Dias   1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 | 12 | 13 | 14 | 15 |
16 | 17 | 18 | 19 | 20 | 21 | 22 | 23 | 24 | 25 | 26 | 27 | 28 | 29 | 30 | 31 |


    1
Helios      
Gente! to ficando viciado nesse negocio aqui, acoisa ta complicada kkk. So pra lembrar, o edital do IBGE ja saiu, as inscrições começam na terça. Nada melhor do que ganhar dinheiro pesquisando a Geografia Brasileira.


    2
Luciano SC      
Boa Noite pessoal. E daqui a um pouquinho (15 minutos) vai passar a ISS. Aqui na Grande Floripa o céu tá ótimo para visualizá-la! Boa Sorte!


    3
Klaus      
Boa noite...Foi obsevada uma grande erupção de filamento localizado no quadrante noroeste hoje a noite 29/09. Ainda é cedo pra dizer se a ejeção de massa coronal (CME) será dirigida à Terra. Imagens do LASCO ainda não estão disponiveis, até esse momento. A imagem é do SDO.
Klaus comentou
A ejeção de massa coronal (CME) gerada por essa erupção de filamento na noite de ontem (29/09), provavelmente poderia ter um componente dirigido à Terra. Obs: Evento de prótons ultrapassando 10pfu.
Rejaine Monteiro comentou
Olá Klaus,! Realmente fantástica essa CME. Sobre as variações que aparecem nos gráficos de fluxo de eletrons e protons dos satélites GOES, seria uma anomalia ou estaria associado a esse evento? O que esses dados representam especificamente?
Klaus comentou
Ola Rejaine...resumindo: algumas explosões no Sol podem gerar tempestades de radiação solar (protons solares) que viajam perto da velocidade da luz e são essas as primeiras partículas que chegam à Terra. O NOAA classifica esse fluxo de protons em uma esacala que vai de S1 a S5, e essa de hoje ou ontem é classificada como S1, isto é, considerada calma ou fraca. Nesse momento (13:00UTC) o gráfico ta mostrando uma leitura de qause 10², ou seja quase em S2.
Rejaine Monteiro comentou
Obrigada pelos esclarecimentos, Klaus. Eu já havia observado algumas vezes alterações nas escalas de radiação solar (S1, S2, etc) mas ainda não tinha visto alterações significantes nos gráficos, como os que ocorreram dia 29 e 30 (talvez por falta de atenção minha). Valeu...
Klaus comentou
As imagens do LASCO 2 dessa erupção que gerou uma CME são de tirar o folego. Veja aqui [Ver site]
Lab comentou
Meu caro amigo Professor Klaus a data provável da chegada é dia 02/10/2013...?
Klaus comentou
Ola Lab...Observe no modelo que tu publicou, a Sonda Juno (quadradinho sinza) tá bem próxima da Terra, eu não sei exatamente mais hoje deve estar a cerca de 10 milhões de quilômetros ou menos. A Juno foi lançada em 2011 e deve chegar em 2016 em Júpiter. E ai surge a pergunta: Por que a sonda não vai direto para Júpiter? É o famoso efeito que usa gravidade do planeta para acelerar a nave, nesse caso a sonda Juno.
Lab comentou
Não tinha observado a Sonda Juno, obrigado por mostrar e explicar.abraço
Klaus comentou
Correção: "quadradinho cinza"...antes que vire uma polêmica ortográfica e gramatical...!
Lab comentou
como já disse uma vez ...palavras bonitas mas sem conteúdo não tem valor..texto cheio de erros trazendo muitas informações é o que vale a pena ler..Klaus suas informações superam erros de escrita..


    4
Astroman      
A NASA divulgou imagens de satélite da ilha que surgiu após o tremor no Paquistão. rt.com/news/island-earthquake-space-pictures-518/
Administrador comentou
Olá pessoal, bom dia. No link do Astroman, a primeira imagem não me parece ser da NASA, mas uma concepção artística. Os satélites usados Terra/Aqua/EOS, não têm a resolução mostrada. Se for realmente uma imagem de satélite, pode ser de empresas privadas, como exemplo a Orbview.
Astroman comentou
Aqui tem mais informações, Rogério. earthobservatory.nasa.gov/NaturalHazards/view.php?id=82146 Crédito das fotos: NASA Earth Observatory image by Jesse Allen and Robert Simmon, using EO-1 ALI data from the NASA EO-1 team. Pelo que entendi as fotos do ANTES e DEPOIS são do Landsat-8. Tudo isso consta das matérias nos links postados.
Administrador comentou
Exato Astroman. Foi como eu disse, a foto maior não é da NASA. É uma imagem aérea, feita pelo National Institute of Oceanography. A Nasa não tem satélite de observação com essa resolução. Quanto às imagens de satélite, a primeira foto é da NASA, feita pelo EOS. A segunda é feita pelo Landsat 8. Valeu!
Armando Costa comentou
Muito legal Astroman!!! Eu não sei muito sobre a atividade geológica por lá, mas gostaria de perguntar : Tem possibilidade dessa Ilha aumentar ou o surgimento de novas ilhas naquela região??? Achei muito interessante o ocorrido apesar de saber que é mais normal do que se parece ( claro que para leigos no assunto como eu ) . Obrigado^^
Astroman comentou
Armando, não teu conhecimento suficiente para esclarecer suas dúvidas. Qualquer coisa que dissesse seria baseado em "achismo". :-)
Loyola comentou
Existem Ilhas formadas pelo deslocamento das placas sobre os hot spots, como é o caso do Havaí. Esta, do Paquistão, ainda havia dúvida se foi um vulcão de lama que lançou o material à superfície, ou se este material estava sobre o assoalho oceânico (originário de um vulcão de lama) e se desprendeu durante o terremoto. De qualquer forma está solto e deve ir desaparecendo.
Armando Costa comentou
Muito obrigado Astroman e Loyola!!! Vou pesquisar mais pois achei muito interessante o ocorrido.Radar Global sempre bem frequentado. ^^



Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2021
Política de Privacidade