Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Marcelo Assis      
Administrador, me tira uma curiosidade. Por qual razão ocorrem raios até mesmo nas nuvens, enquanto há erupção? Abraço!
Administrador comentou
Olá Marcelo, Os raios observados nos vulcões não tem uma origem única. Eles podem ser causados pelo atrito entre as partículas vulcânicas com cargas opostas que são expelidas em altíssima velocidade ou então pelo choque entre blocos maiores. Esse fenômeno também é conhecido como tempestade suja e ao que tudo indica tem seu processo de formação muito similar aos relâmpagos comuns, com a diferença que a troca de elétrons ocorre entre material vulcânico, ao invés do gelo como ocorre na atmosfera. Não sou especialista no assunto, mas deve existir mais de um tipo de raio nestas circunstâncias, um nas proximidades do vulcão e outro na atmosfera mais elevada quando a coluna de cinzas atinge mais de 10 km e interage com o possível partículas de gelo.


    2
JANETE CONZATTI      
Pergunto: não acham estranho que agora em março outro vulcão ao sul do Chile também tenha entrado em erupção , o Villarica. Aos estudiosos, tem alguma relação um com outro, será alguma atividade de placas?
Rejaine Monteiro comentou
De fato, o sul do Chile tem atualmente três vulcões em estado de alerta. Além do Calbuco, que entrou em erupção ontem, o Villarica se mantém em alerta laranja desde a sua última erupção no início do mês de março. Já o vulcão Copahue está em alerta amarelo, por apresentar uma certa atividade sísmica. Vamos seguir acompanhando...
Administrador comentou
Elinelson, bom dia. Peço por gentileza checar bem as fontes antes de publica-las, ok? Esse vídeo não tem nada a ver com a NASA, que nunca disse nada sobre a existência de Nêmesis. Isso é pseudo-ciência pura e não se encaixa nas REGRAS DE POSTAGEM. Talvez seja interessante dar uma lida nelas, ok? Os leitores agradecem! Obrigado!
Elinelson Miranda comentou
Janete! Não há como saber ao certo qual a relação até porque não há dados do que ocorre no núcleo do planeta. Mas a localização do Chile próximo a fendas ou divisão de placas continentais contribui para maior ocorrência de vulcões, algo que sempre ocorreu nesta região, nada de anormalidade tectônica
JANETE CONZATTI comentou
Obrigada Elinelson Miranda, também achei que tinha alguma coisa com o fato de haver fendas e serem próximas das placas.



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021
Política de Privacidade