Domingo, 1 set 2019 - 21h27
Por Maria Clara Machado

Furacão Dorian é um monstro com ventos de quase 300 km/h

O olho do super furacão Dorian de categoria 5 na escala Sáffir-Simpson está se movendo pela região das Bahamas neste domingo, depois de chegar às ilhas Abaco. A intensidade de Dorian é surpreendente com ventos máximos sustentados de 296 km/h!

Imagem de satélite do furacão Dorian sobre as Bahamas. Crédito: NOAA/GOES-16/CNN
Imagem de satélite do furacão Dorian sobre as Bahamas. Crédito: NOAA/GOES-16/CNN

No início da noite, o furacão Dorian estava a cerca de 150 quilômetros a leste de Freeport Grand Bahama e a 280 quilômetros de West Palm Beach, na Flórida, segundo boletim emitido pelo Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC).

Dorian está se movimentando lentamente no sentido oeste-noroeste e nesta trajetória, seu núcleo extremamente perigoso passa muito perto ou sobre a Grand Bahamas entre esta noite e a segunda-feira. Na sequência, Dorian chegará ao leste da Flórida e toda costa norte-americana desde a Flórida até as Carolinas, está ameaçada pelos ventos catastróficos.

Dorian é destruidor
O NHC alerta para risco à vida com picos de ondas de 5 a 7 metros entre às ilhas Abaco e a Grand Bahama. Perto da costa, o aumento da maré deverá ser acompanhado por ondas destrutivas e inundações nas próximas horas.

Além do grande aumento da maré, Dorian vai provocar chuvas torrenciais. O NHC prevê volumes de chuva na faixa entre 300 a 600 mm para o noroeste das Bahamas e até 380 mm em áreas costeiras das Carolinas.

A costa atlântica da península da Flórida e a Geórgia pode esperar entre 200 e 255 mm de chuva. Essas precipitações poderão causar inundações repentinas com risco de vida.

O governo da Carolina do Sul emitiu ordem de evacuação obrigatória para pelo menos 8 condados a partir do meio dia desta segunda-feira. Escolas e escritórios do governo ficarão fechados a partir de terça-feira.

Imagens do poderoso furacão Dorian vistas do espaço pelas câmeras da Estação Espacial Internacional (ISS):

Dorian é o segundo furacão mais forte a se formar no Atlântico
Dorian é o segundo furacão mais forte a se formar no oceano Atlântico. Nunca a região das Bahamas foi atingida por um furacão com esta intensidade de ventos, chegando a quase 300 km/h.

Dorian já é equivalente aos grandes furacões Gilbert (1988), o Wilma (2005) e o Labor Day (1935). O recorde ainda é o do furacão Allen (1980), que registrou ventos próximos a 305 km/h.





Links Úteis  |  Imprensa  |  Anuncie  |  Fale Conosco  |  Versão Celular  |   Política de Privacidade

Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019