamento parcial de uma residência na rua Beija-Flor da comunidade Vale do Amanhecer, bairro Petrópolis, Zona Sul de Manaus. Segundo a Defesa Civil, em nenhum dos casos houve vítimas.No bairro Lírio do Vale, Zona Oeste, uma ponte caiu no conjunto Augusto Montenegro e deixou cerca de 300 famílias isoladas. O acidente não registrou vítimas, porém a circulação de ônibus da área – linhas 213, 211, 219, 213 - e veículos ficou comprometida.A chuva iniciou por volta das 10h e as principais Zonas afetadas foram a Centro-Sul, Sul e Leste. Segundo a estação meteorológica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), até as 14h a chuva havia precipitado 60 milímetros com rajadas de vento de 26,6km/h entre as 11 e 12h. Conforme o órgão, a quantidade máxima prevista para o mês de maio é de 250 milímetros.
Gonçalves comentou
Em Manaus a ponte que foi arrastada pelo volume de agua do igarapé deixando mais de 300 famílias isoladas.
Gonçalves comentou
Na Avenida Torquato Tapajós a alagação surpreende os Motoristas.
Gonçalves comentou
No Bairro do Mutirão (Amazonino Mendes). a situação não foi diferente numa das principais avenidas.
Gonçalves comentou
Reportagem ainda pouco no Jornal local mostra um pouco das famílias que correm risco na cheia do baixo amazonas.[Ver site]
Administrador comentou
Novamente, obrigado Gonçalves pelas suas informações. Super importantes e atualizadas!
t.st comentou
Boa Tarde! São José dos Campos tempo seco temperatura 23 graus enquanto regiões enfrentam sérios problemas com enchentes, aqui as coisas estão ficando feia com o nível das represas baixando cada vez mais.
Agnaldoapolo11 comentou
Hoje a Prefeitura da minha cidade decretou "Estado de Emergência" devido ao baixo nivel do reservatório que capta a água que é fornecida para a cidade...a população será informada deste decreto na proxima conta e o pedido para economizar sob pena de multa para aqueles que forem denunciados cometendo desperdício de água.
Gonçalves comentou
Salve, Salve, eu que agradeço o espaço para que eu possa mostra um pouco de minha região do sofrimento desse povo amazônico, mas que ama a natureza que ama a sua terra. Muito grato Rogerio, Simões e vamos seguindo aqui. Nesta segunda-feira (12), o nível do rio Negro em Manaus estava a 1,17 metro da cheia recorde de 2012, quando as águas atingiram o índice de 29,97 metros. Apesar da previsão do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) que, no final do mês passado, divulgou o segundo alerta de cheia, apontando cota máxima de 29,49 metros para este ano, os moradores dos 12 bairros que, de acordo com mapeamento da Defesa Civil municipal, poderão ser atingidos pela enchente, já começaram a se preparar para enfrentar os transtornos da cheia.A previsão indica que a cota máxima do rio Negro deve ficar 48 centímetros abaixo da registrada na cheia recorde de 2012, quando o nível das águas atingiu 29,97 metros. Com a divulgação do segundo alerta, o superintendente regional do CPRM, Marco Antônio Oliveira, destacou que a influência da cheia do Madeira no Negro será pequena. “A influência para o Solimões é pequena neste momento. O baixo Amazonas está sendo influenciado pelas águas do Madeira agora. Quando ocorrer o pico da cheia para o rio Negro e para o Amazonas, que deve ocorrer no mês de junho, as águas do Madeira já terão baixado, portanto, a influência vai ser mínima”, explica.


    3
ORTIZ      
LI NO TWEETER DA LISTA DA APOLO 11.COM (AO LADO): EXPANSÃO RECORDE DAS GELEIRAS DO MAR DA ANTÁRTICA EM ABRIL. AFINAL, QUEM TEM RAZÃO??? [Ver site]
Lab comentou
Mas como era mesmo o tamanho desta geleira a 50 anos atras..
wilson de luca junior comentou
Quem terá razão afinal Ortiz.Boa noite.[Ver site]
wilson de luca junior comentou
O outro link não funcionou[Ver site]
phellipef comentou
A cobertura de gelo marítimo na Antártida é a maior desde o começo das observações em 1979.
wilson de luca junior comentou
Informação original do estudo da Universidade da California Irvine [Ver site]
Administrador comentou
São duas constatações diferentes. Uma é a cobertura de gelo na Antártida, que os dados mostram ser a maior desde 1979. Já o outro estudo se refere à porção OESTE da Antártida, que sofre perda constante e possivelmente irreversível. O problema é que os dois estudos foram divulgados simultâneamente.
Administrador comentou
Também é importante notar que o estudo sobre o recorde de gelo antárctico está comparando apenas os meses de abril desde 1979.
Marcos Passetti comentou
bom dia amigos... Ortiz eu digo que nimguem esta com a razão... Ainda não foi descoberta as causas do aquecimento e resfriamento,existem expeculações e muitas teorias, e esses dados que são importantes, mas cá entre nós são muito recentes,um piscar de olhos na historia da terra,tudo esta sendo contestado,é bom que seja assim,nesse espirito de Galilei, só assim a vdd aflora
Gui bnu comentou
Um estudo publicado na revista "Nature Climate Change", aponta que os ventos no oceano antártico são os mais fortes em MIL anos!, mais evidentes nos últimos 70 anos. É uma pista bastante forte para a causa do fenômeno que pode ser vinculado claramente ao fenômeno do aumento de gases do efeito estufa, diz a coautora do estudo, Nerilie Abram.
phellipef comentou
A extensão do gelo na Antártida está acima da média desde 2013. Curiosamente a menor extensão do gelo na Antártida foi na década de 1980, enquanto o Ártico registrava a maior extensão do gelo. A diminuição das geleiras podem ocorrer por diversos motivos, como falta de chuva ou neve na época correta, devido ao La ninã e El niño, ventos, etc. Porém como já disseram não tem como dizer quem está certo ou errado, pois a Terra tem 4,5 bilhões de anos, e nós só temos registros sobre o clima de alguns milhares de anos, o que é muito pouco tempo.
wilson de luca junior comentou
Os glaciologistas Ian Joughin da UC e Eric Rignot da Nasa defendem que está havendo derretimento na Antartida,outros contestam, o jeito é esperar pra ver quem tem razão. Mais uma noticia hoje [Ver site]
wilson de luca junior comentou
Noticia oficial da Nasa. [Ver site]
phellipef comentou
Ok, concordo!



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021
Política de Privacidade