Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Marcelo Assis      
Galera do PG, gostaria de tirar uma dúvida que talvez seja "exagero" ou "conspiração" da galera da internet. Como tem ligação com os assuntos abordados no site e vocês possuem experiência avançada, esses vídeos lançados no youtube, relatando o aparecimento de 2 sol, é reflexo de um único sol, seria montagem? Os vídeos parecem tão reais. Caso seja real, o que poderia ser? Abraço, galera!
Administrador comentou
É preciso separar as coisas. No ano passado esses vídeos tomaram conta da internet. Junto, vieram outros que mostravam "sons estranhos" que vinham do céu. Foi uma onda, quase uma moda. Toda semana tinha um. Na minha opinião, todos eles são falsos ou então feitos sob condições muito especiais. Eu explico. Logo que apareceu o primeiro vídeo, com exceção dos blogs sensacionalistas, quase ninguém falou nada, mas na medida que os vídeos iam pipocando começaram diversas explicações, desde as mais estapafúrdias até as mais técnicas, mais malucas ainda. Na época, dois físicos nos EUA tentaram explicar o fenômeno, mas as explicações não combinavam com os vídeos. Todos tentavam associar os dois sóis a um fenômeno óptico chamado "parelio", que é uma espécie de mancha brilhante que em algumas ocasiões pode ser vista em um halo e que está associada à combinação da reflexão e da refração da luz pelos cristais de gelo na alta atmosfera. O problema é que em nenhum dos vídeos divulgados existe um arco-iris perto, então não poderia ser um parélio. Li também um pesquisador japonês dizer que se tratava de um tipo raro de miragem que acontecia em algumas ocasiões muito especiais de luz e clima. O japonês não disse nada além disso. Não mostrou nenhum desenho ou o nome do fenômeno. Também não explicou com um fenômeno ultra raro estava tão em moda, quase corriqueiro. Procurei também num dos sites mais respeitados sobre fenômenos óticos: [Ver site] e e nada achei que pudesse ao menos se parecer com um segundo Sol. Também fiquei sabendo de um experimento feito por estudantes na Nova Zelândia, que tentava simular um segundo sol. Eles pegaram grandes chapas de aço polido e as curvaram ligeiramente, focalizando o Sol em uma nuvem. O resultado foi até interessante, mas em nada se parecia com o "segundo sol" redondinho dos vídeos. O tempo passou e os vídeos de segundo Sol sumiram. Particularmente, já vi algo levemente parecido, mas era o reflexo do Sol em uma nuvem muito branca que destoava das demais no céu. A impressão era que o Sol estava atrás dela, quando na verdade estava quase do lado oposto. Na minha opinião esses vídeos ou são falsos ou foram feitos sob condições muito peculiares de reflexão. Além disso, em nenhum site de ciências esse "fenômeno" foi publicado, mesmo no auge das aparições. Só vi isso sites esotéricos ou paranormais.
Loyola comentou
Rogério, permita comentar. Os sites sensacionalistas trazem ao público muitas dúvidas. Se por um lado é muito ruim, pois gera expectativas infundadas, por outro lado trazem a tona as dúvidas que são populares. Caso a ciência possa explicar as coisas como de fato são, é perfeito, pois traz o respeito que a ciência merece. Um exemplo é aquele famosos rosto na superfície de Marte. Porém, e há sempre um porém, acho que a ciênica com a obrigação de desmintir os mitos, acaba por sufocar as dúvidas. Um exemplo são os textos antigos, desde os sumérios, que mostram quase todos os planetas de nosso sitema solar. Isto ainda nunca li uma explicação plausível, e que seria, no meu entender, que fosse admitido que a cultura dessas civilizações era mais avançada do que supomos. A questão do segundo sol, caso fosse verdade, já teria sido provada. Para mim, que sou leigo, poderia ser que tivéssemos a possibilidade de enxergar coorpos estelares distantes por algum fenômeno atmosférico. Será que a área próxima ao sol não poderia fazer este efeito "lupa"?
Marcelo Assis comentou
Muito obrigado, Rogério. Excelente explicação. Concordo com sua opinião, perguntei justamente pra não chegar falando besteira rs... Valeu mesmo!
Administrador comentou
Essa foto foi feita por mim recentemente. Brincando, a publiquei no facebook e em pouco tempo o alvoroço estava armado.
Rejaine Monteiro comentou
Ola Admin. Pelo que pesquisei, parélio e sundog seriam a mesma coisa, correto? No caso desses vídeos que volta e meia aparecem por aí, sempre me pareceu ser o tal sundog (que já vi ser muito comentado aqui no PG). Mas pelo que entendi do seu comentário, para ser considerado um sundog ou parélio, é obrigatório a existência de um halo ao redor do sol. Ou existem tipos de sundogs sem presença de um halo? Quanto aos demais vídeos (supostas montagens ou efeitos especiais), creio que a pergunta que sempre se deve fazer é: o efeito pode ser visto a olho nú? Pois caso contrário só posso imaginar que seja reflexo do sensor, lente ou alguma outra coisa, pois sabemos que um sensor pode 'enxergar' mais detalhes que o olho humano e talvez por isso mesmo os reflexos aparecem no vídeo ou foto e não são percebidos a olho nú. Afinal: um fantasma numa foto é um mesmo 'fantasma'?
Administrador comentou
Olá Rejaine. O que eu disse é que para ser um parélio é preciso aparecer um arco-iris ou coisa parecida, não necessariamente um halo. Se não tem arco-iris, não pode ser um parelio, como disse o japonês. Vou reafirmar o que eu disse: "Na minha opinião esses vídeos ou são falsos ou foram feitos sob condições muito peculiares de reflexão". :-)
Rejaine Monteiro comentou
Obrigada por esclarecer. E, claro, concordo com você. Se aparecesse um segundo sol no céu, acho que ele seria visto por milhões de pessoas no mundo inteiro ao mesmo tempo e não registrado por uma câmera ou pessoa isolada... ,)
Adrianagja comentou
Boa noite, há um tempo eu havia tentado tirar uma dúvida com relação a um vídeo de cameras da cidade de São Vicente que registraram um nascer do sol que eles legendaram como "sol e lua nascem juntos" , nao encontrei o link que eu tinha no meu computador, mas encontrei alguém que repostou o vídeo no youtube, peço que desconsiderem qualquer coisa sensacionalista no vídeo, mas eu gostaria de saber se alguém poderia me dizer se é refraçao, efeito de luz, sol e lua mesmo? Muito grata.
Link

Rejaine Monteiro comentou
Segue minha pequena contribuição para fazer um efeito do que costumam chamar de "segundo sol" ou "elenin" ou "planeta x" ou "nibiru". Essa foto tirada hoje mesmo ao entardecer da janela do meu trabalho, por um celular comum, usando zoom e não foi feito nenhuma manipulação na imagem. Como podem perceber, é relativamente fácil 'criar' uma imagem desse tipo, é apenas um (de)efeito ou reflexo na hora de fazer o registro.
Oliveira comentou
achei interessante está matéria [Ver site]
Adrianagja comentou
sobre o vídeo de são vicente, isso também foi avistado a olho nú... o nascimento de "dois astros" . ainda aguardo opiniões, ser poderia ser efeito atmosférico. Abraços.
Administrador comentou
Adrianagja, é o mesmo efeito ótico, inclusive os dois pontos (sol e reflexo) desaparecem exatamente ao mesmo tempo com a passagem das nuvens. Duvido que alguém tenha visto isso!
Administrador comentou
Só pra completar, neste dia (15/09/2014) a Lua nasceu por volta da zero hora e o Sol +/- 06h00 :-)
Muruci comentou
Aqui uma compilação de 30 min de vários registros ao redor do mundo. Aqui e fácil saber o que e reflexo e o que não é.
Link



    2
KarlSteg      
Olá. Gostaria de saber se há algum problema nas atualizações dos modelos lasco C2 e C3 do apolo11, está parado no dia 17-10-2014. Obrigado
Administrador comentou
Olá Karl, bom dia. Acredito que deve ser algum problema da sua parte. As imagens LASCO C2 e C3 estão atualizadas até às 18h54 de ontem e ainda não foram atualizadas na fonte. As outras imagens estão normais. Veja neste print.
KarlSteg comentou
me refiro aos modelos, abaixo da imagem do lasco.
Administrador comentou
Ah, sim! Eles estão parados na origem. Não sabemos porque. :-)
KarlSteg comentou
Obrigado. :)


    3
Administrador      
Olá pessoal, bom dia! Sol em 23 outubro de 2014 - Fulldisk registrado com DF=390mm e detalhe em DF=1500 mm. Ambos com telescópio SW 127mm e câmera ASI 120 MC. Registro hercúleo, pois a nebulosidade era intensa, com períodos muito curtos de abertura. A mancha em destaque é a já conhecida AR 2192, com 2700 milionésimos de área, equivalente a 8.2 bilhões de km2. É a maior mancha dos últimos anos e uma das maiores já observadas. Vê-la a olho nú é muito fácil, mas é preciso proteção especial. Nunca olhe diretamente para o Sol.
Administrador comentou
O momento dramático do registro solar!
Link

Loyola comentou
Rogério, qual a origem da mancha solar? É oriunda de uma explosão?
Rejaine Monteiro comentou
Oi Loyola. Dá uma lida nesse artigo do Apolo11: [Ver no Apolo11]
Loyola comentou
Oi Rejane, obrigado pela informação. Desconhecia isto tudo. No texto, pela minha pouca experiência no assunto, fiquei um pouco confuso em como é que as manchas mudam de hemisfério a cada 11 anos. E, se elas alteram o tamanho quando ocorrem essas mudanças.
Administrador comentou
Olá Loyola, as manchas não mudam de hemisfério a cada 11 anos. Elas se desenvolvem sempre ao redor de +/- 30 graus do equador. Se você olhar essa foto, verá que tem três manchas no Sul e uma no norte. Os processos que fazem as manchas alternarem de hemisfério são decorrentes da própria atividade magnética, onde as linhas do fluxo são altamente complexas e ditam o comportamento do Sol dentro de uma margem conhecida. Todos esses fenômenos e comportamentos são alvo de estudos. As manchas crescem e diminuem exatamente devido a irregularidade dessas linhas de fluxo, que não contem de forma homogênea algumas zonas irregulares de plasma.
diegohdm comentou
Vamos torcer para que esse "canhão" não dispare na nossa direção com força total nos próximos 2 dias, pq força pra isso tem.
Administrador comentou
Olá pessoal, bom dia! Hoje temos duas manchas no norte e duas no Sul. E a 2192 está ainda maior, cobrindo 2740 milionésimos do Sol, 8.33 bilhões de km2.
Oliveira comentou
a alguns anos atrás era bem menor olhem o artigo. [Ver site]
Rejaine Monteiro comentou
Oliveira, segue: [Ver no Apolo11]
Administrador comentou
O Sol visto em H-alpha, registrado nesta manhã de sexta-feira, 24 de outubro de 2014. O edstaque fica para a monstruosa mancha AR2192 e o gigansteco filamento no hemisfério norte.
Rejaine Monteiro comentou
Show!!!! Comprei hj o vidro de soldador n14 (custou só 2 reais) e vi novamente a mancha (só estranhei o fato do n.14 ser um pouco mais fino que o n.12)
Rejaine Monteiro comentou
Mancha AR2192 e eclipse parcial do sol
Administrador comentou
Olá Rejaine, que bom que tenha comprado seus óculos número 14! Segue uma composição que fizemos nesta manhã de sexta-feira a partir do observatório Apolo11, em São Paulo. Elas retratam o Sol visto em dois comprimentos de onda diferentes. Observem o tamanho desse filamento visto na imagem da direita, registrada em h-alpha! Parece até uma rachadura na superfície! Calculem o seu tamanho!
Oliveira comentou
obrigado rejane Monteiro está link que mandei e só para comparar com uma mancha antigo de dez vezes maior que a terra ,esta atual e quinze vezes maior !!!!!
AndersonMLima comentou
A Nasa divulgou no seu canal do Twitter essa imagem da Mancha AR2192. A foto é referente ao dia 22. Grandes CMEs foram expelidas pela AR2192, inclusive duas de classe X, mas nenhuma atingiu a terra. Neste momento a mancha está cruzando o lado voltado para a Terra. Fonte: NASA



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021
Política de Privacidade