Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Nara Santos      
Surpreendente artigo do Apolo11, sobre a recente revelação que um satélite europeu, foi sacudido pelo megaterremoto no Japão, em 11/03/2011.
Administrador comentou
Obrigado, Nara!
Nara Santos comentou
Nós que agradecemos a tua dedicação em nos manter informados...Te remetemos aqui do pampa gaúcho, nosso carinho e admiração!...Super abraço!
Arlindo comentou
Olá Rogério. Meio estranho um satélite a cerca de 300 km de altura e numa incrivel velocidade, ser abalado por ondas de baixa frequencia, causados pelo Tsunami japones, ja que a abrangencia da Atmosfera se eleva a pouco mais de 120 Km. Daí pra cima o ar é bem rarefeito e um pequeno satélite balançar em sua órbita é deveras interessante. Como pode essas ondas subsonicas atuarem no espaço quase que simplesmente vazio? Um abraço!
Lab comentou
Arlindo minha opinião de leigo no assunto, o satélite devia estar posicionado tendo como referencia um ponto fixo na terra, com o terremoto ele deve ter estremecido procurando o ponto fixo na terra que estava em movimento devido ao terremoto.
Administrador comentou
Pessoal, está escrito no artigo: "Segundo os cientistas, as ondas acústicas se propagaram até 270 km de altitude, onde orbitava o satélite GOCE e fizeram a densidade do ar variar abruptamente naquela região. Como consequência, o satélite acompanhou essas variações subindo e descendo cerca de 20 km por mais de 2 horas, ao mesmo tempo em que os mecanismos de compensação tentavam manter o satélite na altitude nominal".
Nara Santos comentou
Perfeito, Administrador!...100% compreensível!!...Tenha uma boa noite!



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2020
Política de Privacidade