Klaus    Santos - SP em 05/10 - 22h11   
Em 29 de setembro, a Mars Reconnaissance Orbiter (MRO) apontou o Resolution Imaging Science Experiment (HiRISE), para o ISON, passando por Marte em seu caminho para o Sistema Solar interior, é uma pequena mancha relativamente brilhante, como uma estrela, mas se movendo em relação às estrelas. A cauda do cometa é quase imperceptivel. [Ver site]

Administrador São Paulo-SP comentou em 06/10 - 10h09
Olá Tavinho, bom dia. Isso não procede. Todos os cálculos orbitais sempre levam em consideração as perturbações de outros objetos. Além disso, a distância entre Marte e ISON era muito grande para que este sofresse alguma perturbação.
tavinho São Paulo-SP comentou em 06/10 - 02h44
Alguém ouviu falar de desvio de trajetória do ISON após a passagem por Marte?













Painelglobal.com.br - Todos os direitos reservados - 2008 - 2019
Política de Privacidade